Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Madrid

Sábado, 15.04.17

20170413_193249.jpg

 

Abstraindo dos estereótipos dos turistas irritantes, viciados no instagranismo e nas demais parvoeiras digitais que os impedem de mergulhar na vida dos sítios para onde viajam, Madrid é uma cidade fascinante. Esse fascínio reside em boa parte nas ruelas, bares, tabernas, comedoiros e afins que pintalgam a cidade como cogumelos, no ritual de conversar, petiscar e bebericar enquanto o sol aquece a vontade de nada mais fazer que não seja isso mesmo: falar, comer e beber. As hordas de emigrantes e sem abrigo vão sendo controlados e enxotados por polícias musculados para que os ritmos e rituais dos residentes e dos turistas não sejam prejudicados, Madrid sobrevive à força destruidora do turismo de massas e da globalização muito à custa do tinto fresco, da sidra e das cañas que nos embalam em sonhos de uma vida para sempre nas esplanadas das suas ruelas e becos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:09

Coelhinhos e coelhinhas

Quarta-feira, 12.04.17

Z_Kate Moss.jpg

 

Ainda me lembro de quando a época Pascal rimava com carestia e penitência, em que se abdicava dos prazeres da carne e se privilegiava refeições em que o peixe mandava na mesa (o que estavam a pensar, seus pecadores?) e se reflectia sobre os pecados cometidos, preparando a alma para a temida presença junto do prior no confessionário. Sim, eram assim os tempos da adolescência e juventude pascal para um jovem nos finais dos anos 80/inícios de 90 que consumia catequese, que não vivia alienado por tablets e por séries televisivas, e para quem o Santo Graal da existência era sinónimo de trepar árvores com os amigos e perseguir uma bola e canelas alheias até ao sol se deitar. Hoje a Páscoa são escapadinhas à neve, viagens para terras onde o sol ofuscou as penitências e reflexões pascais, apenas mais uma pausa na rotina do casa-trabalho / trabalho-casa. Valha-nos a boa e eterna Kate Moss, para nos lembrar que a Páscoa não são só coelhinhos de chocolate mas também coelhinhas de boas carnes e suculentos ossinhos. Fiquemo-nos com a primeira parte do post para refletirmos sobre o que andamos a fazer com as nossas tradições, passando logo a seguir para a descompressão KateMossiana que nos ajuda a aliviar o peso de em permanência buscarmos o sentido da vida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:39

Votos de Boa Páscoa, meus e da Kate Moss

Domingo, 27.03.16

seenbybien_2016-03-27_09-57-00.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:24

Humor negro em dose dupla no rescaldo das epifanias pascais

Sexta-feira, 10.04.15

zhumornegroadobrar.jpg 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:11

Boa Páscoa e melhor vida, gente boa

Terça-feira, 15.04.14

 

Abalo uns dias para o sul em busca de novos ventos, de um ar mais leve, de uma mudança na rotina da canalha. Os miúdos, mais ainda do que nós, anseiam por alterações no seu quotidiano. O curioso é que as crianças adoram rotinas, coisa que muitos pais não entendem, o que não invalida que também adorem intercalá-las com outras mini-rotinas que criam nas férias, nas pausas no turbilhão. Nós, adultos, já só pedimos uma pausa na burrocracia, na inclemente sofreguidão dos papéis que entram e que saem, tantas vezes sem nada de novo ou de bom trazermos com isso ao mundo, à nação, às nossas vidinhas em particular. Vou tentar encontrar umas pausas na voracidade com que as crianças bebem cada segundo de modo a conseguir que o cérebro entre, uns minutos que seja, em standby, em modo dolce fare niente. Provavelmente virei aqui, porque também este cantinho serve para fugir ao cinzento dos papéis e afins. Se cá não aparecer, é porque o cérebro desligou mesmo, mas não vos preocupais, o regresso, mais dia menos dia, está garantido. Uma boa Páscoa a todos, que possamos dar um passo nesta época, por mais pequeno que seja, no caminho que conduz a uma vida mais feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:29

Blog temporariamente encerrado para reflexão Pascal

Sexta-feira, 29.03.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:14

Uma Santa e achocolatada Páscoa para todos nós!

Quinta-feira, 28.03.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:03

Uma Páscoa feliz!

Domingo, 08.04.12

 

Um dia feliz para todos vocês! Não pelo facto de ser Páscoa, mas porque provavelmente estarão relaxados, entregues à modorra das reuniões familiares, da ingestão de açucar sem problemas de consciência de maior. Os dias festivos devem ser louvados não por serem dias festivos mas por serem dias felizes, ou pelo menos menos maus que os habituais dias que nos vão consumindo a eternidade. Eu comecei por jogar futebol ao sol com o meu coelhinho de infinitas pilhas, passei por um episódio de Seinfeld que me abriu o apetite para o borrego, para o tintol Herdade de Portocarro, para os coelhinhos de chocolate do petiz (para ele não abusar, claro), ao que se segue mais uma ronda de família. Uma boa Páscoa, e cuidado com os ovos fora de prazo, que eles andam aí.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:18

Pérolas da blogosfera - Semana Santa

Sábado, 23.04.11

 

 

Pensei em escrever algo sobre a Páscoa, os ovos de chocolate, a parvoíce dos coelhinhos de chocolate. Algo sarcástico. Porquê não sei bem, será desta sensação de sofrida religiosidade que nos torna ainda mais cinzentos? Ou talvez seja para me vingar das forçadas confissões da infância no silêncio da madeira do confessionário escuro e triste, talvez uma desforra do interminável bocejo do padre que escutara demasiadas confissões de miúdos traquinas, desses irrelevantes pecadores. Pecado é querer que as crianças não pequem, que sejam anjinhos de altar, que não berrem nem rasguem a roupa na gravilha lá da rua. Depois, encontrei este texto da Ana Cássia Rebelo e decidi endeusá-lo e ficar bem caladinho. Não vá o Senhor padre zangar-se. Boa Páscoa.

 

 

 

"Um grupo de mulheres reza o terço numa salinha de paredes envidraçadas. A ladainha sai-lhes da boca, monocórdica, espalha-se pela nave da igreja, abafa o ruído que vem de fora. Estão naquilo muito tempo. Largam ave-marias, pais-nossos e jaculatórias, em catadupa, mistério a mistério, percorrem a vida de cristo, do nascimento sem pecado à agonia de um corpo nu crucificado. Pouco antes da salve-rainha, quando estão prestes a terminar, as suas vozes ganham certo alento. Será fé ou simplesmente alívio? Por fim, lançam-se num cântico desafinado que me chega como uma massa indistinta, sem palavras ou significado. Emudece-lhes então a voz. Escuta-se o roçagar das saias, o som seco dos missais a fechar, o chiar das solas de borracha dos sapatos ortopédicos no chão encerado. Saem da salinha do terço, pequenas, apressadas, consoladas. As mulheres que rezam o terço são velhas. O corpo perdeu há muito a doçura das formas femininas, não têm anca, nem mamas, nem ventre. O corpo tornou-se numa carapaça baça, jaspeada, e os membros, levemente arqueados, truncados, lembram pinças e tenazes. Quando falam soltam bolhas de água de mar. Atravessam a igreja com os seus passos pequenos de crustáceo. Sentam-se nos bancos que ficam junto do altar. Esperam a missa das seis."

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:00

Espero que tenham passado uma santa Páscoa

Domingo, 04.04.10

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:33





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters


favorito


links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog