Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vida e morte do pai Natal

Sábado, 25.12.10

 

A dificuldade em entranhar a mudança dos tempos e a obstinação em recusar a travessia para uma outra realidade, serão mais duas vincadas idiossincrasias do lusitano povo. Se o povo, na sua infinita sabedoria, sabe como ninguém que “no poupar é que está o ganho”, essa mesma populaça foge como o diabo da cruz ao cerrar das bolsas, à aborrecida preocupação com o forrar do porquinho mealheiro. Não digo que lá porque a economia portuguesa se recusa a crescer deixemos de viver e de gastar. Digo apenas que este estado de letargia a que o nosso tecido socioeconómico se habituou fatalmente, deveria levar-nos a perceber que não mais é possível.

 

Não mais é possível inundarmos os centros comercias de desejos consumistas imparáveis, não mais é possível esquecermos que amanhã podemos não ter nada se não aprendermos a aforrar. Se as intenções natalícias para este ano eram de contenção, olhamos para as nossas e as outras casas e vemos os sapatinhos cheios, as meias do pai Natal a transbordar de inutilidades, as crianças despassaradas com tanta fartura e nós saciados na alegria que lhes brilha nos olhos. Um dia havemos de perceber que o dinheiro pode e deve ser reprodutivo, um dia havemos de fazer as contas e chegar à conclusão que somando os gastos em tanta prenda inútil poderiam ter sido salvas centenas de empresas que a nossa letargia enterrou. O pai Natal não nos salvará e muito provavelmente acabará por soçobrar perante os nossos sonhos megalómanos. Porque somos assim, compatriotas?  

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:07

Vai uma tarte acabadinha de fazer?

Sábado, 25.12.10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:58

Festas, das Boas, para Todos!!!

Quinta-feira, 23.12.10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:46

Para o sul, sempre para o sul

Quinta-feira, 23.12.10

 

Vou para o sul, uma semana de férias e de estudo.  Parar um pouco, respirar, repensar um ou outro pormenor da azáfama da vida. O próprio blogue deverá ser alvo dessa reflexão. Dar mais espaço entre os posts, mais conteúdo e menos actualização. Andamos todos rápido demais, uma correria desenfreada para chegarmos a todo o lado, apagarmos todos os fogos, comprarmos as mais belas e mais baratas prendas. Se é urgente não deve ser importante, se é importante não é certamente urgente.  Parar para pensar, é a mensagem deste Natal. Ah, e a felicidade, sentá-la no trono das nossas prioridades. Porque o amanhã todos os dias é um bocadinho menos certo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:46

Pérolas da blogosfera: da educação por amor

Quarta-feira, 22.12.10

 

 

Por amor de Deus, leiam este texto integral do grande Tolan (http://tolanbaranduna.blogspot.com/2010/12/educar-namorada.html). Deixo aqui os parágrafos iniciais para enriquecerem o Bolas e Letras. És grande, Tolan.

 

"O problema com as namoradas é que nunca são exactamente aquilo que queremos que fossem. Então é preciso educá-las a pouco e pouco. Eu considero uma namorada uma espécie de obra de arte inacabada, um produto em desenvolvimento, um cão inteligente que pode aprender truques como gostar de Sonic Youth e Tourgueniev. Esta aqui está a ser o maior desafio de todos os tempos mas pelo menos, toda ela é uma folha em branco para eu criar. A cultura geral dela é um cruzamento entre o Cavaco Silva e a Luciana Abreu. Tem aquelas referências clássicas (“música clássica é boa”, “gosto muito de museus com arte antiga”) e aquelas irreverências modernas (“os gostos não se discutem”, “sintoniza a rádio cidade por favor”).


Mas com paciência pode ir ao lugar. Ontem, pela primeira vez, convenci-a a irmos à Fnac comprar livros. Sei que não é perfeito, mas temos de ir um passo de cada vez. Ela acha absurdo ir a livrarias quando há livros no Continente e pelo caminho dá para comprar papel absorvente em promoção, lombo de porco e pacotinhos de vinho branco dos grandes para cozinhar (os pequenos não compensam)."

  

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:43

Contra os mitras natalícios, marchar, marchar!

Terça-feira, 21.12.10

 

 

Na ressaca natalícia do ano passado escrevi o post que recrio infra. Há um ano assumi a promessa de dar caça aos mitras natalícios, este ano não me escapam!

 

"Este Natal estava com pouca paciência para fazer amiguinhos, mas para o ano não me escapam. Quem são eles? Os detractores do espírito Natalício, a sua ala mais radical. Há também a ala mais moderada, aqueles que apenas afirmam estar fartos e tal, mas lá entram na onda, lá dão a prendinha da praxe, devoram os sonhos e o bacalhau e não chateiam por aí além. Eu incluo-me neste grupelho. Ofereço uns livros de que gosto (se não gostam deviam gostar - em prol do bom gosto), recebo um par de meias e umas camisas catitas, e dou ao dente enquanto renego o consumismo desenfreado.

 

Depois, há os radicais, os terroristas natalícios. Recusam-se a comprar prendas apregoando essa excelsa qualidade aos sete ventos, abominam os centros comerciais, chicoteiam os vergonhosos gastos com as iluminações de rua que apenas servem para o Socras passar a mão no eriçado pelo dos pacóvios que fazem bichas domingueiras para as admirar (vulgo povinho). Para o ano não me escapam. Quando os vir, no meio da confusão da troca de prendas a espreitar, bem caladinhos, a prenda que lhes calhou em sorte, perguntarei a plenos pulmões: “Então, comprar prendinhas vade retrus Satanás, mas a cuequinha da moda e o perfume que até dá jeito não se recusa, não é?”. Enfim, o Natal é porreiro, também para descobrir a careca aos mitras encapotados."

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:32

É o Sporting

Segunda-feira, 20.12.10

 

 

Um dia de muito trabalho impediu-me de ver o Setúbal-Sporting. Pelo que ouvi e leio o meu clube continua a brincar ao elástico, para cima e para baixo, derrotas injustificáveis e vitórias convincentes logo a seguir. Djaló patético um dia, Djaló decisivo no jogo seguinte. Os adeptos a exigirem mudanças, os adeptos de barriga cheia na jornada subsequente. É o Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:22

A dinâmica dos casais

Domingo, 19.12.10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:55

OK Go - Back From Kathmandu

Domingo, 19.12.10

Os OK Go, uma banda que não conhecia e que destila qualidade e alegria, decidiu pôr um grupo de 100 amigos a cantar e a tocar durante 8,5 milhas. O percurso foi por Los Angeles, sendo que o destino definiu-o um GPS: as coordenadas eram o nome da banda. Haja alegria, que de música estamos nós fartos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 16:48

E ainda dizem que não são levados ao colo

Sábado, 18.12.10

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:48






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog