Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A chuva não é eterna

Segunda-feira, 30.09.13

 

 

Agora que o Verão realmente partiu para outras coordenadas lamentamos não ter absorvido com todos os sentidos o poder ilimitado da estação do sol, do mar, da pura sensualidade. Rebobinamos os mergulhos passados e percebemos que não glorificámos devidamente cada minuto que comungámos com o mar, o toque único do sal e do sol na pele, o ardor nos olhos, o silêncio único e irrepetível que se escondia sob a superfície do manto azul. Agora que o sol não mais se deitará fora de horas carpimos as mágoas de não termos desfrutado de todos aqueles definhares únicos, daquela entrega lenta e mágica que nos cegava de emoção. Agora que os utópicos amores de Verão taparam o corpo com algodão, fibras rudes ou lãs sufocantes suspiramos por não termos perseguido até ao desespero o privilégio de tocar naquela pele perfeita. Agora que os sorrisos de circunstância são o mais perto da felicidade que estamos em 95% do tempo dos nossos dias pós Verão, sabemos que devíamos ter enlouquecido junto com o sol abrasador, que devíamos ter gargalhado na cara das circunstâncias e partido a puta da loiça toda. Agora é esperar porque a chuva não é eterna.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:07

Momentos inesquecíveis de um dia de eleições

Domingo, 29.09.13

 

 

Três momentos marcantes de mais um dia de eleições:
1. A octogenária que votou ao mesmo tempo que eu a gritar para a mesa, enlouquecida: "Mas onde é que assino, ninguém me ajuda???"
2. A alegria do meu pequeno Miguel a depositar os votos na urna e a cumprimentar, com um sorriso que derretia a chuva, os cidadãos sentados nas mesas e que por um dia brincavam aos burocratas circunspectos.
3. Reencontrar à saída da escola onde votámos um velho amigo, benfiquista doente, e assistir ao pequeno Miguel cantar-lhe, com um sorriso, agora malicioso, o clássico "olha a cabeça do lampião, continua a inchar, continua a inchar!".

 

Os dias felizes podem ser tão simples.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:59

Braga 1 - Sporting 2

Sábado, 28.09.13

 

 

Contra todas as previsões, um Porto com pouca graduação e órfão de Moutinho, um Benfica a roçar o patético e embalado no descontrolo emocional de Jorge jesus, já me fazem acreditar que um Sporting ainda ligeiramente tenrinho pode sonhar com algo mais do que assegurar a qualificação para a Champions. A defesa não tem comprometido tragicamente como o ano passado, o meio campo um pouco leve é inteligente e assegura uma mais que razoável circulação de bola. O ataque, bem o ataque tem Montero. Parece pouco? Parece, mas em terra de cegos quem tem olho pode ser rei. Gostei dos centrais, gostei de Cedric tirando um ou outro cruzamento precipitado, e para mim Jefferson é já uma certeza. Montero é uma delícia, é um artista da bola que dá muitos ares de Liedson mas que acrescenta ao faro de golo o facto de pôr o resto da equipa a jogar.

 

No extremo oposto, um Adrien que continua a perder gás, um William Carvalho demasiado macio para o físico que tem e um Carrillo que cada vez mais me convence que dali não vai sair jogador. O que tem de sobra em velocidade e talento natural perde todo o significado pelo que lhe falta de garra, capacidade de decisão e frieza. Slimani não teve muitas oportunidades, é verdade, mas há ali demasiados indícios de que mais do que um pinheiro estaremos perante um tronco à antiga. Leonardo, se fizeres o milagre do século vou a Fátima a pé!~

 

p.s. - Dúvida da noite: qual o impacto nas eleições de 6 milhões de eleitores cuja cabeça continua a inchar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:52

Os pontos nos ii´s, antes que a jangada vá ao fundo

Sexta-feira, 27.09.13

 

 

Tenho uma data de amigos. Não de conhecidos, mas de amigos. Das coisas que me orgulho na vida é de ter muitos e bons amigos. Amigos do bairro da infância, o mítico bairro olivalense onde a malta é toda tão porreira que dificilmente não fica amiga para a vida, amigos das diferentes escolas, de Macau, da faculdade, do trabalho, da vida, da má vida e da boa vida. Malta decente e honesta (mas não parva), inteligente (do chicoespertismo lusitano à sapiência escolástica) e divertida - mesmo quando a vida não está para isso sabem rir-se nas fuças da adversidade. Um desses bons e inspiradores amigos escreveu por terras facebookianas sobre a mais premente problemática jurídico-político-constitucional que embala a nação. Como eu não diria melhor, cá fica e, parece-me, salvo melhor opinião, que é isto tudo e mais nada:

 

“Não costumo debitar aqui toda a minha sapiência (que é imensa, claro está), porque acho que não é o lugar nem o modo mais adequados, mas àqueles que dizem que o país está a ser governado pelo Tribunal Constitucional, eu lembraria que estamos num Estado de Direito e que, como tal, o poder executivo deve, naturalmente, governar de acordo com o quadro normativo, maxime, constitucional em vigor e o poder judicial fiscalizar o cumprimento desse exercício. Não concordam com o quadro jurídico vigente, altere-se o mesmo. Não façam é dos juízes aquilo que eles não são nem devem ser. E pronto, não vou dizer mais coisas importantes, vou regressar ao meu registo das banalidades.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:16

O zénite da parvoeira

Quinta-feira, 26.09.13

 

 

Hulk, brasileiro que se revelou por terras nipónicas, joga futebol no Zenit de S. Petersburgo, cidade lendária da Rússia. Por lá joga também o luso-venezuelano Danny e o puro lusitano Neto (isto soa um bocadinho xenófobo, mas não era a intenção). Confirmando a tendência multicultural do clube russo, há ainda que realçar no plantel o italiano Criscito, o argentino Ansaldi e o belga Witsel. Da moça em causa não sei a graça nem a origem mas sei que tem uma máquina fotográfica Zenit que, embasbaquemo-nos, é uma marca russa. Este poderá ser, inequivocamente, o zénite (palavra de proveniência árabe) das desculpas esfarrapadas para pespegar aqui pelo blog mais uma moçoila jeitosa, sem dar ares de que sou um depravado e não um esteta preocupado essencialmente com a beleza interior das pessoas, das coisas e das palavras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:43

A saga do boca de sapo que amava a rapariga de lantejoulas

Quarta-feira, 25.09.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:35

Crónicas do mundo da bola - Marionetas, rapazolas e arruaceiros

Terça-feira, 24.09.13

 

 

Os últimos dias futebolísticos vieram confirmar à saciedade uma tese que venho defendendo há já alguns anos: os atuais “donos da bola” do nosso país irão ser os coveiros deste desporto que tanto adoramos e que tão mal é tratado pelos seus supostos líderes. Desde o presidente da Associação de Futebol de Lisboa (que tinha até há uns dias atrás a sorte e o prazer de não fazer ideia quem era) ser um rapazola armado aos cucos, ignorante e pateta, que se diverte a lançar atoardas racistas em redes sociais e que parece ter apanhado uns cascudos certamente merecidos da mafia do norte, até ao novel mister Fonseca que optou por meter no bolso aquela luzidia imagem de novos tempos que parecia ostentar, sujeitando-se a fazer de marioneta da voz do dono da Costa, nada como fechar os eventos do lusopédio com o lustroso comportamento do mister Jesus.

 

 

 

A este, pela importância que o próprio se arvora e que este país lhe dá, dedico um parágrafo. Primeiro, como escrevi há dois dias atrás, parece-me evidente que se não tivessem existido imagens flagrantes e vozes revoltadas com a inércia da polícia no momento das malfeitorias de JJ, o assunto seria varrido para baixo do tapete dos 6 milhões, porque são muitos €€€ para comprar jornais e a subscrever canais televisivos. Não tenho nada de especial contra Jorge Jesus, até me divirto com a sua linguagem popularucha que não nos deixa esquecer a verdadeira média da escolaridade/literacia que ainda predomina no nosso país. Apenas me bule com os nervos o facto deste artista achar que, pela posição que ocupa, pode fazer o que bem lhe apetecer para ficar bem visto nos corações benfiquistas que tanto fez sangrar no ano transacto. Podem dizer que o homem apenas quis defender um adepto de um comportamento que julgou abusivo das forças de segurança, mas para isso bastaria tentar chegar à fala com as mesmas sem aquele comportamento claramente violento, intimidatório e instigador de mais violência por parte de quem assistia. O Benfica tem há anos um arruaceiro como treinador, uma daquelas pessoas que numa discussão de trânsito é capaz de deixar-se descontrolar ao ponto de sacar de um bastão e rachar o crânio ao automobilista que o irritou. Sempre achei que toda a gente merece uma segunda oportunidade, mas nunca vi isso como sinónimo de se deixar por punir o que deve ser punido. Vejamos o que sai daqui, se de uma vez as entidades administrativas/desportivas/judiciais deste país passam a cumprir com rigor o que lhes é exigido por lei e deixam de se vergar à voz do dono.

 

P.s. – Enquanto isso, no Sporting, Leonardo Jardim considera uma hipocrisia os grandes queixarem-se da arbitragem, isto depois do clube ter sido prejudicado por um penaltie claro não assinalado a seu favor. Provavelmente, no estado em que se encontra o nosso futebol esta estratégia de honestidade não beneficiará o clube (falta aqui a tradicional ameaça, choradinho e tentativa de influenciar os árbitros), mas não deixo de me sentir cada vez mais orgulhoso por pertencer a este grande clube. Em grande, Leonardo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:39

Last call

Segunda-feira, 23.09.13

   

 

Fez por esquecer o número de vezes que se levantou da mesa do restaurante para ligar aquele maldito número. A comida fria e a vergonha de se sentir observada, a sensação de mais não ser que um desprezível objecto da piedade alheia, não se aproximavam da dor de, mais uma vez, sentir na pele que as prioridades dele não coincidiam com a sua pessoa. Jurou que seria a última vez que esmagaria nas mãos feridas pela humilhação aquele amor doentio, aquele vício inexplicável e imerecido. Não mais voltaria a delirar nos seus braços magnéticos, não mais o enlouqueceria de prazer e se entregaria como nunca se entregou a ninguém. Mais do que a ele tinha que se amar a si própria. Cada minuto mais que esperava, cada viagem até ao maldito telefone era uma traição à mulher que desejava ser. São incontáveis as vezes que mentimos a nós próprios, são insondáveis os desvarios que levam aos caminhos do prazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:33

Jorge, um homem acima da lei?

Domingo, 22.09.13

 

 

Pergunta da noite: Se fosse eu a fazer o que Jorge Jesus fez esta noite em Guimarães, empurrando e insultando polícias e seguranças, teria o mesmo tratamento? A igualdade perante a lei, esse mito lusitano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:31

Sporting 1 - Rio Ave 1

Sábado, 21.09.13

 

 

Como é habitual ser dito por um qualquer dos eternamente desinteressantes treinadores do nosso futebol, nem ontem éramos uma equipa fantástica nem hoje somos a pior do mundo. O Sporting é uma equipa em construção, com alguns muito bons valores, a maior parte deles a despontar, logo, sujeitos a naturais variações exibicionais. O que correu menos bem hoje? Eric Dier, desejado por meia Inglaterra pelo que se diz, tem ainda um longo caminho a percorrer para ser um central de elite. Hoje faltou-lhe calma e menos vedetismo o que, como é sabido, não é nada aconselhável para um central. No meio campo gostei mais de André Martins do que habitual, e gostei bem menos de Adrien e de William Carvalho. O primeiro porque parece estar a retroceder em termos físicos e consequentemente na inteligência posicional que punha em campo, o segundo porque não sei se não terá sido afectado pelas intempestivas loas que lhe têm tecido. Hoje faltou-lhe velocidade e intensidade, espero sinceramente que tenha sido passageiro.

 

Lá à frente, Capel, por mais puxões e empurrões que dê ao jogo, terá sempre o handicap de não levantar a cabeça para o céu e para o jogador mais bem posicionado, preferindo sempre olhar para a bola e a relva. Carrillo continua com graves problemas em escolher o melhor caminho e decisão (não chega a rapidez e a arte, rapaz), pelo que a óptima exibição de Wilson Eduardo e a ratice de Montero não foram suficiente para garantir a vitória. Ah, quanto ao penaltie que o Xor Xistra disse envergonhado aos jogadores que reclamavam que “não vi”, compará-lo com foras de jogo milimétricos que não nos foram assinalados em jogos anteriores é patético. Vá rapazes, não desanimem, para a frente é o caminho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:24


Pág. 1/4





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog