Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tuga Carnival

Segunda-feira, 20.02.17

  

z_carnaval.jpg

 

É inevitável. O Carnaval está a chegar e boa parte do país prepara-se para ir para a rua fazer por se divertir. Sim, fazer por. Boa parte dos portugueses não são fadados para a folia porque o fado e a saudade não rimam com serpentinas e bisnagadelas. O frio e a chuva não os afugentam, por mais inclementes que sejam. Aliás, essas contrariedades devolvem-nos ao adorado carpir de mágoas, convidam-nos a vociferar contra a divina providência, S. Pedro, os azares da vida, contra todas as maldições com que os elementos os atormentam. Felizmente o álcool ajudará alguns a entrar na folia, o contágio empurrará outros para o meio do corso e o carpir de mágoas será ele próprio uma idiossincrasia lusitana do Carnaval cá do burgo. Sambemos por entre as gotas gordas da chuva e as pernas gordas das nossas varinas, amigos, vamos à festa!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:11

No palco dos sonhos

Sexta-feira, 17.02.17

  

z_teatro.jpg

 

- Esta noite sonhei que estávamos numa peça de teatro. Fugimos da realidade e no palco, expostos a tudo e a todos, vivemos finalmente o sonho sempre adiado.

- Sonha meu querido. É para isso que serve a arte.

- Não minha sereia, a arte serve para criarmos o sonho perfeito. É a vida que o realiza, em todas as suas imperfeições.

- És um poeta.

- Diante de ti sou muito mais do que sou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:13

Cuidado com os bombons!

Terça-feira, 14.02.17

  

z_não vemos nada_Astrid Verhoef.jpg

 

Há décadas que não ligo ao dia dos namorados. Há muitos, muitos anos, era eu um jovem em fuga da adolescência borbulhenta, recordo-me vagamente de ter oferecido uma caixa de bombons a uma namorada, nessa data especulativa e comemorativa e, nesse próprio dia, nos termos chateado e terminado tudo. Zangado e guloso, guloso e zangado, fechei a coisa em beleza perguntando se ela sempre ia comer os chocolates…não levem as mãos à cabeça, minhas amigas, isso não foi vingança ou maldade pura, foi só porque não gosto de desperdiçar comida. Deixando para trás esse episódio surreal que ardentemente desejo que seja uma traição da memória, que nos pega partidas tramadas, queria apenas dizer aos namorados, aos solteiros, aos divorciados e viúvos, do sexo feminino e masculino, sem distinção de raças, credos e opções sexuais, à população em geral, que a felicidade pode estar em todo o lado e em lado nenhum mas, se não a tivermos dentro de nós, dificilmente a encontraremos fora de nós e dentro de outros pombinhos ou pombinhas. Vejam lá isso e não gastem dinheiro em bombons, dizem que pode dar mau resultado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:50

"Caminharemos de olhos deslumbrados", por Ary dos Santos

Sexta-feira, 10.02.17

  

z_ary1.jpg

 

Caminharemos de olhos deslumbrados

E braços estendidos

E nos lábios incertos levaremos

O gosto a sol e a sangue dos sentidos.

 

Onde estivermos, há-de estar o vento

Cortado de perfumes e gemidos.

Onde vivermos, há-de ser o templo

Dos nossos jovens dentes devorando

Os frutos proibidos.

 

No ritual do verão descobriremos

O segredo dos deuses interditos

E marcados na testa exaltaremos

Estátuas de heróis castrados e malditos.

 

Ó deus do sangue! deus de misericórdia!

Ó deus das virgens loucas

Dos amantes com cio,

Impõe-nos sobre o ventre as tuas mãos de rosas,

Unge os nossos cabelos com o teu desvario!

 

Desce-nos sobre o corpo como um falus irado,

Fustiga-nos os membros como um látego doido,

Numa chuva de fogo torna-nos sagrados,

Imola-nos os sexos a um arcanjo loiro.

 

Persegue-nos, estonteia-nos, degola-nos, castiga-nos,

Arranca-nos os olhos, violenta-nos as bocas,

Atapeta de flores a estrada que seguimos

E carrega de aromas a brisa que nos toca.

 

Nus e ensanguentados dançaremos a glória

Dos nossos esponsais eternos com o estio

E coroados de apupos teremos a vitória

De nos rirmos do mundo num leito vazio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:01

A vida em full HD

Quinta-feira, 09.02.17

 

z_tele.jpg

 

As ruas estão hoje mais vazias. Não falo das ruas da moda, onde se encontram as lojas do momento e os bares que estão na berra, falo das ruas onde antes se brincava ou simplesmente se passeava, sem intuitos consumistas ou de ver e ser visto. As ruas onde simplesmente se andava, para sentir o sol na cara ou o vento frio que nos faz sentir vivos. Os cinemas estão mais vazios ou fecharam. Está tudo online. As televisões, por entre as suas centenas de canais albergam tudo o que possamos querer ver e até o que nem sequer sonhamos que existe. Este facilitismo, este novo mundo à distância de um clic ou de um touch corrói gradualmente a vontade de sair de casa. É fácil adaptarmo-nos ao comodismo. Compramos televisões maiores, tablets mais rápidos e com uma qualidade de imagem acima da que a realidade nos fornece, uma poltrona que faz de sofá e se necessário até nos massaja as costas e entregamo-nos ao conforto das quatro paredes aquecidas e das luzes ininterruptas que nos afagam as meninges. O cheiro da relva e os risos das crianças a subir às árvores guardamo-los na memória. Com sorte, a próxima série é sobre essas memórias e em full HD.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:55

No pressure

Terça-feira, 07.02.17

20161228_082608.jpg

 

Sem tempo para passar do Palhinha para o Trump, para postar umas miúdas giras ou para perorar sobre a salvação da nação, recordo esta fotografia perdida tirada algures em Faro. Precisamos de novos homens, de renovadas motivações, de sermos mais sapiens numas coisas e mais animais noutras, bem como o vice versa da predominância da racionalidade sobre a animalidade. Menos sexo e mais amor, menos cérebro e mais instinto, mais equilíbrio sem esquecer a importância dos desiquilíbrios. É mais ou menos isto, hoje, amanhã logo se vê. No pressure.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:36

A culpa é do Palhinha (shame on you, JJ)

Sábado, 04.02.17

IMG_20170204_224806.jpg

 

Soares é fixe e Palhinha foi ainda mais, pelo menos na perspectiva das gentes do Norte. O remate do Adrien à barra pode ser considerado azar, mas eu diria que azar é ter um lateral débil como o Zeegelar e ter que substituí-lo pelo esforçado mas insuficiente Esgaio. Casillas fez talvez a defesa do ano, o que aliado aos dois golos do estreante Soares só ajuda a vincar que continuamos a ser os campeões do azar. No fim Jorge Jesus diz que Casillas ganhou o jogo e que o Palhinha o perdeu. Eu digo que o Jorge pode ser um ganda treinador mas como pessoa não vale peaners.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:49

Isto é uma capa

Sábado, 04.02.17

FB_IMG_1486207687874.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:53

Cinderelas dos tempos modernos

Quinta-feira, 02.02.17

 

z_cinderela.jpg

 

Já não há Cinderelas como antigamente, lamentava-se um bom e velho amigo, com uma incrível sorte no jogo e com um desgraçado azar já estão vocês bem a ver em que área da sua vidinha. Se antes éramos nós que as escolhíamos do alto da nossa sabedoria e quando bem queríamos, aproveitando a placidez e obediência da doce mulher lusitana dos anos idos, hoje - perorava ele de queixo caído – são elas que põem e dispõem de nós, estilhaçando com um estalar de dedos ou um olhar de desprezo as nossas nobres intenções de acasalamento. Sorri e disse-lhe que não era bem assim, que as coisas até podem ser equilibradas, é uma questão de sorte ou do destino cruzarmo-nos com a donzela a quem sirva o sapatinho que para ela temos. Ele olhou para mim como um marciano olha para um humano e senti-lhe a tristeza por pensar que se calhar é mesmo assim mas que o destino com ele nada quer. Estaria ele a percorrer os caminhos certos, a cruzar-se com as pessoas certas? Ou será que as Cinderelas hoje somos nós e ainda não me dei conta disso? Para aprofundamento, em dias menos nebulosos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:14

A casa de Vinicius e a Nação de Donald

Quarta-feira, 01.02.17

  

z_nação por terra 2.jpg

 

Era uma nação

muito engraçada

não tinha juízo

não tinha nada

ninguém podia

entrar nela, não

porque o Donald

não dava a mão

 

Ninguém podia

viver o sonho

porque a América

vive um pesadelo medonho

ninguém podia

fazer pipi

porque o Donald

é quem manda ali

 

Mas era feita

com muito jeito

a morte lenta

desse amor perfeito.

 

z_nação por terra.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:01





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog