Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Desenrascanço (obrigado pela dica, Didi)

Sábado, 31.01.09

From Wikipedia

 

Desenrascanço (impossible translation into English) is a Portuguese word used in certain specific contexts and situations. It is used to express an ability to solve a problem without the adequate tools or proper technique to do so, and by use of sometimes imaginative resourcefulness when facing new situations. Achieved when resulting in a hypothetical good-enough solution. When that good solution escapes us we get a failure. Most Portuguese people strongly believe it to be one of their most valued virtues and a living part of their culture. However, some critics (...) are of the opinion that the concept is related to the discoveries period of the 15th century. But sceptics doubt there is any substantial proof of that relation.

In the 16th and 17th centuries it was very common for other exploring nations, such as the Dutch, to bring a Portuguese national along during the voyages, because the Portuguese were allegedly the most skilled and knowledgeable in the proper handling of the occasional emergency aboard the ship when the control of the vessel was given to them (what is known among the Portuguese as 'desenrascanço'). Desenrascanço is in fact the opposite of planning: it's managing that any problem does not get completely out of hand and beyond solution.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:49

Mais 10 inequívocas razões para amarmos o futebol

Sexta-feira, 30.01.09

Para nos abstrairmos das preocupações mundanas, nada como boçalizar um bocadinho, descansar o pensamento e deixar-nos levar pelas loucuras do desporto rei. Chamo especial atenção para o facto de, afinal, haver mais do que um n.º 10 na Argentina que tem tudo para nos extasiar com a sua arte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:23

É UM LEÃOZINHO!!!!!!!!

Quinta-feira, 29.01.09

 

Não é fácil descrever o que se sente quando se vê a primeira ecografia. Imagino quando sair cá para fora...Mas sim, é um sportinguista!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:01

Teatro de Sabbath (pérola 3) - A inequívoca prova de que não fazemos ideia...

Quarta-feira, 28.01.09

 

 

"Quando saímos e vemos toda a gente vestida, temos a certeza de que ninguém faz a mínima ideia do motivo porque nasceu e de que, com ou sem consciência disso, as pessoas estão perpetuamente a representar um papel num drama. Vestir cadáveres é o que realmente denuncia os grandes pensadores que nós somos."

 

 

 

A fotografia é mórbida e teatral o quanto baste, pode mesmo afirmar-se que é de profundo mau gosto. Mas é reveladora da nossa preocupação em garantir o conforto dos nossos entes queridos que já nos deixaram. Porque somos impotentes para contornar o destino sem retorno afundamo-nos em rituais ancestrais, em pequenos consolos que nos nos despem das vestes racionais. Estamos agora na mais pura nudez: frágeis e despojados da razão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 21:40

Al Gore sou eu e tu

Segunda-feira, 26.01.09

 

Tenho pouca paciência para os cenários catastrofistas elaborados por um determinado tipo de ambientalistas. Contudo, reflectindo profundamente sobre o precioso estudo científico singelamente representado na fotografia acima, começo a pensar que a pandilha do Al Gore and friends até terá alguma razão.

 

Al Gore sou eu e tuuuuu, Al Gore sou eu e tuuuuuuu!!!!!

Vamos salvar a terra,

o planeta azul,

lalalalalala.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:11

Da série: uma imagem vale mais do que duas horas de filme

Domingo, 25.01.09

Por acaso, o Lost in Translation nem faz jus ao título deste post, uma vez que o filme é até bastante jeitoso. Mas, caso não o fosse, a nossa Scarlett torná-lo-ia numa obra-prima.

 

Fiquem então com esta diva que, apesar de pertencer aos tempos modernos, é uma deusa intemporal. As imagens são do filme e, por si só, garantem que ficamos presos ao écran.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:07

Como se diz em espanhol: A culpa nunca morrerá solteira desde que não recaia sobre mim?

Sábado, 24.01.09


Quique arrasa Reyes : «Sobram capas de jornais e falta rendimento»

 

Quique Flores não escondeu enorme desagrado em relação ao rendimento de Jose Antonio Reyes, no final do jogo com o Belenenses (0-0), justificando assim o facto de o espanhol ter começado no banco.


«O Reyes tem de perceber que, se não joga de início, é porque há um problema», começou por dizer o técnico. «Estou desiludido. Em relação ao Reyes sobram capas de jornais e falta rendimento», acrescentou.
In http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=1035878&div_id=1456


Provavalmente vou-me esquecer de alguém, mas contas por alto, deixa lá ver os tipos que o Quique já queimou no Benfica quando as coisas deram para o torto:


Quim: De titular a proscrito, ou como um guarda-redes que era uma referência na Luz é desfeito enquanto o diabo esfrega um olho.


Cardoso: Já ninguém se lembra da fortuna que o Tacuara custou. Quique transformou a maior esperança benfiquista dos últimos anos na arte de marcar golos, num Nuno Gomes mais alto, mais magro, mais lento (o que já de si não é tarefa fácil). A culpa claro, é do jogador, nunca do treinador que conseguiu fazer de um grande ponta de lança um jogador descontente, quase mal amado por quem há poucos meses o idolatrava.


Bynia: Quique deu a entender que era fraco mentalmente por ser expulso num jogo que não conseguiu ganhar contra o então último, mas pôs de parte a ideia de que foi pouco hábil quando não substituiu atempadamente um jogador viril e com conhecido pouco discernimento.


Leo: Muito antes dos problemas familiares do baixinho já Quique tinha avançado com a política de terra queimada. O melhor defesa esquerdo que nos últimos anos passou pelo Benfica esfumou-se…


Balboa: Sim, é um flop. Mas lembram-se das esperançosas declarações no início da época? Pois, afinal a coisa deu para o torto. A culpa, claro, é do pretinho que não se esforça. E quem não tem o mínimo de responsabilidade na coisa? Isso, isso, adivinharam, todos menos o sobrinho da Lola Flores.


É das coisas mais odiosas num grupo de trabalho, a incapacidade de partilhar responsabilidades, a capacidade de encontrar bodes expiatórios. Lá diz o povo e com razão: de Espanha, nem bons ventos nem bons casamentos. Cuidado Rui Costa, que a noiva já chegou ao altar desonrada…
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 11:07

Teatro de Sabbath (pérola 2) - A doença mais desejada

Sexta-feira, 23.01.09

 

"Propõe-se que a felicidade seja classificada como perturbação psiquiátrica e incluída em futuras edições dos manuais de diagnóstico especializados sob a nova designação de: importante perturbação afectiva, do tipo agradável. Numa resenha da literatura relevante está demonstrado que a felicidade é estatisticamente anormal, consiste num discreto aglomerado de sintomas. Está associada a uma ordem de anomalias cognitivas e provavelmente reflecte o funcionamento anormal do sistema nervoso central. Persiste uma possível objecção a esta proposta: a de que a felicidade não é avaliada negativamente. No entanto, esta objecção é rejeitada como sendo cientificamente irrelevante."
 
No contexto do livro esta definição é referida como constando de uma publicação científica. Tenho dúvidas que na realidade assim o seja e também não tentei confirmar a veracidade da coisa. Mas o que realmente me interessa é divagar sobre o fulcro da questão em análise: é a felicidade uma anormalidade nos dias que correm?
Se não é, a malta disfarça muito mal. Em todo o lado nos cruzamos com semblantes pesados, caras fechadas, zombies que se arrastam diariamente como que por obrigação, como se o peso do mundo lhes fosse insuportável.
 
Os que mais me mexem com os nervos são aqueles que têm tudo para ser felizes e, por mais que tenham, parece que cada vez mais mergulham na trampa de vida que julgam ter-lhes sido irremediavelmente traçada pelo destino. Foda-se, aprendam a ser felizes, libertem-se das grilhetas que vos prendem os sorrisos!
 
Bom, felizmente há o bolaseletras para dar uma ajudinha na árdua tarefa. Descansem, o que se segue é fácil, barato, e pode realmente fazer-vos felizes:
 
Os 10 Mandamentos do bolaseletras para uma vida feliz:
 
1. Não fujas da vida. Se fugires, vive ao menos essa evasão.
2. Se encontrares a mulher da tua vida, não a deixes fugir, não a largues por nada, não cedas à ilusão de facilidade que uma vida sem compromissos parece apresentar. Mais certo que a morte só isto: se a perderes, nunca mais a felicidade se cruzará no teu caminho.
3. Se não encontrares a mulher da tua vida deixa fugir todas as outras. Se te quiseres iludir com o conforto que é não estar sozinho, a felicidade que apregoas será uma máscara para o mundo e não uma fogueira que arde no teu peito.
4. Procura fugir às acções motivadas por simples obrigações sociais ou morais que contrariam a tua vontade ou convicções. Sempre que agimos contra nós próprios estamos a afundar-nos em graus progressivos de infelicidade. Atenção, tudo com conta peso e medida. Infelizmente, não convém levar a coisa ao extremo e passar os dias na cama a faltar ao emprego ou nunca mais ir visitar a sogra ao Domingo.
5. Nunca, mas nunca troques de clube. A fidelidade clubística é a prova decisiva de que mereces ser feliz. Claro, a não ser que sejas lampião, pois essa sim, é a condenação eterna ao estado de permanente infelicidade.
6. Se o livro que estás a ler é uma bela merda, não insistas, não destruas o prazer da leitura por teimosia. Ou o escritor é ele próprio uma merda, ou então é muito bom mas, como todos nós, tem direito, pelo menos uma vez na vida, a meter a pata na poça à grande.
7. Vive do trabalho mas não para o trabalho. Nunca confundas a obra prima do mestre com a prima do mestre de obras.
8. Mantém os amigos de infância. Esses são aqueles que escolheste no mais puro estado de inocência. Podem ser uns filhos da puta, desiquilibrados, tarados, inúteis, chatos, salafrários, mas são os teus amigos de infância.
9. Sorri a alguém nem que seja só uma vez no dia, mesmo que seja o dia mais fodido que tiveste nos últimos anos.
10. Não sofras demasiado. Lembra-te que se este mundo fosse feito de gente sincera, em todas as nossas lápides deveria estar a seguinte mensagem para a posteridade: foram mais as que quis dar do que as que dei. Portanto, deixa lá isso, para a próxima correrá melhor.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:14

Teatro de Sabbath (pérola 1) - Persistir Persistir Persistir

Quinta-feira, 22.01.09

 

 

"O cerne da sedução é a persistência. Persistência, o ideal jesuíta. Oitenta por cento das mulheres cedem sob tremenda pressão, se a pressão for persistente. Um tipo tem de se consagrar a foder do mesmo modo que um monge se consagra a Deus.

 

A maioria dos homens tem de relegar o foder para as margens daquilo que definem como interesses mais prementes: a conquista do dinheiro, poder, política, moda e sabe Deus que mais - esquiar, por exemplo. Mas Sabbath simplificara a sua vida e relegara os outros interesses para as margens do foder."

 

Para quem tem as prioridades mal definidas, este poderá ser um excelente contributo para ajudar a meter a "cabeça" na ordem. Serviço público is my middle name.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:21

Força, força, companheiro Vasco!

Terça-feira, 20.01.09

 

 

Um tipo vai dar o seu passeio domingueiro aos Jerónimos, aproveitar as belezas da nossa Lisboa, mas nunca nada é o que parece. Após o passeio pelas cercanias dos Jerónimos, decici ir mostrar os túmulos dos nossos gloriosos antepassados lusitanos a quem os desconhecia. Lá estava o Luís, o nosso Camolas, imponente na sua magnífica sepultura.

 

Olha ali o Vasco da Gama, esse fabuloso navegador! Mas...mas...então não é que enterraram o nosso Vasco de tenda armada, qual adolescente acampado numa praia de nudistas? Decididamente, este país não é de confiança...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:20


Pág. 1/3





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog