Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Antoine, tende piedade de nós

Sexta-feira, 24.03.17

  

Claudia Schiffer.jpg

 

Aproximando-se o fim-de-semana convém esquecer o cinzento dos dias de labor e abrir a porta aos momentos de prazer. Com esse intuito ou somente para não nos olvidarmos que os outros cinco dias da semana podem de facto ser muito cinzentos, nada como (re)descobrir a existência de um fotógrafo parisiense, residente em Nova Iorque, de seu nome Antonie Verglas, que se tornou famoso por retratar celebridades como a eterna Claudia Schiffer, num estilo intimista que à época (a dos anos 90) era desconhecido. Por mais interessantes que sejam os nossos dias de labuta saberemos sempre que há um tipo que tem o emprego do Antoine. Ficam duas fotografias da Claudia para não nos esquecermos que somos pouco mais do que meros mortais.

 

Claudia Schiffer 2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:47

Da série "coisas que o pequeno holandês parece não apreciar"

Quarta-feira, 22.03.17

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:12

Que fazer?

Terça-feira, 21.03.17

 

Leila Alaoui.jpg

 

Contemplo esta imagem incrível da fotógrafa francesa Leila Alaoui e dissipo todas as questões que tendem a estimular as dúvidas ontológicas do ser humano. O que andamos aqui a fazer? Na dúvida, nada como procurar fazer felizes alguns (sim, não temos que gostar de todos, excepto se forem crianças, essas obrigatoriamente temos que fazer por ver felizes) ou pelo menos contribuir para que sorriam de quando em vez, não deixar que a tristeza e a melancolia se instalem nas suas vidas. Se fizermos isto e outros fizerem o mesmo por nós embrenhamo-nos neste ciclo vicioso, neste ciclo vicioso e virtuoso que mal não faria ao mundo em que vivemos e às vidas que vivemos. Vejam lá isso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:15

Por entre a luz e as sombras

Sábado, 18.03.17

IMG_20170315_201712_451.jpg

 

No adeus ao Luxemburgo nada de novo nos habituais contrastes que marcam um país de brilho e de sombras. Os fatos acetinados e perfeitamente ajustados aos emproados executivos são a marca de imagem de uma sociedade exteriormente perfeita na sua inegável eficácia e elogiada produtividade. Os sapatos brilhantes e robustos, ao preço de um carro em segunda mão cá pelo burgo, disfarçam mal o que se esconde por trás das vidraças harmoniosamente perfeitas que se multiplicam nas fachadas dos infindáveis quarteirões de escritórios, de fundos, de seguradoras, de bancos, de serviços financeiros. Quem se afasta um pouco desse mundo de lantejoulas arrisca-se a dar com as trombas no outro lado do espelho. Numa qualquer circular externa que conduz o Luxemburgo à sua não perfeita cintura industrial (mais serviços, mas mais baratos), um baldio perdido por entre vias rápidas e pintalgado por cinzentos contentores serve de teatro a meia dúzia de farrapos humanos que se injectam em plena luz do dia, a uma mulher com corpo de criança etíope que mal sustém o equilíbrio enquanto procura defecar com as calças pelos joelhos. As caras dentro do autocarro fingem não ver o que entra pelos olhos dentro, eu não consigo desviar o olhar porque o cheiro a realidade cheira, ainda assim, menos mal do que o fedor da desumana sobranceria financeira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:24

Da série bons desbloqueadores de discussões latentes

Sexta-feira, 10.03.17

 

z_da série bons desbloqueadores de discussões la

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 14:31

Como não amar o futebol?

Quinta-feira, 09.03.17

 

barca.jpg

 

O que é se pode escrever depois do milagre ontem ocorrido em Camp Nou? Que não foi um milagre. Que a equipa francesa se amedrontou perante o teatro cénico que foi montado pelos catalães, que Neymar subiu aos píncaros da montanha da genialidade onde um dia destes se sentará para toda a eternidade, que Luis Enrique acreditou com uma força e uma fé que derrubou a robustez dos Alpes franceses, que entre os 87 e os 95 minutos o tempo parou e os jogadores catalães pairaram sobre um rio de franceses esmagados pela força do destino, que Sergi Roberto, o filho da casa, ainda agora não acredita como chegou à bola do sexto golo embora não tivesse outra hipótese que não fosse tocar-lhe com a ponta da chuteira, no milésimo de segundo certo, com a força e a direção que não deixaram margem para dúvidas. Como não amar o futebol?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 14:36

A falta que faz gente desta estirpe

Terça-feira, 07.03.17

 

z_a falta que faz gente desta estirpe.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:06

Bardamerda para a escassez de amor e o excesso de ódio

Segunda-feira, 06.03.17

 

z_leao.jpg

 

Quero-te assim, meu querido leão, cheio de garra e energia, sem receio do mundo e dos outros, sempre em busca da glória! Quero que venças sem atropelar os outros, sem os odiar. Quero que venças com amor, porque és melhor e não porque odeias com mais força! Vencer não significa esmagar, ter adversários não é o mesmo que ter inimigos. Se só te amar a ti contra tudo e contra todos nunca vencerei nada porque os outros não serão adversários mas sim meros alvos a abater. Não estarei a competir mas sim a guerrear, não saberei dar um abraço depois de uma contenda justa e aguerrida. E eu quero que o meu Sporting seja isso, quero que os meus filhos cresçam sabendo que o seu Sporting é um clube com garra mas com coração, que ama bem mais do que odeia. Veja lá isso Presidente, experimente pensar antes de falar. Dizem que por vezes dá frutos proveitosos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:20

Hey babe...

Quarta-feira, 01.03.17

 

z_hey babe.jpg

 

Por vezes, mais do que necessário, é essencial para a sanidade e a sobrevivência como pessoa, como pessoa em toda a sua dimensão, sair da já tão falada zona de conforto, dar um passo bem para lá do que conhecemos, sentir o desconhecido, arriscar, expandir o corpo e as sensações para lá dos medos conhecidos, descobrir novos medos e novos mundos. Se nunca nos predispusermos ao que é novo nunca saberemos se conseguimos sair de nós, de ser mais do que o que conhecemos de nós, nunca deixaremos de ter aquela dúvida que nos atormentará até à cova: haveria mais felicidade para lá da cortina do medo e da aparente escuridão que ela ocultava?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:51

A nossa Sara - muito mais que um corpo

Terça-feira, 28.02.17

 

z_sara.jpg

 

"She’s a mess of gorgeous chaos and you can see it in her eyes."

 

Por Charles Bukowski

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:19





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog