Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Debaixo do vulcão (pérola 2) - As mãos

Quinta-feira, 14.01.10

 

 

"Yvonne e o Cônsul ficaram um momento no pórtico, sem uma palavra, sem darem as mãos, embora as tivessem encostadas uma à outra. Era como se eles duvidassem de que aquilo não fosse um sonho; ambos se mantinham separados nas suas tocas distantes, como se as mãos deles não fossem mais do que destroços arrancados às suas memórias, destroços meio receosos de se misturarem e contudo tocando-se à superfície do mar, gemendo, no seio da noite".

 

Toda a elegância da escrita de Malcolm Lowry percebe-se por entre as mãos que se tocam, por entre os dedos que evitam entrelaçar-se. A relação entre o Cônsul e Yvonne, a possibilidade de reconciliação de dois amantes magoados, passará sempre pelas mãos. Está ainda para ser estudada a relevância do toque das mãos no grau de intimidade que liga os amantes. Um beijo supostamente apaixonado pode menos valer do que um encontrar de mãos quente, forte, sincero. Um dedo que desliza pela palma da mão dela pode muito mais dizer sobre o desejo do que 15 minutos de satisfatório e competente sexo. As mãos, está nelas a chave. Tomem bem atenção a quem e como dão a mão. Sempre assim foi, sempre assim o será.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:30





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog