Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conselhos para 2018

Sexta-feira, 29.12.17

MAIS POESIA 

poesia.jpg

 

  DEIXAR O SOL ENTRAR 

Deixar o sol entrar.jpg

 

  NÃO DAR PÉROLAS A PORCOS

pérolas a porcos.jpg

 

 PRIVILEGIAR A LEITURA

privilegiar a leitura.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:43

O plano

Quinta-feira, 28.12.17

 

ano.jpg

 

Aproxima-se novamente aquela maravilhosa altura do ano em que os planos de mudança rejubilam nas nossas mentes crentes e nas redes sociais, em que as certezas de que o homem ou a mulher que seremos amanhã será certamente bem melhor e mais preparado do que o que foi no ano prestes a fenecer. Definimos metas irreais crentes na superação do ser, fechamo-nos numa rota única que nos encaminhará para o tão almejado sucesso, encerramo-nos no quadrado dos nossos longínquos sonhos que, estranha e paradoxalmente, não poderiam ser mais limitados. Planeamos e limitamo-nos a esse rumo pré-definido como se não vivêssemos num mundo em constante e imparável mutação/ebulição, desconhecendo que o melhor plano só poderá ser aquele em que dizemos para nós mesmos: vou estar preparado para o desconhecido, vou ser flexível como um elástico para não quebrar ao primeiro desvio de rota. O plano é não ter plano, é gizar um plano a cada segundo, é destruir o plano pelas mãos de um novo plano. O plano é vivermos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:55

Feliz Natal

Sexta-feira, 22.12.17

1df72fe8-9f0d-4d25-af33-2c1487722370 (1).jpg

 

Minhas queridas amigas, meus bons amigos, meus escassos mas fiéis leitores. O tempo e a falta dele, o trabalho e a criançada não me têm deixado muito tempo para esta tasca gourmet de palavras e de ócios. O ócio está hoje na cauda da cadeia alimentar que a sociedade nos serve, mas há a esperança que o próximo ano nos traga algo de renovador. Que estes dias que se aproximam vos encham os corações de pacotes de alegria e, se a coisa não for assim tão líquida, que pelo menos um pacotinho de manteiga vos ponham no sapatinho, pois já a Maria Schneider sabia bem que por vezes nada como uma ajudinha para ajudar a ultrapassar as agruras da vida. Sei que os votos têm este toque de humor negro, que há quem apelide de mau gosto, mas se calhar é isto que o mundo precisa: um bocadinho menos de vontade de sermos todos muito politicamente correctos, um abre olhos para dizermos o que realmente sentimos e ao que vamos. Feliz Natal, meus amigos, do fundo do coração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:28

A mulher, pelos olhos de Christian Coigny

Quinta-feira, 07.12.17

 

Por entre os meandros do mundo virtual cruzei-me com a arte de Christian Coigny, um fotógrafo suíço que, pelo que fui debicando aqui e ali, é conhecido por ser um esteta da fotografia feminina, tal como Vermeer o era da arte de retratar as mulheres numa tela. O seu foco é retratar as mulheres com um profundo sentido de intimidade, mistério e delicado respeito. Os gestos simples das mulheres ganham pela sua lente uma complexidade elegante que permite beber ainda mais nitidamente a essência da sua beleza.

Pelos seus olhos, uma mulher a contemplar um vaso envolve-nos numa serenidade duradoura, as paisagens mais belas dissolvem-se e enriquecem a magia indefinida e viciante dos contornos femininos, um corpo reclinado na cama é um convite a uma morte feliz pois sabemos que poderia ser aquele o derradeiro momento da nossa existência.

 

20.jpg

 

21.jpg

 

22.jpg

 

23.png

 

24.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:14

Alentejo

Terça-feira, 05.12.17

 

marvão.jpg

 

Fim de semana prolongado muito bem aproveitado para mostrar aos herdeiros as belezas e desgraças do Alentejo profundo. Palmilhar a bela e fria Portalegre, perder o olhar nos campos, explicar a dinâmica do corte da cortiça e o porquê dos números nos troncos dos sobreiros, não ter palavras para explicar o porquê da magreza de vacas, bois, ovelhas e touros, devorar migas, coelho com almíscaros e demais petiscos alentejanos, sentir a estranheza deles pelo facto de tão belo parque infantil em Arronches estar deserto de miúdos, as ruas desertas porque os velhos não saem de casa com tanto frio, explorar ávida e loucamente cada recanto do belíssimo castelo de Marvão, sentir que o frio é algo que afeta adultos que não estão possuídos pela energia dos tenros anos e pela curiosidade infindável de quem tudo quer devorar. Belo e triste Alentejo, e talvez tão belo porque tão triste.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:40





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters


favorito


links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

pesquisar

Pesquisar no Blog