Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Parabéns Briosa!

Domingo, 20.05.12

 

 

Primeiro que tudo destacar o jogo corajoso e de entrega total da Briosa. Uma entrada em campo cheia de ambição, um regresso na segunda parte que só não decidiu o jogo pela inépcia de Edinho. E um Adrien gigante, um rapaz a quem desculpo as palavras menos felizes, pois é compreensível alguma revolta por não ter tido lugar no meio campo do Sporting quando por lá andam André Santos, Carriço, o próprio Elias. Saiba o Sporting reabilitar para a equipa este óptimo jogador. Quanto ao Sporting, este foi um jogo perfeito para Sá Pinto perceber com quem pode contar para ir para a selva. E foram poucos, infelizmente, mas não me apetece alongar-me muito sobre isso. Prefiro dar os parabéns à Académica e aos meus bons amigos conimbricences. Que desfrutem desta vitória e que bebam uma taça por mim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:11


53 comentários

De Teresa a 20.05.2012 às 20:05

Só vi um pouco do jogo e fez-me impressão ver que os jogadores já estavam de férias há duas semanas e que vieram só fazer um favor. Sá Pinto e o Sporting não mereciam isto. O Pedro e os Sportinguistas que apoiaram até hoje, não mereciam.

É como dizes - é uma Selva.

Para piorar a azia tenho de "levar" com uma soberba/má educação do presidente da Académica e os comentários do Peseiro e Costinha. Desisto!


Como soube que o Sporting tinha perdido?! Pelos urros de felicidade dos maiores da aldeia...


Por isso parem que eu quero MESMO sair

De bolaseletras a 20.05.2012 às 21:53

Este jogo é o mais importante para preparar toda a época. Porque estão lá todos os erros de uma época, tudo o que uma equipa não deve ser, todos os vícios de atitude que temos que eliminar. Quanto ao presidente da Académica, é um pobre coitado, a Académica é muito maior do que ele.

De Flor a 20.05.2012 às 22:18

É a vida. Saber perder...

De Pedro Nogueira a 20.05.2012 às 23:55

A Teresa disse tudo.
"os jogadores já estavam de férias há duas semanas e vieram só fazer um favor"
Nada que eu não suspeitasse que fosse acontecer.
Só não adivinho os números do totoloto.
Parabéns à Académica que fez mais com menos.

De Teresa a 21.05.2012 às 10:09

Mas esses é que valia a pena


Eu tenho a mania de ler os títulos dos jornais e antes de chegar ao final o meu cérebro completa como o QUE DEVIA SER :dizelacommodéstia:.

Dizia um Pasquim:

"Final foi palco de manifesto...." e o meu cérebro completou - Infantil!!!!!!

Era estudantil, mas como pensei que se referissem ao Sporting, o cérebro levou a melhor . Portaram-se como canalha que quer tudo menos estar ali... logo havia o sol de estar a brilhar e eles a sonharem com Algarviadas


É, também, um tique cultural. Há pessoas que vão trabalhar no último dia antes de férias já trajados para uma sardinhada no quintal do vizinho, faz-se a festa da Catequese antes do final do ano e na semana seguinte mais de metade da turma nem aparece... já aos estudantes é conhecida a mania de estudar para o exame . Tudo, portanto, como antes e sempre.

De Pedro Nogueira a 21.05.2012 às 13:01

Tal e qual, Teresa, tal e qual.
Qual noite da má língua, qual quê. Se nos metessem num programa do género o país pegava fogo.

…não pela má língua mas pelas verdades. O portuga não gosta muito de as ouvir.

De Maria a 21.05.2012 às 09:38

Para melhorar a azia vá ao Pingo Doce que hoje tem 50% de desconto no melão.

De Teresa a 21.05.2012 às 10:15




O meu truque contra a azia é outro - Sexo e Violência!


Sim, acertou, vi um episódio inteirinho do Spartacus.

De Nuno a 21.05.2012 às 15:08

Teresa, o que entende por má educação do presidente da Académica?

De Teresa a 21.05.2012 às 16:00

Coisas minhas, Nuno.

De velha guarda.

Mas como disse, vi pouco.


Liguei o canal e estava o senhor a aparafusar a taça (caiu? tentaram tirar-lha?! ) e o repórter fazia aquelas perguntas da praxe e ele sem nunca se virar para quem o estava a entrevistar respondia de uma forma que enquanto eu crescia - e antes do estalo - se dizia "por cima da burra": não respondendo ao que se lhe pergunta, com um tom ressabiado dando a entender - sem explicar - manobras esquisitas de alguém que quando não explicadas não só não elucidam quem ouve como lançam macaquinhos no sótão... e já há tantos (macaquinhos - em todos os jogos, em todos os clubes) e ele terá (tido) tantos momentos para vir a terreiro denunciá-los que o todo - linguagem corporal, tom, innuendo - lhe deu um ar de soberba/má educação que a Académica não precisava na sua hora dourada!



Mas quem me conhece (e quem não conhece) sabe que eu ligo imenso a estas coisas. Que não têm importância nenhuma .... mas que não deixam de ficar gravados para a posteridade.


Aquele não era o momento! Aquele momento era de alegria e festividade!



A sério que, durante alguns segundos, pensei que alguém tivesse tentado tirar a taça ao homem (a taça estragada e o homem como os azeites? Vai lá vai!!!). Aquele João Pereira era menino para isso


De Nuno a 21.05.2012 às 16:56

Compreendo. Mas ter um troféu desaparafusado na mão (ainda que seja uma réplica) não é propriamente confortável, sobretudo no meio do relvado e com tanta gente a ver em casa. É uma "bronca". Lembre-se do Sérgio Ramos do R. Madrid, que deixou cair a taça do rei do autocarro... é verdadeiramente embaraçoso. Só digo que era preciso resolver aquilo rapidamente com pouca conversa. Enfim, eu que o conheço não estranho aquilo de maneira nenhuma. É muito simples e terra-a-terra. Mais: reconheci uma certa aversão a "aparecer" e registei isso com satisfação, embora seja difícil manter essa postura quando se ganha uma taça de portugal. Vi-o a dar uma volta ao estádio e a cumprimentar as pessoas com alegria. Quanto aos innuendos dele: acho que foram uma respsota aos innuendos do jornalista... :P Desculpe fazer de "advogado do diabo" neste aspecto...

De Teresa a 21.05.2012 às 17:39

Não há problema nenhum. De fazer de advogado, quero dizer...

É como diz, era um dia/momento/oportunidade muito intenso e ele não conseguiu mostrar como era a quem não o conhecia. Quando há esse risco, o melhor é ir pelo seguro e responder uma mão cheia de nadas com um sorriso. O futebol também é política.

Na minha opinião, claro.

O mais importante é (para) o Clube e a Cidade que festejou com ele e o conhece. Mas para quem se quer maior do que esta Taça outra atitude é de esperar e desejar.

Olha como reagiu o Sérgio Ramos a uma bronca bem maior?!?!... tivesse ele reagido na linha do Presidente e estava feito. Até o comiam

Abraço,
Teresa

De Anónimo a 20.05.2012 às 21:05

Ó Bolas, muda lá as Letras ao "disfrutem". Isso não se escreve assim. Quanto ao Sá Pinto, os poucos que podiam ir com ele para a selva, devem é mudar de clube.

De bolaseletras a 20.05.2012 às 21:51

Bem visto, foi da desilusão;). Vou trocar, sim.

De Lynce a 20.05.2012 às 21:31

Coimbra. Onde os estudantes são a cidade e a cidade são os estudantes. Coimbra. Onde o clube já foi os estudantes e os estudantes já foram o clube. Coimbra, Académica e Estudantes, três entidades que se fundem numa só. Hoje já não é exactamente assim, como nos meus tempos de Estudante, mas algo ainda permanece.
Parabéns, Briosa!

De Anónimo a 20.05.2012 às 22:04

Agora, aos 73 anos, fui cobarde. Fui cobarde porque, como Português que se presa, fugi ao adágio "não há duas sem três" e lembrando-me do célebre jogo com o Setúbal em que perdemos após o 2º prolongamento e, posteriormente, com o SLBenfica, foram 2 finais que me ficaram na memória e, agora, que já tinha bilhete para ir com a malta, recuei, recuei, no fatídico provérbio. Agora que festejo o triunfo penso: E SE EU LÁ TENHO IDO?????.
Fico-me por aqui. Um abraço para toda a malta e VIVA A ACADÉMICA
Um Conimbricense no Cacém

De bolaseletras a 20.05.2012 às 22:13

Eu também não pude ir e fiquei triste. Mas parabéns, e festeje, e fique feliz!

De Lynce a 21.05.2012 às 10:50

Não se trata de cobardia, se calhar, foi apenas a descrença que o impediu de se deslocar ao Jamor. Mas ainda que distante, ser da Académica é algo que não se explica, sente-se. É ter orgulho, é acreditar, é ser solidário, é ter paixão... É um estado de alma!
VIVA A BRIOSA!

De Anónimo a 21.05.2012 às 20:07

MAS QUAL ACADEMICA A VERDADEIRA QUE JOGA NO ESTADIO UNIVERSITARIO E QUE NA SEMANA PASSADA VIU PUBLICADA DO DIARIO DE COIMNRA A SUA FOTOGRAFIA POFR TER GANHO A TAÇA DISCIPLINA DA DIVISÃO DE HONRA, ESSES SIM OS VERDADEIROS HERDEIROS DAQUELA QUE EM 69 FUI VER AO JAMOR

De Dona Urraca a 20.05.2012 às 22:11

Tenho 83 anos e estudei na velha "alma mater" são tempos que não se esquecem quando há uma alegria destas ficamos mais novos.Deixem-se de coisas...Coimbra é Coimbra e mesmo não percebendo ,nem sequer gostando de futebol,como éramos educadas as meninas do meu tempo,não posso deixar de vibrar coom esta vitória.Viva a Académica!!!

De bolaseletras a 20.05.2012 às 22:14

Parabéns e viva a eterna Académica!

De Flor a 20.05.2012 às 22:22

Vi uma final da Académica com o V.Setúbal há muitos anos. Hoje recordei esses anos. Foi bom. Parabéns Académica!!!

De Anónimo a 20.05.2012 às 22:44

Como foi possivel que o o Sporting não tenha ganho a uma equipapraticamente da 2ª.divisão, foi por pouco, safaram-se nas ultimas jornadas como é costume. A maioria dos jogadores do Sporting não têm categoria para jogarem em Alvalade, para se conseguir o 3º ou 4º. lugar basta jogar com jogadores só portugueses, não se contraiem dividas, ainda este ano foram mais uma vez campeões nacionais de juniores.
Quanto á Académica OAF, deixem de lhes chamarem estudantes, pois, são uma equipa profissional, os verdadeiros estudantes jogam na secção de futebol no estadio universitario.

De Luis a 20.05.2012 às 23:50

Tocaste agora num ponto muito importante...juniores (e campeões nacionais), jogadores portugueses e dividas...ninguém me convence que o SCP não faria melhor se recorresse essencialmente à prata da casa, que tem qualidade. Pode por vezes demorar um pouco a produzir resultados, mas o tempo que o SCP já perdeu com outras soluções (contrair dividas a contratar estrangeiros) e com os resultados que se vêm, eu apostaria na primeira hipótese

De anónimo a 23.05.2012 às 11:46

AH! AH! AH! AH! AH! AH! AH! AH! AH! AH!........................................

De Bravo! a 20.05.2012 às 23:55

Justissíma vitória, e podia ter sido por 2 golos de diferença.
E não menos importante - as claques dos ditos clubes grandes, deviam ter tirado bons apontamentos da claque da Académica, que mostrou ( mais uma vez e se fosse preciso ), o que é participar num jogo de futebol, com uma postura muito própria, ordeira, desportista e divertida.
Duas lições num só jogo. Bravo !!!

De Helena a 21.05.2012 às 01:33

Foi bonito ver a Académica ganhar. É bonito ver como, bem lá no fundo, somos todos um pouco academistas. Imagino q hoje muitos adeptos do Sporting se sentiram divididos. A Académica é uma mística, é uma bandeira, é uma saudade, é uma esperança e é muiiiiita fé..
PARABÉNS aos vencedores e HONRA aos vencidos.

De Merlo a 21.05.2012 às 09:01

Os vencidos e tanto quanto pude apreciar in loco, de honra não tiveram nada.
Humilhados e vergados, isso sim.
Mas coerentes com o que foram este ano. Acabaram como principiaram, isto é, a levar no lombo.

De Cri a 21.05.2012 às 10:37

A Académica não é um clube de futebol , É UM ESTADO DE ESPIRITO!

VIVA A BRIOSA!

De Paulo a 21.05.2012 às 11:37

Antes de mais Parabéns à Académica, no entanto se compreendo os sportinguistas, porque eu se não fui ao Jamor e sou sócio da Académica já vão para 28 anos, foi porque desde que os jogadores da Briosa garantiram a passagem á final da Taça, não mais jogaram com determinação e garra no Campeonato fazendo uma triste figura e deixando-me a mim e aos outros sócios com a impressão que já só tinham cabeça para a final do Jamor. Acabaram por se safar nas últimas 2 jornadas e na final de ontem demonstraram que foram pouco profissionais e que a atitude de ontem não deveria ter desaparecido em Fevereiro para só voltar à cerca de 2 semanas. O Sporting ontem foi a imagem da Académica nos últimos 2 meses, sobranceiro e sem vontade. No entanto acho que a vitória é perfeitamente justa, vibrei porque a Académica é mais do que um clube, é um estado de alma, e sofrerei sempre pela Briosa.

De esmeralda a 21.05.2012 às 12:14

Caro Paulo, lamento a sua maneira de ver. Fui a todos os jogos da Académica e, em vários, só faltou a pontinha de sorte! Fez grandes jogos. Tenho muitas vezes de abandonar o meu lugar e ir ver o jogo para outro sítio, por causa da maneira agoirenta dos companheiros de bancada reagirem. Não suporto. Parecem mais adeptos da outra equipa! Agora é bom lembrar o famigerado "mercado de Inverno" que desfalcou a Académica numa altura importante do campeonato: Sissoko, Berger, o tristemente célebre Eder... Enfim, a Académica não tem cofres para ter segundas e terceiras escolhas em todos os lugares da equipa! E tem sido assim muitos e muitos anos! Até ao Adrien puseram a cabeça à roda e notou-se no seu rendimento! E depois, não esqueçamos a "verdade desportiva" do futebol em Portugal!!!

De Paulo a 21.05.2012 às 12:47

Cara Esmeralda,
Infelizmente não vivo em Coimbra e por isso raramente consigo ver jogos da Briosa ao vivo. No entanto lembro-me que no tempo que ia ver a situação que retrata estava sempre presente, e também a mim me incomodava. Não deixando de estar de acordo consigo no que ao Mercado de Inverno diz respeito e ao caso Éder, e sabendo das dificuldades da Académica de ombrear com as equipas de orçamentos maiores e com aquelas que não cumprem com as regras desportivas e orçamentais, e também estando de acordo que nalguns jogos não houve uma pontinha de sorte e noutros existiram erros de julgamento das equipas de arbitragem que prejudicaram a Académica, também deve concordar que nalguns casos a equipa só jogou ou meia-parte, ou 20 minutos, e nem sempre foi visivel a determinação que ontem pudemos ver, e só essa atitude pode levar a Académica neste e noutros campeonatos a não passar por problemas, porque os outros( financeiros e estruturais) continuarão a existir. Já agora lembro que o próprio Pedro Emanuel referiu nalguns casos esses problemas de atitude e num jogo em Coimbra até fez 3 substituições na primeira parte devido sobretudo a esse aspecto.
Só mais uma dica, o futebol e eu tenho experiência disso, é um mundo muito complicado, conheço os meandros e muitas jogadas que aí existem, mas para quem possui conhecimentos técnicos e experiência de comando sabe que existe um factor que faz a diferença e esse é a ATITUDE.
É com muito gosto que lhe estou a responder, agradeço me ter enviado a sua mensagem, e quero que saiba que para mim a Académica está acima de qualquer diferença de pontos de vista, que quando fundamentados e oportunos são sempre pontos de interesse e servem para aprendermos todos uns com os outros. Viva a BRIOSA.

De Teresa a 21.05.2012 às 13:46

Resta saber, depois desta Prova superada, se o futuro do Pedro Emanuel não passa pelo FC Porto.

Só angústias para o Vítor Pereira!!! e para a Académica que perderia assim mais um dos seus grandes valores.

De Anónimo a 21.05.2012 às 20:11

pODERIAM TER-SE REFORÇADO COM OS JOGADORES ESTUDANTES QUE JOGAM NO ESTADIO UNIVERSITARIO, NÃO GANHAM NADA ERAM BARATOS E DE CERTEZA QUE SENTIAM MAIS A CAMISOLA

De esmeralda a 23.05.2012 às 16:08

Caro Paulo, já tentei 2 vezes responder ao seu comentário. Não chegou nenhuma, segundo creio. Volto a tentar. Começo por transcrever a minha resposta no dia 21: "Obrigada. Sei que assim é. Pedro Emanuel tem sido duro. Houve situações em que interveio sem pudor e sem deixar vir para fora do clube. Casos de expulsões sucessivas (Abdulay e Helder Amaral) em pontos cruciais de jogos e que fizeram a Académica perder pontos. Nem é que sejam jogadores duros. Há grandes exemplos de dureza no futebol português. Pedro Emanuel nem convocava Helder Amaral. Nem para o banco ia. O outro foi para a selecção do país dele, senão acontecia-lhe o mesmo. Adrien andou a fazer péssimos jogos com o "sai/não sai" para o Sporting durante o famigerado mercado de Inverno. Eder foi nitidamente manipulado à sucapa! Já deve ter torcido a orelha. A lesão do João Real e a saída de Berger deram cabo da defesa. Entrou o Orlando cedo demais, não havia grandes escolhas e teve o azar que se viu. João Real entrou a 3/4 jogos do fim e fez a diferença. Durante os festejos em Coimbra Pedro Emanuel não deixou a RTP entrar no autocarro descapotável. Fez muito bem. E fez sempre um bom trabalho, com dedicação, com as hipóteses que tinha, foi frontal, directo, certeiro, educado, teve uma postura sem igual. Cheguei a ter pena dele muitas vezes. Saía desolado. Ao intervalo corria para o balneário e no fim dos jogos era o primeiro a recolher sem se perder em cumprimentos. Nunca culpou terceiros. Enfim, foram muitas as dificuldades que iam surgindo. Acho que até os sócios, alguns, agoiravam a coisa logo de início!
Ontem, andavam lá pelas comemorações uns quantos que parecia que tudo se devia a eles. Uns tipos ligados à política por uma trela, a baterem-se às fotos e às câmaras de TV. Já os ouvi falar mal da Académica e, creia, que ouvi de tudo. E cheguei a ripostar! Atirá-los da varanda da Cãmara abaixo tinha sido boa ideia. Falaremos mais, amigo. Saudações cordiais para si também!

De Paulo a 23.05.2012 às 17:07

Cara Esmeralda, finalmente recebi o seu comentário e não deixo de estar de acordo consigo, da parte do Pedro Emanuel se houve alguma "culpa" foi a de alguma falta de experiência mas admirei sempre o seu discurso e acho que também ele aprendeu e muito este ano. Quanto aos famigerados sócios infelizmente na Académica sempre existiram "esses" senhores, sobretudo aqueles que ligados à politica, viram casaca conforme lhes dá jeito, mas que nestas alturas são os maiores e aparecem sempre. Veremos se no princípio da próxima época se farão notar... No resto espero que a direcção consiga preparar a época de 2012/2013 com tempo e sem estar sujeita aos empresários e que a aposta nos jogadores portugueses se for possível seja para continuar. Saudações Académicas.

De Anónimo a 21.05.2012 às 19:58

Que Aceademica foi ver a verdadeira que são verdadeiros estudantes e jogam no estadio universitario e não ganham milhares, esses e que você e os outros famigerados pseeudo estudantes ou os doutores sinteticos éque deviam apoiarm mas os outros que não têm razão se existir, só possivel por efeitos de vigarice, o antigo CAC, qu evidentemente não são os verdadeiros herdeiros como querem parecer da antiga e verdadeira Academica, essa sim que ainda continua a ter varias modalidades, basquetebol, voleibol, natação etec, oOAF é pura e simplesmente futebol profissional e se não fossem os doutores nunca existiria, não e o clube da cidade ao que eu sei eestudei em coimbra o clube da cidade era o Uniºao de Coimbra, que foi marginzalizado e aniquilidado em prol do oaf.

De esmeralda a 22.05.2012 às 13:42

Não percebi grande coisa! Mas... credo: TANTO RANCOR!

De Paulo a 23.05.2012 às 17:24

Meu caro, deixe-me dizer-lhe somente uma coisa: também eu estudei em Coimbra, vivi em Coimbra, joguei Futebol na Académica, Voleibol, ginástica, Ténis e Basquetebol na AAC mas não tenho o dom da verdade nem culpo o OAF pelo caos que foi a transição após 25 de Abril do clube. Foram vários os dirigentes e politícos culpados dessa situação, não houve dialogo nem vontade de chegar a um entendimento entre AAC( casa mãe) e OAF. Ainda hoje existe um claro afastamento que para mim não faz sentido. E isto por uma razão, os tempos são outros, a AAC( amadores/estudantes) continua e quanto ao União de Coimbra os grandes culpados foram também os próprios dirigentes que levaram o clube à situação de quase falência, agora felizmente parece que com melhoras. Por fim acho que a quem não lhe agrada o OAF( unica maneira de ter futebol profissional em Coimbra) é legitimo não apoiar o clube mas criticar já me parece demais porque se não são sócios, se não vão ver jogos, se não apoiam o clube de alguma maneira, então perdem a coerência e infelizmente neste país muita gente fala do que não sabe e daquilo que não gosta. Eu por mim limito-me a falar daquilo que me diz respeito e de assuntos que tenham a ver comigo com é o caso da Académica.

Comentar post


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters


favorito


links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog