Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sporting 2 - Juventus1

Domingo, 24.07.11

 

 

Mais do que a estupidez humana, a esperança leonina tem uma longevidade sem fim à vista. Como tal, fiz que não tinha vindo de uma noitada demasiado pesada para a minha longínqua juventude, e mantive-me ontem acordado até às 2h da matina. Não foi nada má opção, deixem-me que vos diga. Deu para ver um novo e renovado Sporting vulgarizar uma velha, muito vecchia signora, deu para perceber que temos dois patrões no meio campo como há muito não tínhamos. Schaars é equilíbrio, perfeição táctica, inteligência e bolas paradas cirúrgicas. Rinaudo é superlativo: imbatível nas recuperações, arrogante na divinal distribuição de bola, incansável, omnipresente. Depois, o gigante americano de nome estranho, Onyewu, o garante de muito maior poder no jogo aéreo ofensivo e defensivo, com um bom pé esquerdo e uma ou outra recuperação defensiva que me descansaram quanto à sua velocidade.

 

O novo ponta de lança holandês (o nome do rapaz ainda não arrisco) o que fez fê-lo bem, embora por vezes pareça um pouco escondido do jogo. De Yannick e Postiga já acredito no milagre de Domingos: torná-los jogadores efectivos e eficazes. Quanto aos já conhecidos, João Pereira parece-me estar em elevadíssimas rotações, saiba o cérebro acompanhá-lo nesse crescimento físico, Evaldo a surgir muitas e bastantes vezes bem lá à frente, Carriço mais tranquilo e confiante, Pereirinha a querer mostrar que é capaz de dar muito mais. A costumeira tola esperança leonina? Não, uma forte convicção de que esta fé é mais racional do que fundada na louca paixão! Força Sporting!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:19

Quando a semente explode dentro de nós

Sábado, 23.07.11

 

 

E por vezes os destinatários do ódio que semeamos somos nós próprios. Consumimo-nos no nosso desespero, lutamos contra a incapacidade de gostarmos de nós, liquidamo-nos progressiva e silenciosamente. RIP Amy.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:24

A semente germina na multidão

Sábado, 23.07.11

 A semente que germina na multidão

 

O mal, esse véu negro que nunca deixa de pairar sobre a humanidade, desceu desta vez sobre o povo norueguês. A semente do ódio habita sempre o coração de alguém no meio da multidão. A sua força, mesmo que isolada, reside na alucinação das suas convicções. A névoa que os pacatos cidadãos desconhecem turva a mente mais determinada, encaminha-a para o trilho da desgraça até ao objectivo final: a dor indizível da multidão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:50

Férias com o Sporting e muito mais na mente

Sexta-feira, 22.07.11

 

 

Parto agora para mais três semanas de praia. A eventual falta que faço ao serviço, ao país e às imposições troikianas, não pesam um milésimo do que pesa partilhar um dia de praia com o meu filho. É também o momento de desligar, deixar o corpo navegar ao sabor das ondas, de fazer off. Digo isto sabendo que não o vou cumprir, há como que uma corrente de electricidade, com desconhecida fonte de alimentação, que não me deixa carregar no interruptor do pensamento, das preocupações, das esperanças e receios. Quanto muito, um temporário e intermitente standby. Por isso não me despeço, porque sei que aqui virei. A pedido da troika este blog não encerra para balanço. Até já.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:29

A inexplicável cortina de fumo

Quinta-feira, 21.07.11

 

 

Sei o que é o prazer de um cigarro após uma principesca refeição, conheço a simbiose que envolve o álcool e o tabaco numa noite de copos. Renego, ainda assim, o propalado deleite que o fumo do tabaco proporciona após uma esfusiante sessão de sexo. Juntar corpos suados com fumo cancerígeno nunca me soou nada bem. Tirando as duas primeiras situações, continuo a não descortinar toda a irresistível atracção do tabaco, a dependência que cria em tanta gente inteligente e avisada. O vício é físico, produto da nicotina? Não me convencem. Por definição os vícios sabem bem, deixam um gosto irresistível na boca ou na alma. O tabaco seca, tresanda, mata.

 

Aqui fica o meu humilde contributo para a diminuição dos gastos do Serviço Nacional de Saúde, a bem da Nação!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:55

Nelson Mandela

Quarta-feira, 20.07.11

 

 

"Education is the great engine of personal development. It is through education that the daughter of a peasant can become a doctor, that a son of a mineworker can become the head of the mine, that a child of farm workers can become the president of a great nation. It is what we make out of what we have, not what we are given, that separates one person from another."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:26

Intransigências educativas

Terça-feira, 19.07.11

 

 

Na longa viagem que é educar uma criança, há dilemas que me pesam sobre os ombros mais do que outros. As dúvidas sobre a melhor forma de não lançar ao mundo uma criança mimada ou super-protegida, esbarram sempre no receio de estar a deixar a corda mais lassa do que a tenra idade deveria permitir. A eterna dúvida entre o ensino público/privado, as pequenas dúvidas sobre a hora de deitar e os erros alimentares, tudo isso atormenta um pobre pai. Depois, há aquela parte de não condicionar a livre escolha do petiz. Deixá-lo formar opinião sobre os amigos, a cor partidária, as músicas preferidas, os gostos literários, etc. e tal. Depois, surge uma parede de betão inamovível e incontornável. Uma criança com futuro só poderá ser leão, uma criança que se preocupe com condutas éticas, que pretenda apreender e praticar os mais elevados princípios e valores morais e sociais, só poderá ser do Sporting. Um miúdo benfiquista é um ser condenado à vulgaridade, à diluição no mar do povo ignorante e boçal. Nisto não transijo, Miguel, ensinar-te-ei o que é ser leão, o teu caminho será o da honra e da honestidade que conduz à glória!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:47

Grão a grão

Segunda-feira, 18.07.11

Adeus à Holanda com vitória (3-0) sobre o Ankaruguçu.

 

 

 

É sempre bom saber, mesmo que sem o meu apoio televisivo ou ao vivo, que o meu Sporting tem dado conta do recado. Estes são jogos a feijões, mas mais vale metê-los nos nossos bolsos do que dá-los aos outros pardais. O Sporting está mais sexy e o resto é conversa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:40

Mind games na terceira idade

Segunda-feira, 18.07.11

 

 

- Estás à espera de quê? Há 10 minutos que pensas na jogada.

- A pressa é inimiga da perfeição.

- A jogada perfeita não existe, deixa-te de merdas.

- Pode não existir no tabuleiro, mas deixa-me ao menos sentir o prazer de a criar na minha cabeça.

- O único resultado dessas tretas zen que andas a ler é que agora só fazemos um jogo por dia.

- A qualidade é muito mais interessante do que a quantidade.

- Porra João, fizeste-me lembrar a minha mulher há uns anos, quando a crise ainda não me tinha obrigado a cortar no Viagra.

- Eheheheheh, só tu para me fazeres rir. Xeque-mate!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:12

Os Portugueses - Da ditadura do Estado à ditadura dos direitos

Domingo, 17.07.11

 

 

"Afirma que a ajuda da EU teve o efeito de um narcótico e que “Portugal engordou, em vez de criar músculo”. Paul Krugman, Nobel da Economia, esteve cá em 1976 e viu um país que escorregava para o endividamento, enquanto o Estado atribuía subsídios numa proporção assustadora.

 

É o Estado como bóia de salvação. Historicamente, isto é uma constante. Se formos ver quem é que fez os descobrimentos em Portugal, foi o Estado. Na Holanda ou na Inglaterra, foi a iniciativa privada – a East India Company, por exemplo. Em Portugal, o Estado é o provider, é  quem toma conta. Durante a ditadura falava-se apenas do dever das pessoas e depois do 25 de Abril passou-se a falar de direitos. Nunca mais se ouviu falar de deveres."

 

Esta é uma das questões colocadas pela jornalista Luciana Leiderfarb, da Revista Atual do Expresso, respondida por um jornalista inglês, Barry Hatton. Barry vive há 25 anos em Portugal e para nos perceber sentiu a necessidade de escrever sobre nós. Pelo que indiciam as três páginas da entrevista, “Os Portugueses” será uma obra para nos encostar à parede, nos olharmos ao espelho e, muito possivelmente, sentirmos muito orgulho e também muita vergonha de nós próprios. Somos assim, de oitos e de oitentas, cheios de génio e de preguiça. Daqui a uma semana vou de férias, não sem antes comprar o livro para temperar os raios de sol com as nuvens negras da realidade. Porque o estado da Nação deixou de permitir a modorra do esquecimento com que as férias nos anestesiavam, porque há que começar a reflectir seriamente no mal que foi feito e no bem que há para fazer.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:32






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog