Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Too cold for paradise

Quarta-feira, 23.04.14

 

Queixava-se um amigo de longa data, daqueles que andam sempre desgostosos com a vida, com os tempos que se vivem e com o rumo que a vida leva, que essa história das mulheres emancipadas e sexualmente libertadas não ia levar a coisa boa. Sorri, conhecedor dos meandros daquela intricada cabecinha, e perguntei-lhe quais os fundamentos para tão estranha reflexão. Ele falou-me das colegas de trabalho, algumas delas casadas, veja-se bem!!!, que aboliram o calça casaco e mesmo o saia casaco para apostar tudo nos jeans justos, nas lycras estranguladoras e, pior que tudo, reveladoras!!!, ou mesmo nas calças de ganga rasgadas acompanhadas dos tops que colocam no topo a saúde física das moçoilas. Além disso, protestou ainda o pobre coitado que hoje em dia já não sabia se as amigas de sempre gostavam dele como amigo, ou aquilo era só interesse para ver se ele se descaía e as levava para a cama. Dois minutos depois recompus-me, enxuguei as lágrimas de tanto rir, dei-lhe um abraço e disse-lhe: “epá, ó meu grande animal, tu nem para ti próprio és bom”!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:50

Ao cuidado de uma data de gente

Terça-feira, 22.04.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:43

Das inevitabilidades da vida

Segunda-feira, 21.04.14

Gabriel Garcia Marquez morreu, ninguém mata Putin e Pinto da Costa busca, contra todas as provas conhecidas, a imortalidade. A morte, a maior inevitabilidade da vida marca-nos os passos, comanda-nos a vida, toureamos como bestas cegas e enlouquecidas contra moinhos de nada. Gabo viverá para sempre, a memória da vida de Putin será sempre uma lembrança de mortes. Pinto da Costa? Cem anos de solidão de títulos se seguirão ao seu reinado, há vidas inimitáveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:03

OK, parabéns, divirtam-se e não se magoem

Domingo, 20.04.14


P.s - Diz que a PSP já disponibilizou meia dúzia de agentes para que JJ possa festejar condignamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:51

Vê lá isso, José

Domingo, 20.04.14

Entro num café farense para assistir ao ansiado adiar da festa que ameaça conspurcar a estátua do Marquês e assisto aos últimos 10 minutos da derrota do Chelsea frente ao Sunderland. O impensável sucedeu, os milionários londrinos entregaram o título num combate com o último classificado da Premier League, Mourinho entregou a aura     de homem que sabe tudo dos homens e do mundo da bola e que por isso nunca era apanhado de calças na mão nestes jogos que só podem ser ganhos. No fim do jogo, Mourinho usou de um humor ácido para vituperar o árbitro e o chefe dos árbitros. Mou será sempre recordado como o special one, mas era bom que não adormecesse à sombra dos louros e, por uma vez, admitisse que os homens falham. Não só os árbitros, mas também ele. O erro dos grandes homens está em julgarem-se acima dos seus pares, vulgares mortais, desumanizando-se e afastando-se assim da sua admiração e estima. Queremos-te especial, José, mas queremos-te um dos nossos e não uma entidade supostamente divina.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:27

Catherine & Kate

Sábado, 19.04.14

 

Como dificilmente enjoo das imagens de sonho que a vida me proporciona, aqui fica mais uma prova irrefutável de que a beleza nunca esmorece e dificilmente envelhece. Catherine Deneuve, já não uma jovem senhora irresistível, mas agora uma mulher madura a quem os anos burilaram os traços de beleza. A seu lado, a eternamente jovem, a mulher felina que mesmo sem o querer transpira sensualidade, emite sons de lençóis amarfanhados e cheira a pecado – Kate Moss.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:06

Uma gota de sabedoria, um trago de deliciosa ignorância

Quinta-feira, 17.04.14

 

Tertúlia em redor de uns petiscos e de umas soberbas imperiais com dois amigos, a conversa, esgotado temporariamente o inesgotável tema futebol, resvala para o outro tema que preenche o imaginário, a mente e tudo o resto na cabeça de homem que se quer homem, sobretudo quando em convívio tribal. Queixa-se o P. de que a última conquista pós-divórcio excede em qualidade e performance física o que lhe escasseia em destreza intelecto-espiritual. Ri-se o J., diz-lhe que devia ter vergonha de se queixar de barriga cheia, que nisso do amor e do vale dos lençóis os únicos argumentos a trocar são os que nos fazem rejubilar o corpo, o P. que não se queixe de tristezas da alma e da mente. Não me querendo comprometer, que sou tipo sério que gosta de apalpar o terreno (em sentido metafórico, é evidente, suas mentes perversas) procuro fazer uma síntese conciliadora da discussão. Que convém que depois do amor e das demais artes feitas o silêncio não preencha o vazio ou, pior ainda, que a frase errada não seja dito no momento menos próprio. É para isso que também deve servir uma bela cabecinha feminina com elevação intelectual e ponderação de espírito. Contudo, acrescento, convém que a sapiência seja temperada por um equilíbrio entre o mundo da sabedoria e a apetência por outras artes mais mundanas, aquelas que nos amaciam o corpo e afagam o espírito. Melhor dizendo, nem tanto ao mar nem tanto à terra, que os livros não sufoquem a líbido e que esta não se esqueça das letras. No meio está a virtude, suspiram o P. e o J., mais um longo trago nas imperiais, venha daí nova rodada que o suspiro permanece naquelas duas almas, desconfiadas de que o único equilíbrio que hão-de encontrar na sua vida é aquele que os impede, não obstante a voracidade com que viram os finos, de entornar uma gota que seja do precioso líquido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:20

Era uma vez um líder

Quarta-feira, 16.04.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:05

Boa Páscoa e melhor vida, gente boa

Terça-feira, 15.04.14

 

Abalo uns dias para o sul em busca de novos ventos, de um ar mais leve, de uma mudança na rotina da canalha. Os miúdos, mais ainda do que nós, anseiam por alterações no seu quotidiano. O curioso é que as crianças adoram rotinas, coisa que muitos pais não entendem, o que não invalida que também adorem intercalá-las com outras mini-rotinas que criam nas férias, nas pausas no turbilhão. Nós, adultos, já só pedimos uma pausa na burrocracia, na inclemente sofreguidão dos papéis que entram e que saem, tantas vezes sem nada de novo ou de bom trazermos com isso ao mundo, à nação, às nossas vidinhas em particular. Vou tentar encontrar umas pausas na voracidade com que as crianças bebem cada segundo de modo a conseguir que o cérebro entre, uns minutos que seja, em standby, em modo dolce fare niente. Provavelmente virei aqui, porque também este cantinho serve para fugir ao cinzento dos papéis e afins. Se cá não aparecer, é porque o cérebro desligou mesmo, mas não vos preocupais, o regresso, mais dia menos dia, está garantido. Uma boa Páscoa a todos, que possamos dar um passo nesta época, por mais pequeno que seja, no caminho que conduz a uma vida mais feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:29

As letras de Madame Deneuve

Segunda-feira, 14.04.14

 

Madame Catherine Deneuve é, na minha óptica e com pouca ou nenhuma margem para dúvidas, das mulheres mais elegantes e sobriamente sensuais de todos os tempos, inclusive os imemoriais. A elegância encontra-se na perfeição da pose, nos gestos naturalmente leves, silenciosos, no sorriso esfíngico, no olhar penetrante mas misterioso, na apurada combinação entre um  corpo equilibradamente atraente e uma uma expressão facial magnética, de que não conseguimos desviar o olhar. E o que será o que chamo de sóbria sensualidade? É a de uma mulher que nos põe a pensar como seria mas sem aquele convite descarado das mulheres que não têm a finesse de o fazer sem nos apercebermos de que já o fizeram.

  

A bela Catherine jamais seria encontrada a chutar uma bola a ou a vibrar com um jogo de futebol, até porque não há mulheres perfeitas e, no caso dela, desconfio que esse desenquadramento não ajudasse na perfeita imagem que nos oferece. Livros sim, Deneuve é uma mulher completa nos motivos porque nos arrebata. Também o que nos oferece como actriz é especial, em cada personagem que encarna sente-se um véu de classe, um som diferente, como que um silêncio no meio do ruído. Catherine coloca-se acima do cinema como arte fácil e de massas e fá-lo sem arrogância, apenas porque sente que a arte que busca é superior. Não será por acaso que afirma “I like some of the early silent films because I love to watch how actors had to play then. What would interest me today is to do a silent film.” Seria uma bela obra de arte, 90 minutos apenas a contemplar Madame Deneuve, a beber-lhe os gestos e o silêncio que dela emana. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:30





mais sobre mim


subscrever feeds



Contador (desde 01-02-2009)

contador grátis

arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters