Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Oito anos de ti

Segunda-feira, 03.07.17

  

mike.png

 

Na passada sexta-feira não consegui dar seguimento a uma já longa e apreciada tradição aqui da tasca de parebenizar bloguisticamente o meu rapaz mais velho pelo seu oitavo aniversário. Problemas técnicos e temporais atrofiaram-me a publicação, mas todos os dias são dias de alegria e celebração, pelo que aqui fica. Pois é, oito aninhos do pequeno Miguel, já sem rodinhas mas sempre a guiar o irmão que o idolatra, nessa perfeita relação amor-ódio que só os irmãos sabem tornar bela. Oito anos que para mim significaram reaprender a ver o mundo pelos olhos de uma criança, a redescobrir a pureza da felicidade sem filtros e sem merdices, só rir porque sim e por tudo. Reaprender também a tristeza das coisas simples sem deixar que ela faça de nós pessoas menos felizes, apenas mais humanos e completos. Obrigado meu querido Miguel, e parabéns, hoje e para todo o sempre, pois para todo o sempre estaremos juntos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:46

Da felicidade nos pés e na cabeça do nosso menino

Quarta-feira, 03.05.17

  

z_marca.jpg

 

Ontem, em jeito de lançamento de mais um épico Real Madrid vs Atlético Madrid, era esta a capa do jornal Marca. Esta capa dificilmente seria possível num jornal desportivo português a antecipar um derbie, pois neste burgo de diretores de jornais que acreditam que vende mais o sangue, as polémicas, as diatribes dos dirigentes e as desconfianças dos homens do apito, a essência do futebol já quase nada vale. Ontem, quando após o terceiro golo do Ronaldo, vi a expressão incrédula e extasiada do meu filho Miguel perante mais esse fabuloso feito, percebi que por mais milhões que o nosso Cristiano ganhe, o essencial é o que perdura, ele e o futebol são um só: a alegria de um golo, o sorriso infinito de uma criança feliz. Em troca, ele só quer marcar golos e que não o assobiem. Obrigado Cristiano, por tantos golos, sorrisos, magia, por fazeres tantas crianças e adultos felizes enquanto és feliz a fazer a bola beijar as malhas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:27

Kiko, 5 anos de ti

Segunda-feira, 17.04.17

20170417_112148.jpg

 

Cinco anos do boss baby Kiko Almeida. Energia sem fim, mimo interminável nos intervalos da curiosidade em forma de incessante movimento, lábios abertos, cicatrizes várias, os indesmentíveis sinais de que parar é morrer. Estes 5 anos não seriam os mesmos sem o mano Miguel, objecto de amor incondicional e de lutas sem fim, mas sem dúvida a melhor prenda que a vida e os pais lhe deram. Obrigado Kiko, vamos agora desacelerar um bocadinho meu diabinho adorável, ainda faltam umas décadas para devorar a vida toda até ao tutano, acredita que tudo não acaba amanhã. Enjoy the ride!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:02

Entretanto, por terras de Torres Vedras...

Segunda-feira, 27.02.17

c1.jpg

 

Tinha aqui mais uma resma de imagens divertidas com carros alegóricos carnavalescos, por terras germânicas e até por territórios do Oriente, mas depois de uma tarde a mostrar ao puto o desfile de matrafonas e afins no Carnaval de Torres Vedras, sou rapaz para fechar este tema por mais 10 anos. Os putos acharam piada, já não morrem parvos, e eu já cumpri a missão de pai que não esconde nada aos petizes e que como prémio não vai ter de voltar a um desfile de Carnaval nos próximos 10 anos. Sou apologista de que devemos mostrar tudo às crianças, pelo menos uma vez, mas tudo o que é demais enjoa e acredito que há eventos e culturais e sociológicos que a rapaziada irá gostar muito mais. A encimar o texto está o pequeno Miguel espantado com os seios robustos de uma senhora com barba a mais para ser senhora, cá por baixo está o melhor carro do desfile bem acompanhado pelo clássico cinzentismo interior e exterior de quem sai à rua para participar no lusitano entrudo e um grupo de senhoras que não deixaram a pobre criança dormir na santa paz do Senhor. Até daqui a 10 anos!

 

c2.jpg

 

c3.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:55

Sempre convosco! (Real Madrid 2 - Sporting 1)

Quinta-feira, 15.09.16

 

z_scp1.jpg

 

Quando após o apito final o meu filho me perguntou incrédulo porque é que o Cristiano tinha marcado um golo de livre no fim e porque é que tínhamos levado mais um golo nos últimos segundos, parei ali no tempo e retrocedi a 40 anos de sofrimento. Lembrei-me de derrotas europeias nos últimos minutos (com o Barcelona em Alvalade), por penalties (Nápoles) de finais que não podíamos perder (contra os russos em alvalade), lembrei-me do tanto que já sofri por este clube. Um clube que amo e que me orgulho de apoiar sempre, nas derrotas e nas vitórias. Muitas lágrimas foram vertidas, mas tudo isso fez de mim melhor pessoa, mais forte, mais avessa a desistir e a perder a esperança. O caminho é de pedras, Miguel, mas vai valer a pena, acredita no pai. Obrigado rapazes, obrigado por terem acreditado ainda mais do que nós. Mesmo tendo morrido na praia foi um dia de praia fabuloso!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:46

Weekend!

Sexta-feira, 09.09.16

 

consumismo.jpg

 

Chega a sexta-feira e as gentes rejubilam! Intrigo-me eu e o universo pelos motivos de tanto júbilo e contagiante excitação. Vai a maralha arrasar as pistas de dança da capital da moda, escalar montanhas longínquas, fugir para uma ilha deserta e copular que nem martas? Ou será que esta loucura é apenas uma fuga à neurótica rotina semanal do trabalhinho, da corrida trabalho casa-casa trabalho, lava roupa, seca roupa, passa roupa, enche a barriga dos putos, deita-os aos berros, levanta-os cedo demais, corre para o trabalho, sprinta para casa, etc. e tal? Sim, interrompem-se cinco dias que não são o sonho de uma vida mas não se chega, nessas 48 horas que se seguem, aos píncaros que conduzem àquelas fotos incríveis no Instagram, escasseia o material e a vida que permita encher o facebook de pérolas que despoletem a inveja dos amigos que tanto adoramos e a quem tanto queremos mostrar o quão felizes, viajados e dinâmicos somos. Na melhor das hipóteses, compras no shopping, uma almoçarada em família/amigos com putos aos berros e demasiado cheiro a fumo, mais tarde ver a bola pelo meio de umas cervejolas e a coisa lá se vai compondo. Não, não exagero, pessoal, é mais ou menos isto, para quem tem prole não fugirá muito disto. O segredo é a forma como vivemos tudo isso, como nos rimos de tanta piroseira, como contornamos o que tende a cristalizar-se, como encontramos escapes que não nos deixem cair nessa outra rotina. A luta é constante, não há forma de lhe escapar. Boa sorte!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:11

O mar, sempre o mar

Domingo, 07.08.16

  

Summer Cruising in the South Seas   -     Wallis M

Summer Cruising in the South Seas, por Wallis Mackay, 1874

 

E quase sem se dar por ela chegam as férias. Três semanas de mar e sol, muita brincadeira e trabalheira com crianças esfaimadas de mar, mar e mar, muita vontade e pouca certeza de conseguir pôr para trás das costas o trabalho, o tanto que se fez e o mais que fica por fazer. Nadar, mergulhar, nadar, mergulhar, o brilho da água salgada mesclada pelo sol, o calor que me faz voltar ao mar, voltar sempre, como se tivesse cinco anos e nunca cessasse de ir em busca do primeiro mergulho. Não sei com que frequência virei aqui ao blog, não sei se me vai fazer falta ou nem por isso. Sei que voltarei sempre a ele, como voltarei sempre ao mar. Sejam felizes, até já.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 01:10

7 anos do pequeno Miguel

Quinta-feira, 30.06.16

 

micas.png

 

Há alguns anos que assinalo aqui o aniversário dos meus dois petizes com textos mais ou menos lamechas, em jeito de retrospetiva sobre o que é isto de ter filhos e, sobretudo, de ser pai. Mais do que um texto para memória futura (imagino-os a ler isto com 20 anos e a rirem-se na minha cara, mas a vida é assim) acho que o faço, se calhar inconscientemente – até agora, momento em que poderei ter ganho um bocadinho de consciência sobre a razão do assinalar destes dias – como forma de refletir sobre esta gloriosa e nobre missão que é ser pai, educar e, sobretudo, não estilhaçar os sonhos futuros de jovens crianças. O que posso dizer sobre o meu pequeno Miguel que hoje faz 7 anos? Que foi com ele que aprendi um novo conceito de amor, aquele que nasce de uma sensação de ligação carnal (o coração é feito de carne) a um pequeno ser sem vontade própria, sem defesa, envolto naquela aura de fragilidade que é o cúmulo da inocência. Ao longo destes 7 anos acho que o maior esforço foi tentar perceber o ser que se foi desenvolvendo, a sua personalidade em construção, o peso certo entre o ralhete e o mimo, sem estragar nem para um lado nem para o outro. Ah, e fundamental, fazer isto abdicando de muitos dos hábitos de vida que tinha sem abdicar da minha felicidade e realização própria, mas integrando nesse novo ciclo novas formas de felicidade e de realização. O Miguel cresceu, venceu boa parte da sua timidez natural, surpreendeu muita gente em certos pontos da sua evolução (quase sempre no sentido positivo do que significa crescer) e não desiste de dar sempre um passo mais à frente, mais acima. Pai babado, eu? Acho que sou mais um pai feliz porque quase sempre o vejo feliz, creio que não preciso de muito mais do que isso. Parabéns Miquinhas, obrigado por tudo, obrigado por 7 anos de amor incondicional.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:15

Ser criança

Quarta-feira, 01.06.16

  

kids.jpg

 

Ser criança é ser puro, feliz, irresponsável, sorridente, berrar e chorar livremente contra as contrariedades, ser amigo de quem se gosta e dizer-se sem travões de quem se não gosta. Se não é assim devia ser. Crescer é perceber o valor dessa pureza mas saber que nem sempre se pode sê-lo, é aprender que a tristeza é a outra face da moeda e até pode ser-nos útil, é estar triste de vez em quando porque a pureza branqueadora se esfumou, é aprender a contornar as contrariedades, é ser também amigo de gente cheia de defeitos e não as tornar piores pessoas com mais o nosso fel. Como criança que fui sei bem que uma infância feliz e repleta de experiências é meio caminho andado para ser um adulto realizado, útil e feliz na maior parte dos dias que por cá ando. Sei que os meus dois rapazes nunca esquecerão o seu baptismo de voo, sei que as asas que hoje lhes dou são aquelas que lhes permitirão voar em liberdade e segurança amanhã. Um beijo, rapazes, um abraço daqui até à lua, que é o que vos adoro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:42

O meu Sporting, o meu futebol

Sábado, 23.04.16

kitato_2016-03-19_16-37-44.jpg

Não tenho escrito sobre o meu Sporting, o clube do meu coração, aquele que será sempre, sempre, o meu clube, a minha paixão nos domínios da bola. Não gosto menos de ti, Sporting, mas não ando particularmente entusiasmado com o que tenho visto e ouvido nos últimos tempos. Adoro o futebol que Jorge Jesus pôs a equipa a jogar, adoro quando ele decide falar de bola e de jogadores, mas desilude-me o mau perder, o atirar de culpas para tudo o que é externo ao seu trabalho, a recente vulgaridade de um discurso que não é aquele que quero para o meu Sporting. Ganhar não justifica tudo, não pode justificar. Agradecerei sempre o que Bruno de Carvalho fez para tirar o nosso clube da discreta sombra do passado, mas não quero que o futuro sejam posts diários no facebook contra Deus e o diabo, que sejamos o arauto da razão que elegeu todos os restantes clubes do universo como inimigos. Quero muito que o Sporting ganhe o campeonato, pelos jogadores e os melhores adeptos do mundo, pela minha paixão, mas não troco isso pela perda do que me fez amar o Sporting, pelos nossos valores. O esforço, a dedicação, a devoção e a glória estão envoltas em valores ainda mais importantes: o desportivismo, o amor pelo desporto, o respeito pelos adversarios. Tudo isto para dizer que hoje vou levar o meu Miguel ao Sporting e que nem lhe vou falar da luta pelo título. Vamos ver bola, os jogadores que admira, ouvir os mais belos cânticos, bater palmas, vibrar, apoiar. O futebol que amo é a imagem do post, puro, sem merdices e torrentes de palavras. O futebol joga-se dentro do campo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:23





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters


favorito


links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

pesquisar

Pesquisar no Blog