Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Modo de verão: cérebro desligado/voyeur

Terça-feira, 25.07.17

 

10.jpg

 

Sejamos sinceros, curtos e grossos. Ninguém no seu perfeito juízo quer queimar as pestanas em pleno verão, refletir sobre as causas das coisas ou sofrer com a decadência da nação. O estado natural das meninges atingidas pelo torpor do astro rei é o de voyeur, toda a prioridade do corpo e da mente incide na mera contemplação. A poucos dias das merecidas férias o Bolas entrega-se nos braços do dolce fare niente, arma-se com a câmara a tiracolo e assume a posição de voyeur. As palavras passarão a escassear, as imagens de ninfas ao sol salpicadas pelo mar tomarão as rédeas desta tasca com o cérebro amolecido pelo calor. Quem alinha disfrute, quem não gosta meta férias do blog. Começo pela jovem modelo Rafaella Consentino, jovem prendada e dada aos prazeres de verão, que não deixa mentir todos aqueles que defendem que uma imagem vale mais que mil palavras.

 

11.jpg

 

12.jpg

 

13.jpg

 

14.jpg

 

15.jpg

 

16.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:03

Cenas que ou nascem connosco ou mais vale não queimar as pestanas

Segunda-feira, 24.07.17

 

cenas que ou nascem connosco ou mais vale não que

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:22

Tancos - apelo ao optimismo da nação ou quando a desgraça pode ser uma oportunidade

Quinta-feira, 06.07.17

  

10.jpg

 

Somos um povo pessimista como o raio! Mas por que diabo é que um roubozito de umas armas, granadas, explosivos e afins tem obrigatoriamente que ser visto como uma desgraça épica, uma ameaça à segurança nacional ou uma fonte de alimento para os filhos da mãe dos terroristas? Porque não equacionamos nós a hipótese deste material letal ter sido desviado para fins lúdicos, artísticos ou cénicos? Meus amigos, sejamos optimistas e coloquemos a hipótese deste maléfico arsenal ter caído em boas mãos e melhores corpos. O exército da beleza poderá ter escrito direito por linhas tortas!

  

11.jpg

 

12.jpg

 

13.jpg

 

14.jpg

 

15.jpg

 

16.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:43

If you´re going to do it, do it with style

Quinta-feira, 22.06.17

 

p1.jpg

 

p2.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:38

Cabedal, cetim e taninos

Quarta-feira, 14.06.17

 

6.jpg

 

Na esplanada sem graça e sem jeito dois amigos discutiam o porquê de se apaixonarem sempre pelas mulheres erradas, na sua muito particular visão do que era certo ou errado. Um alegava saber a razão de tais desgraças sentimentais, as mesmas se justificando porque sempre, mas sempre contra o bom senso que lhe falava mais baixo do que a luxúria, optar pela beleza exterior em detrimento das qualidade que fazem das mulheres as mais perfeitas mães e amigas. O outro amigo ria-se e abanava a cabeça como que aceitando que a desgraça revelada era afinal partilhada, pois afirmava convicto que a sua paixão existia por flashes. Isto é, quando o objecto da sua paixão reluzia a grande altura, concorrendo com o astro rei e não permitindo que aos seus olhos nenhuma outra mulher fosse tão sexy quanto ela, não conseguia resistir-lhe, mas quando se dava a descida à terra e ao reino dos mortais perdia-lhe o interesse, provocando nela um efeito reflexo até que a paixão esfriasse ao nível do abandono por comum acordo. O outro, percebendo a semelhança das cruzes que carregavam questionou-o, ainda assim, intrigado: “Mas olha lá, o que é para ti uma mulher sexy? Como é que vais fazer para que aos teus olhos ela seja eternamente sexy?” O parceiro na dor, parando 3 segundos para pensar, respondeu sem grandes cerimónias: “Epá, para mim basta-me que ela se vista sempre de blusão de cabedal negro e cuecas vermelhas de cetim e que, de preferência, tenha sempre à mão um copo de vinho, para apresentar sempre um sorriso nos lábios e esconder na mala as existenciais questões do eterno feminino!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:27

O que para sempre fica

Quarta-feira, 07.06.17

Marilyn_Monroe_Milton Greene_1956.jpg

 

Após contemplar esta magnífica imagem de Marilyn Monroe, imortalizada pelo fotógrafo Milton Greene corria o ano de 1956, não resisti em pesquisar um pouco a origem desta intimidade entre a câmara de Milton e a entrega despojada de Marilyn. Milton foi de facto muito íntimo da sempiterna diva, tendo sido o seu baluarte após a sua separação da lenda Joe DiMaggio. Integrou-a no seu seio familiar permitindo-lhe uma estabilidade até então desconhecida, abrindo caminho a que a estrela pudesse descer um pouco à desejada terra. Milton procurava que a câmara fosse muito além do que os espectadores viam e do que Marilyn lhes oferecia, buscava, mais do que tudo, a autenticidade de Marilyn. A vida e as vidas de quem as vive na corda bamba conduziram a que os destinos dos dois se separassem, ficando para sempre o que nem a morte pode apagar: a memória e a beleza indestrutível.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:20

Some like it hot

Sexta-feira, 02.06.17

  

hot.jpg

 

O café da e pela manhã não é apenas e unicamente um ritual. É o que determina o que será o resto do nosso dia, do sucesso ou infortúnio das horas que se seguirão. Quente, desgraçadamente pouco quente, queimado, no ponto, é a sua adequação ou inadaptação às nossas necessidades que inconscientemente determinará toda a corrente de acontecimentos, decisões, omissões e ilusões. Precisamos do mimo certo pela manhã, do toque com a intensidade perfeita naquele ponto escondido nas nossas meninges, nas sinapses que nos conduzem por entre o emaranhado do que de nós desconhecemos e faz de nós o que somos sem saber que o somos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:36

Pausa para respirar

Sexta-feira, 28.04.17

 

2.jpg

 

Aqui a tasca encerra uns dias por motivo de passeio e convívio de amigalhaços e famílias, esperando trazer boas novidades sobre o Douro vinhateiro. Passeiem muito, namorem mais, bebam bons vinhos, tudo com a classe e despreocupação que parece acompanhar esta moça tão bem imortalizada pelo Helmut Newton. Have fun!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:39

Charlie, Sophia e um segredo mal guardado

Sexta-feira, 21.04.17

  

charlie chaplin_sophia loren 1966.jpg

 

Corria o ano de 1966 e Charlie Chaplin e Sophia Loren eram imortalizados nesta imagem. Charlie, idoso e com todo o ar de quem acumulava em excesso o peso de toda uma vida preenchida a fazer rir, Sophia Loren esquecida da idade da figura dos tempos em que dispensávamos as palavras para rir até ao infinito, embevecida por um qualquer brilho que pensaríamos não mais existir no velho Charlot. Com aquele vestido, a sua inimitável beleza e a generosidade do seu decote, Sophia certamente saberia que não passaria despercebida a Charlie. Este, fazendo não dar conta da bênção que a humanidade lhe legara naquele eterno momento, finge nem reparar. Um dia, o mundo em geral e os homens em particular perceberão que a verdadeira e invencível arma da sedução é o humor, a capacidade de fazer uma mulher rir e esquecer-se das suas defesas enquanto se entrega a esses momentos de liberdade física e intelectual. Nesse dia, os homens largarão os ginásios e não mais gastarão fortunas em fatiotas catitas e em automóveis da moda e passarão a ter mais graça e a cair mais em graça.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:51

Coelhinhos e coelhinhas

Quarta-feira, 12.04.17

Z_Kate Moss.jpg

 

Ainda me lembro de quando a época Pascal rimava com carestia e penitência, em que se abdicava dos prazeres da carne e se privilegiava refeições em que o peixe mandava na mesa (o que estavam a pensar, seus pecadores?) e se reflectia sobre os pecados cometidos, preparando a alma para a temida presença junto do prior no confessionário. Sim, eram assim os tempos da adolescência e juventude pascal para um jovem nos finais dos anos 80/inícios de 90 que consumia catequese, que não vivia alienado por tablets e por séries televisivas, e para quem o Santo Graal da existência era sinónimo de trepar árvores com os amigos e perseguir uma bola e canelas alheias até ao sol se deitar. Hoje a Páscoa são escapadinhas à neve, viagens para terras onde o sol ofuscou as penitências e reflexões pascais, apenas mais uma pausa na rotina do casa-trabalho / trabalho-casa. Valha-nos a boa e eterna Kate Moss, para nos lembrar que a Páscoa não são só coelhinhos de chocolate mas também coelhinhas de boas carnes e suculentos ossinhos. Fiquemo-nos com a primeira parte do post para refletirmos sobre o que andamos a fazer com as nossas tradições, passando logo a seguir para a descompressão KateMossiana que nos ajuda a aliviar o peso de em permanência buscarmos o sentido da vida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:39





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters


favorito


links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog