Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Uma ténue luz ao fundo do túnel

Terça-feira, 25.11.14

tunel.jpg

Acreditem que queria! Queria não me debruçar sobre esta propalada ameaça ao regime democrático, este pré-anunciado cataclismo da crença do povo nas suas instituições e representantes, sobre esta que muitos classificam como a mais grave perseguição justicialisto-justiceira dos tempos da luso democracia. Por outro lado, por mais tentador que seja fugir aos soundbytes do momento, não vivo, por mais que o desejasse, numa torre de marfim envidraçada, imune aos despautérios da excitação mediática. Procurando extirpar deste cancro noticioso alguma pepita de optimismo, tenho a dizer que vejo ali ao fundo do túnel uma ténue luz, uma secreta esperança de que tudo isto sirva para que quem exerça cargos influentes ou detenha, num determinado momento histórico, uma boa dose de poder, perceba que além do imperativo moral e cívico de se conduzir pela lei e pelo interesse público, tem também, a partir de agora, caso lhe falhem esses imperativos cívico-morais, a espada da lei sobre o pescoço. Em última instância, pode ser que isto afaste da política aqueles que a vêm como o paraíso da trafulhice e convide gente cada vez mais séria a participar nela.

P.s. – Não, isto não é uma condenação prévia ou uma violação gritante do princípio da presunção de inocência, é apenas e só, independentemente da sentença definitiva que venha a ser proferida pelo tribunal, uma mera opinião e uma secreta esperança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:53

Vale do Silêncio - Olivais Sul

Terça-feira, 25.11.14

vale.jpg

Andar em dia de chuva pelo Vale do Silêncio vazio, entregue apenas ao cheiro da relva molhada e dos sons quase inaudíveis da natureza que rejubila com a água da vida, talvez seja esse o ambiente perfeito para escutar, refletir e nada dizer. Talvez seja este o ambiente perfeito para agendar visitas guiadas aos comentadeiros, jornaleiros e trauliteiros deste país, para tanta gente que sem nada saber tudo prevê, tudo sabe, gente que vê o futuro sem sequer saber às quantas anda no presente. Sim, podia dizer tanto sobre os últimos eventos do mundo da Justiça, mas sou daqueles que preferem conhecer a realidade para refletir, agir e opinar. Esquisitices!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:45

Banho de desespero e vergonha depois de perceber que afinal não lhe levantaram a suspensão da subvenção

Sexta-feira, 21.11.14

 desespero_matthew tammaro.png 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:33

Até à última gota

Quinta-feira, 20.11.14

by Anders Petersen_Café Lehmitz_Hamburg_ 1967_197

Por entre o rebuliço que se vivia no café Lehmitz, na cidade de Hamburgo, algures entre o ano de 1967 e 1970, o fotógrafo Anders Petersen imortalizou este momento mágico. Velhos com sangue quente na guelra, com a marotice da juventude, com uma agressividade erótica que muitos pensavam morta, nomeadamente uns certos julgadores deste país de brandos e mornos costumes. Os prazeres da vida não deviam ter prazo, sob pena de os sonegarmos a quem disfruta da idade da sabedoria. Para abdicar das loucuras que nos fazem sentir vivos mais valia reduzir a esperança média de vida e poupar uns cobres aos cofres da Segurança Social. Vejam lá isso, amigos da terceira e bela idade, não se esqueçam de sugar o tutano do osso da vida até ao fim da viagem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:34

Sobre a seleccção e sobre como lidar com vedetas ingratas

Quarta-feira, 19.11.14

nani.jpg

Depois da exibição de ontem da nossa selecção da bola que rola no relvado apetecia-me escrever muita coisa. Como não tenho tempo e porque já tanta gente escreveu tanta genialidade e patetice sobre o tema, vou resumir as ideias fortes:

- Ontem, mais ainda que contra a Arménia, não tivemos fio de jogo, não acertámos três passes seguidos, tivemos muita sorte e excelentes centrais que evitaram o descalabro.

- Olhando para este futebol diria que o Paulo Bento foi, mais uma vez, um génio incompreendido.

- Se é para jogar mal e porcamente e ganhar jogos por 1-0, a la Grécia, digam desde logo que tenho muitas séries televisivas em atraso para pôr em dia. 

Por último, quanto ao caso Nani que decidiu “largar” a bombinha que isso de sair “não dizia que não, vamos ver” tenho a seguinte reflexão a partilhar com o universo em geral e a turba leonina em particular. Como o Sr. Nani saberá, no dia em que saiu do Manchester ninguém estava a dar meio chavo por ele. Aqui, na nossa casa, integrado numa equipa e estrutura técnica que o valorizaram, motivaram e souberam potenciar as suas faculdades, mostrou que é ainda um excelente jogador, tendo atingido um belíssimo momento de forma. Se lhe apetece cuspir no prato de quem lhe deu a sopa a comer, se é ingrato, se acha que o Sporting planeou toda uma época contando com ele como peça fundamental e que agora vai abdicar disso, tire desde logo o cavalinho da chuva, Sr. Nani. Por mim, se ele quiser forçar a saída ou se fizer birra nesse sentido, fica o resto da temporada sentado na bancada a contar os pingos de chuva. Pode ser que depois regresse a Manchester no mesmo estado em que veio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:14

Confesso que me preocupam mais os truques photoshopianos nas ninfas que nos povoam os sonhos, mas também está bem

Terça-feira, 18.11.14

quotes.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:19

Trabalhar p´ró bronze - Toca a espevitar!

Segunda-feira, 17.11.14

 49.jpg

Não há muito mais a escrever sobre a necessidade de alegrar as hostes com idílicas imagens de ninfas que se bronzeiam como se não houvesse amanhã, deusas que se entregam à luxúria do refrescante abraço do mar, ao efeito mágico que o toque da areia molhada provoca na pele e nos sentidos. O país desconfia de si, de todos, da sua capacidade para sair do atoleiro em que se encontra. As conversas de elevador deixaram de ser sobre o tempo, a chuva, o fim de semana que promete sol para darem lugar a um silêncio bafiento, envergonhado, a uma vergonha alheia que desgasta e torna os dias ainda mais cinzentos. O mal e a falta de vergonha existem e não são passíveis de erradicação, boa gente, mas ao nosso alcance está sempre a possibilidade de mudarmos algo em nós, nos que nos são próximos, nos sorrisos que escasseiam lá por casa, no excesso de seriedade naquele amontoado de cubículos informatizados onde passamos o dia. O destino não é, não pode ser cinzento. Pensem que pode ser necessário bater no fundo para olharmos para cima e ver a luz, que o passo atrás pode não ser uma fuga mas sim uma forma de ganhar balanço para mudarmos este atoleiro. Vá, o Verão está longe mas a luz ao fundo do túnel cresce mais um bocadinho todos os dias, vamos lá a espevitar, gente boa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:51

Fernando Santos

Sábado, 15.11.14

 santps.jpg

 

Esperei ter tempo, paciência e também por algum trabalho já apresentado, para me pronunciar sobre a escolha, os méritos ou os deméritos do novel seleccionador Fernando Santos. Quanto à escolha, digamos que a FPF apostou no politicamente correcto e na certeza ao invés do risco. Fernando Santos tem mais apoiantes que detractores no universo dos 3 grandes, pois treinou os 3, o que evita à partida obstáculos intransponíveis na sempre difícil gestão dos engulhos com os principais clubes lusos. Fernando não é um treinador particularmente entusiasmante no futebol que coloca as suas equipas a praticar, mas garante equipas coesas, defensivamente preparadas e tacticamente competentes. Pessoalmente, gosto do Fernando. É calmo e discreto, sem deixar de ter aquele ar de tipo porreiro que deve ser um bonacheirão à volta de uma mesa com boa comida, melhor bebida e fantásticos amigos. Gosta de jogar à sueca e de sorver o cigarro até à beata, pelo que não é certamente um mau exemplar do espécime lusitano.

E o que se tem visto do mister Fernando até aqui e, em particular, no jogo de ontem? Digamos que toda a gente esperava pela renovação de uma selecção longe dos seus melhores tempos, pelo que se Fernando Santos chamou algumas jovens novidades (Cédric, Rafael Guerreiro, André Gomes) não deixou também de o fazer amparado em alguns veteranos que com Paulo Bento tinham desertado ou sido afastados da selecção. Falo de Ricardo Carvalho, de Tiago, de Bosingwa e de Quaresma. Concordo com isto? Apenas em 25% dos 4 casos. Ricardo Carvalho, por mais que o adore e o considere o central mais elegante à face da terra, cometeu um erro grosseiro quando pensou que os seus interesses pessoais estavam acima da selecção. Não é novo, longe disso, pelo que a sua exclusão deveria ter servido de exemplo para os outros. Tiago quis abandonar a selecção quando não era titular, arrependeu-se no momento em que percebeu que podia ser útil – quanto a estes casos nunca perceberei nem aceitarei a opção de um jogador em não querer representar o seu país. Bosingwa desrespeitou um seleccionador em funções, isso devia ter sido suficiente…Quaresma, ao contrário dos restantes, nunca mostrou que fosse aquela maçã podre de que tanta gente falava, sentado no banco ou dentro das 4 linhas. Tem sido a muleta que faltava a Cristiano Ronaldo sempre que sai do banco, o que diz muito da dedicação do homem à causa. Porque é que Fernando Santos falhou 3 em 4? Muitos acharão que não falhou, que é legítima a sua opção de recuperar os 3 veteranos retornados. Sem dúvida que tem legitimidade para essa escolha, pelo simples facto que foi ele o escolhido para decidir. Não concordo mas não deixo de apoiar o mister Fernando e os 3 jogadores que referi. A selecção acima de tudo, força rapazes!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:25

Tímida aproximação à causa das coisas

Sexta-feira, 14.11.14

 sabedoria revistas.jpg

Porque é que chegámos a este estado de alma da nação? Não sei qual foi o factor decisivo, mas sou rapaz para identificar alguns factores que não devem ser alheios ao que se passa neste nosso cantinho à beira mar plantado (eu sei que devo escrever esta expressão dia sim dia não, mas não conheço forma mais fofinha de me referir ao nosso Portugal):

  • Uma boa fatia da população feminina acredita piamente que é nas revistas cor-de-rosa que encontrará o caminho para a felicidade, o sentido mais profundo do que andamos para aqui a fazer, a cura de todos os males, o segredo da beleza eterna.
  • Há rapazes e raparigas a oferecer o corpo, a nudez e os valores que alguém se lhes esqueceu de transmitir ao mundo, via televisão, em direto, em troca de uns cobres ganhos durante uns meses, como estrelas, entertainers, DJ´s, o diabo a sete nas discotecas da parvónia e da cintura industrial de Lisboa e Porto.
  • Os políticos e os servidores públicos deixaram que aquele que deveria ser o seu objetivo último - a promoção, salvaguarda, respeito e defesa da coisa/causa pública - se esfumasse por um canudo.
  • O Bruno de Carvalho tende a esquecer-se que sem amor ninguém, nem hoje, nem amanhã, nem nunca, conseguirá, por mais que queira forçar isso, dar o seu melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:06

A falta de tempo dá nisto...e não é mau de todo

Quinta-feira, 13.11.14

 luxurycat.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 17:25





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Contador (desde 01-02-2009)

contador de visitas para blogs

arquivos

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters