Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Manchester United 1 - Manchester City 6

Domingo, 23.10.11

 

 

É através das fotografias do “The Guardian” que aqui deixo para a posteridade algumas poucas palavras sobre um dos resultados futebolísticos mais inesperados dos últimos anos. Do sorriso escancarado de um homem com qualidades que procura a glória há demasiado tempo para a sua ambição, para o acto de contrição com golos de Balotelli, no dia em que se fez herói enquanto se fazia de vítima. Do desespero de Rooney à perseguição do bode expiatório do costume, como se todas as derrotas pudessem através dele ser justificadas, como se os homens fossem para todo o sempre incapazes de assumir os seus erros ou incapacidades. Ou apenas que simplesmente tiveram um mau dia.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:25

No país em que a bolinha bate baixa

Sábado, 22.10.11

 

 

"So in Rooney and Carroll, you've got two strikers on the bench with a combined total value of over £60m," notes Mark Scott. "That is of course of course if like me, you value Rooney at £55m and Carroll at £5m."

 

No fim-de-semana passado, aquando do derby inglês entre o Manchester United e o Liverpool, um jornalista do "The Guardian", com a descontracção e o suave humor a que os ingleses nos habituaram, perorava desta forma sobre as diferenças qualitativas que separam Wayne Rooney de Andy Carrol. Se olharmos para o nosso cantinho à beira mar plantado e para os pasquins que enchem os bolsos a falar de futebol, percebemos que este tipo de humor está fechado a sete chaves nos medos de gente que se auto-censura.

 

Na época passada, num momento descontraído em off, dois jornalistas da SportTv brincavam com os recentes frangos do guarda-redes Roberto. Alguém os tramou e pôs a conversa no ar, o que obviamente, num país canhestro e sem pinga de sentido de humor, deu origem a queixas indignadas dos vermelhuscos dirigentes, a processos disciplinares dos tempos da outra senhora, que a SportTv não gosta de morder na mão do dono. Um país que não se sabe rir do que realmente tem piada (se não nos podemos rir do futebol, podemos rir de quê?) é um país que traçou como destino a permanente e incontornável tristeza. Uma nação acabrunhada, é o que somos.

 

p.s. – Não me levem a mal, mas este texto parece-me bem mais interessante do que a crónica do sensaborão Beira Mar – Benfica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:08

Artic Monkeys - "Brick by brick"

Sábado, 22.10.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 12:41

Para a tia da Margarida

Sexta-feira, 21.10.11

 

 

Redescobri um blogue que a falta de tempo me foi roubando. Com ele descobri um inspirador poema de Bukowski. Aconselho ambos, o blogue e o poema, sem qualquer reserva mental.   

 

your life is your life

don’t let it be clubbed into dank submission.

be on the watch.

there are ways out.

there is a light somewhere.

it may not be much light but

it beats the darkness.

be on the watch.

the gods will offer you chances.

know them.

take them.

you can’t beat death but

you can beat death in life, sometimes.

and the more often you learn to do it,

the more light there will be.

your life is your life.

know it while you have it.

you are marvelous

the gods wait to delight

in you.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:33

Sporting 2 - Vaslui 0

Quinta-feira, 20.10.11

 

 

Das mais atraentes características do futebol destaco a simplicidade com que se explicam as vitórias e as derrotas, a boa ou a má forma de uma equipa. Pelas Antas já toda a gente vai percebendo que Pinto da Costa meteu a pata na poça ao escolher para liderar uma equipa de luxo um líder a que a Moody´s e companhia limitada dificilmente não dariam a cotação de lixo. Pelos lados da Luz, passado o deslumbramento após um ano de regresso às vitórias a que se seguiu o ano horribilis, Jesus deixou as nuvens, assentou os pés na terra e voltou a fazer o que faz bem: treinar uma equipa sem a mania de que é imbatível pelo simples facto de estar sentado no banco.

 

Quanto ao Sporting, além da claríssima maior qualidade do treinador e dos jogadores que este ano ostentam o leão ao peito, um factor tem-se revelado essencial. Falo do aumento de competitividade interna devido ao maior equilíbrio na qualidade dos jogadores das diversas posições. Viu-se hoje que Evaldo fez um dos melhores jogos da sua carreira no Sporting sob a ameaça de um grande Insua, enquanto que um meio campo recheado de valores fez com que Matishow comece a fazer questão de demonstrar que o patrão da organização ofensiva do futebol leonino pode ser ele. Além disso, um senhor patrão chamado Rinaudo que já conquistou a curva verde e branca, o entusiasmo contagiante de FutreCapel e a esperança de um novo Nani na forja: o peruano Carrillo. É este o ano da perda da hegemonia do dragão, é este o ano para o leão regressar à tão merecida glória!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:12

À atenção do Dr. Coelho e do seu robot de estimação, o Dr. Gaspar

Quinta-feira, 20.10.11

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:35

Tenho um amigo

Quarta-feira, 19.10.11

 

 

Tenho um amigo que é sério demais. Ou melhor, digamos que é amigo até a um certo ponto, porque não entra naquela proximidade galhofeira e da amizade à prova de bala que me permite dizer-lhe, enquanto lhe dou uma palmada nas costas: “epá, não te leves demasiado a sério, andas tão direitinho que nem uma ervilha te  cabe no rabo!”. Há uns anos ele sabia divertir-se, soltar umas gargalhadas sem objectivos políticos ou sociais, mas hoje em dia tudo o que diz tem um propósito, cada sorriso um destinatário bem posicionado. Anda hirto e a gravata incomoda-o, mas está tão convicto da importância da sua seriedade que nada há a fazer. Argumenta, teoriza e apresenta soluções, caminhos para uma sociedade e um país melhor, empunha a luz daquela que julga a única razão aceitável como uma Excalibur que irá salvar o país. Os homens perdem-se quando desesperam por salvar-se a si mesmos, mesmo que disfarcem esse desespero sob a capa da salvação da humanidade. Tenho um amigo que por vezes me faz pena.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:34

Esperamos

Terça-feira, 18.10.11

 

 

Esperamos várias vezes ao dia. Esperamos que o tempo prossiga o seu interminável caminho. Que o sinal passe a verde, que a fila de trânsito nos permita avançar lenta e penosamente, que o metro nos engula em mais uma viagem de ferro. Esperamos por tudo menos pelo que devemos. Precipitamo-nos na nossa incapacidade de esperar, de saber esperar pela pessoa certa, desesperamos pelo momento indicado para dizer à pessoa certa que é ela aquela por quem não soubemos esperar. Esperamos pelo seu perdão mas, inevitavelmente, também ela não sabe esperar pela vontade de perdoar. O desespero da espera senta-se mecanicamente no banco gelado da carruagem de um metro que não espera por ninguém.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:04

O efeito de uma mentira mil vezes repetida

Segunda-feira, 17.10.11

Cada vez é menor a vontade de manchar este blogue com questiúnculas políticas e com as aldrabices do costume. Mas não resisto a deixar aqui um exemplo que espelha bem que uma mentira mil vezes repetida facilmente passa a verdade inquestionável, sobretudo quando quem tem mais responsabilidades é quem promove esses patéticos equívocos. Leiam esta notícia e logo a seguir analisem o quadro infra, pode ser que percebam o porquê de cada vez mais procurar proteger este espaço de políticas e políticos que falam sem saber ou que, mesmo sabendo, falam na mesma para camuflar as suas injustificáveis opções. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:32

15.º encontro da Confraria Etnográfica dos Olivais

Domingo, 16.10.11

 

 

Uma tarde inteira de desporto intensivo, temperada por pólo aquático, voleibol ao pé, matraquilhos e ping pong, temperou o 15.º encontro da Confraria Etnográfica dos Olivais, lá para os lados de Azeitão. O desporto praticou-se por entre petiscos, vinhos tintos de excelsa qualidade, pouca conversa sobre a malfada crise, muita risota, muita vontade de regressar aos prazeres básicos da vida. Sem SportTv nada se viu de bola, o que até é bom para descansar a cabeça. Há coisas bem mais importantes do que a crise e os vícios clubísticos, saber aproveitá-las é essencial para saborearmos todos os sabores da vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:32






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog