Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Receios e esperanças em tons de verde

Domingo, 05.12.10

 

Preocupa-me que o Maniche tenha um papel determinante no futebol sportinguista. Porque está velho, mas não só, porque tem maus fígados e a qualquer momento pode prejudicar o clube. Preocupa-me que o Polga seja uma opção para a marcação de livres directos. Causa-me espécie a intermitência de Liedson. Temo que o Postiga tenha um mau dia e volte ao deserto de golos de outrora. Por outro lado, as esperanças no André Santos são já certezas. O Carriço, de quem andava desconfiado, começa a fazer-se homem. O Patrício, apesar daquele eterno jeito de saloio sem jeito nenhum, cada vez oferece mais garantias. Sempre no fio da navalha, sempre entre o bom e o medíocre. É o nosso Sporting, habituemo-nos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:15

Porque não deixo o petiz escrever ao pai Natal

Domingo, 05.12.10

 "Querido Pai do Céu, este ano, por favor, mande roupas para todas aquelas pobres mulheres do computador do papá. Ámen."

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:17

Beatles e as memórias - Let it be

Sábado, 04.12.10

 

Vamos lá recordar vedetas do VHS e da cassete pirata do nosso passado. Juntaram-se para promover uma série televisiva norueguesa, entoando em uníssono o Beatleano hino "Let it be". Um pratinho a não perder, sobretudo pelos saudosistas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 20:02

A doce tensão das cordas e um vestido aos quadradinhos

Sábado, 04.12.10

 

O contraste. A raiva direccionada e o vestido de colegial. A pele que se adivinha suave como a seda e a violência electrónica do equipamento de som. O impacto do silêncio que sabemos não existir. A brutalidade do som que lhe agita os cabelos, que lhe faz esvoaçar o vestido. O fim da paz parece ser a anunciada promessa que a guitarra vomita. O sofrimento espreita sob a capa da conspurcada inocência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:52

Não há amor como o primeiro

Sexta-feira, 03.12.10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:20

As raízes do mal

Sexta-feira, 03.12.10

 

 

Desculpem lá este post chatinho e pesadote para lançar o fim de semana, mas estamos em época de crise, termo indissociável de chatices, tecnicismos e de procura de culpados pelos males das nações. Quando hoje se fala dos podres do capitalismo e dos tempos de desregulada especulação financeira que estes podres hoje permitem, não vejo ninguém falar das origens do mal. Parece que o cancro se instalou por geração espontânea, que não houve causas da coisa nem responsáveis pelas raízes da podridão. Para os mais esquecidos ou desatentos, deixo-vos aqui algumas dicas para avivar a memória. O texto original foi escrito por Vicenç Navarro na revista madrilena “Sistema”, os trechos seguintes li-os na excelente Courrier Internacional, versão lusitana.

 

 

 

As origens do social liberalismo: a administração Clinton

"Depois de ganhar as eleições, o Presidente Clinton não cumpriu nenhuma dessas promessas: converteu-se no presidente democrata mais próximo do capital financeiro que já houve nos EUA (tal como disse o seu ministro do Trabalho, Robert Reich). Colocou os interesses do capital financeiro no centro das suas políticas públicas, reduzindo a despesa pública e favorecendo o capital financeiro, e chegou mesmo a revogar a Lei Glass-Steagall (aprovada pelo Presidente Roosevelt em 1933, que proibia que os bancos comerciais pudessem também ser de investimento). Abriu, assim, as portas à especulação e à crise financeira actual."

 

 

 

O social-liberalismo na Europa: a Terceira Via

"O Partido trabalhista britânico adoptou esta terminologia e a Terceira Via passou a ser o intermédio entre o Trabalhismo expansionista, baseado no aumento da procura interna como estímulo económico (representada pela esquerda do Partido Trabalhista), e a via neoliberal de austeridade social do Governo de Thatcher. Mas, uma vez no Governo, Blair foi mais longe do que Thatcher em algumas questões, como a desregulação da banca. Harold Brown, ministro das Finanças do Governo de Blair, concedeu plena independência ao Banco de Inglaterra e desregulou o mercado financeiro, o que converteu a City (o centro financeiro do Reino Unido) no maior centro de hedge funds do mundo. Com uma regulação tão reduzida, a City ganhou o título de “Guantanamo de Wall Street”, o que sugeria que aí se permitiam práticas irregulares não permitidas em  Wall Street."

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:45

Da série a doce tensão das cordas

Quinta-feira, 02.12.10

 

Confesso desconhecer a principal razão deste entusiasmo pela vibração das cordas de uma guitarra nas mãos de uma mulher. Há objectos que quando manuseados por artes do toque feminino atingem uma outra dimensão, provocam vibrações em áreas desconhecidas do o(ó)rga(ão)nismo masculino. O facto da tensão aplicada às cordas menosprezar a energia descontrolada em prol da sensual convicção poderá ser uma das causas da coisa. O jogo de luz entre os cabelos sobre as cordas, o verniz das unhas que solta chispas de fogo enquanto massacra a guitarra outras. Abandono os mistérios do Oriente e entro no pop rock puro e duro. E doce como uma manga a apodrecer de boa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:43

2018 - Acentuado arrefecimento nocturno

Quinta-feira, 02.12.10

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:44

Chegou a hora

Quarta-feira, 01.12.10

 Tu és, sobretudo, parvinho e manifestamente incompetente.

 

Eu sei que ganhámos ao Lille e que até ficámos em primeiro lugar do grupo, mas pouco me importa, o que falta ao país e a este clube é uma cultura de exigência. Um número de espectadores desolador (menos de 17.000), um sistema táctico que não lembra ao diabo, um futebol desgarrado e com falta de alma. Ver dois pontas de lança a brincar aos extremos enquanto os originais aquecem o banco é coisa de treinador manhoso de clube pequeno. Ter no meio campo três jogadores de características semelhantes e sem poder de explosão ou capacidade de desequilibrar, é típico de clubes com aspirações modestas.

 

Enquanto o nosso presidente centra as suas preocupações na censura às tarjas das claques ou a receber com palmadinhas nas costas ex-jogadores que não o merecem, o nosso mediano treinador vai descaracterizando o futebol leonino e aproximando, perigosamente, as exibições e os resultados da mediania. Manifestamente, é curto. Queremos mais, a história do clube exige muito mais, estes senhores dão de menos e não sabem mais. Chegou a hora da varridela. Quem tanto diz gostar do Sporting que se assuma, deixem-se de guerrilhas subterrâneas e declarem guerra. Chegou a hora!

 

Ninguém percebe essa insistência, Paulo. Temo que nem tu próprio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:08

O vinho do 12.º evento CEO

Quarta-feira, 01.12.10

 

Um vinho com 14 anos, vindo dos confins da Argentina, sabe-se lá em que condições. Muitas opiniões contraditórias, mas para mim um vinho com uma classe inegável, muito corpo para 14 anos de garrafa, a fruta ainda viva e vigorosa. Um vinho comprado a preços de saldo (cerca de 3€), que nos seus tempos áureos deverá ter custado uma pipa de massa. Apreciar e arriscar em vinhos velhos é jogar na roleta russa, é deixar que a emoção comande os nossos gostos. A CEO proporcionou mais um belo encontro, mais uma fantástica descoberta. Venham muitos e cada vez melhores provas! Viva a CEO!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:48


Pág. 5/5





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog