Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Portugal 5 - Islândia 3

Sexta-feira, 07.10.11

 

 

Uma vitória importante de Portugal acompanhada de uma exibição pouco entusiasmante. Um Nani a todo o gás salvou a honra do convento. Cristiano voltou a demonstrar alguma falta de eficácia na selecção e Postiga, apesar do golo marcado a meias com a barra, não é ponta de lança nem para esta selecção nem para o Burkina Faso. Não há alternativas? Há sim, desde o Nuno Gomes, ao Saleiro, passando pelo Éder da Académica e por qualquer jovem sub-21 que não pense que o futebol é a arte de fazer o mais difícil. No trio de meio campo sinto a falta de um jogador mandão, um Oceano que imponha o físico e respeitinho. Na defesa cheira-me que a parvoeira de Ricardo Carvalho deixou a confiança do sector significativamente abalada.

 

Para juntar à festa, esta ausência mal explicada de Danny deixa adivinhar que andam por ali invejinhas e vedetismos que só fazem mal à selecção. Gosto da forma de Paulo Bento enfrentar estes tiques de vedetas mal educadas, mas gostava que o seu estilo directo também fosse usado para explicar determinadas ausências, como a do melhor defesa direito português – José Bosingwa. Uma coisa que me parece que pouca gente percebe, é que a selecção não é um clube. A selecção representa o país e o seu povo, pelo que há um acréscimo de transparência e de prestação de contas que lhe advém dessa especificidade. Gostava que o Paulo pensasse nisso, ou que alguém com responsabilidades na estrutura federativa o alertasse para o caso. De qualquer forma, parabéns rapazes!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:57

O Assédio - O mal

Sexta-feira, 07.10.11

  

 

“Rostos onde o crime se insinue, embora a sua experiência o faça concluir que não há traço exterior que permita distinguir um malvado, uma vez que a atrocidade, aquela que foi cometida nas raparigas ou qualquer outra, está à mão do primeiro que passe. Não se trata do mundo estar cheio de inocentes, mas do contrário. Está povoado de indivíduos capazes, todos eles, do pior. O problema básico de qualquer bom polícia é atribuir aos seus semelhantes o grau exacto de maldade, ou de responsabilidade no mal causado, que lhes corresponde. Essa, e não a outra, é a justiça. Aquela que Rogelio Tizón compreende como tal. Imputar a cada ser humano a sua quota específica de culpa e fazê-lo pagar, se for possível. Impiedosamente.”

 

O modo como se entrelaçam na mente humana os intrincados mecanismos do mal será um dos maiores mistérios da humanidade. A razão que levou o pacífico cidadão a esfaquear o vizinho, o clique que conduziu o marido e pai extremoso a estalar o taco de basebol no crânio do amante da prima, as forças ocultas que levantaram do assento do automóvel o pacato automobilista, qual sonâmbulo, qual autómato, com o objectivo único de apertar o pescoço daquele taxista empedernido, as razões são pura cinza que se esvai na fogueira do comportamento humano. Depois, sobrará sempre a dúvida se haverá homens genuína e geneticamente maus, ou se a todo o momento nos poderemos transformar e abraçar as trevas da condição humana. Pérez-Reverte deu-nos um vislumbre da resposta sem nos entregar as certezas em bandeja, até porque no fim acabaremos sempre por duvidar, não fôssemos nós homens, não fosse o assassino um de nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:57

Pérolas da blogosfera - Programa de higiene mental

Quinta-feira, 06.10.11

 

 

De um dos meus bloggers de estimação, o Luís Januário, foi-me oferecida uma óptima desculpa para colocar aqui uma fotografias do meu desporto favorito - aquele que é praticado por inebriantes donzelas. Fiquem com o Luís e com as cachopas, que bem que elas jogam.

 

"Dentro do meu programa de higiene mental só ligo a televisão para zappings ecoinfantilóides. Para falar verdade o que vejo mesmo são os jogos de voleibol feminino. Os realizadores parecem-se todos comigo, doentes da atribuição de sentido, sempre à procura de um grande plano das mulheres, agora a cara, agora as mãos, o rabo, as coxas, a nuca, outra vez a cara. Chega o segundo set e parece que conhecemos aquelas pessoas há muito tempo, o calão do vólei, o petit nom, as preocupações com o namorado que não entende o papel subalterno face à selecção. Nós sim entendemos. Entendemos tudo e o mundo parece leve, e os movimentos fáceis, e a equipa parece uma família indestrutível que não obedece a nenhum imperativo senão o de ganhar pontos, jogos, medalhas."

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:50

Lana Del Rey - "Video Games"

Quarta-feira, 05.10.11

Num mundo estereotipado ainda há epifanias. Não conhecia esta rapariga, só posso andar a comer gelados com a testa. Por favor oiçam-me isto. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 22:13

Mais um 5 de Outubro, mais do mesmo

Terça-feira, 04.10.11

 

 

Amanhã, em mais um aniversário da implantação da República Portuguesa, seremos inundados por renovadas torrentes de discursos inflamados, alguns laudatórios, outros, cautelosos e adequados aos tempos que vivemos, pregadores das desgraças que se adivinham e dos sacrifícios a que teremos de nos sujeitar. Independentemente do teor dos discursos, estou certo que serão ocultas das palavras de circunstância as matérias do costume. Falo das patifarias que os homens dos primeiros alvores da República se empenharam em produzir, refiro-me à ditadurazeca que se seguiu a essa época de traquinices irresponsáveis e às suas nefastas consequências para a afirmação de Portugal como país crescido e auto-sustentado. Certamente não se falará também dos primórdios da liberdade pós Abril de 1974, das parvoeiras de utópicos rapazolas que se esforçaram por destruir o tecido produtivo do país, dos anos que se seguiram e se colam agora ao nosso tempo, reveladores de uma avassaladora incapacidade genética deste povo e dos seus governos em dotar a nação de uma economia sólida e de instituições úteis e eficientes.

 

Não resisto em terminar com as dolorosas e certeiras palavras do Pedro Lomba, no Público de hoje: “Será que aquele português que com tranquilidade encheu o Algarve nos últimos meses se esqueceu que Portugal foi sujeito a um plano de assistência externa sem o qual cairia na mais absoluta ingovernabilidade e insurreição?”. Eu sei que este texto não é particularmente optimista, mas ouvir as monocórdicas homilias do Dr. Vitor Gaspar não tem ajudado nada a dissipar o nevoeiro que encobre a esperança.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:27

A Mila Kunis não devia preocupar-se com impossibilidades

Segunda-feira, 03.10.11

 

 

As mulheres, as musas da nossa existência, para além de todo o manancial de encantamento que transportam sobre os ombros, carregam também o incalculável peso da insegurança. Horas perdidas diante do espelho cansaram-lhes as certezas, como se a nitidez da inegável beleza soçobrasse perante os olhos de quem cresceu a duvidar. Também as agruras da vida e as palavras afiadas daqueles que insistiram em amar, contribuíram para que o seu olhar se tornasse baço, inseguro, por vezes mesmo deturpador. Não há óculos que corrijam esta miopia, não há lentes que lhes devolvam a pureza do que o espelho mostra. Talvez só o amor verdadeiro e desinteressado lhes revele quem realmente são.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:32

Guimarães 0 - Sporting 1

Domingo, 02.10.11

 

 

A felicidade de mais uma vitória suada e sangrada é imensa. Uma festa de anos da criançada impediu-me de acompanhar o jogo pela televisão. Mas valeu a pena, numa pelada entre pequenos e graúdos marquei um belo golo com o filhote ao colo, que vibrou que nem um louco. Houve quem dissesse que parecia que tinham visto o Maradona com uma criança ao colo, imaginem lá o momento de arte. Quando foi o golo do Capel, recebi um sms, gritei golo do Sporting e o petiz repetiu. Mais perto da felicidade deveria ser difícil. Quanto ao jogo, pelo que li, lá vamos lutando contra tudo e contra todos, contra o sistema, contra os senhores Paixão e Vítor Pereira, alicerçados numa equipa solidária e sofredora. Obrigado rapazes, isto é para ir até ao fim e levantar o caneco!

 

Só mais uma nota para falar do Académica-Porto. Como já previa, as notícias sobre a morte deste Porto eram manifestamente exageradas. Ainda assim, diga-se que Pedro Emanuel está a tratar muito bem do seu futuro. Como diz o povo, genuinamente sábio, para bom entendedor meia palavra basta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:29

Cintra. Sousa Cintra.

Sábado, 01.10.11
 

Não sei por onde começar nem se isto merece um comentário final. É tudo tão bom, tão parolo, tão puro, tão tão portuguesinho. O nepotismo, a ingenuidade saloia, o amiguismo, a intromissão no balneário, o achincalho dos adversários, a pura alegria de criança, o sportinguismo o sportinguismo o sportinguismo. A paixão pelo futebol e pelo nosso clube que nos transforma em crianças mimadas. Como é que eu vivi até hoje sem ter visto isto é um mistério. Para sportinguistas dos sete costados e interdito a vermelhuscos e a tripalhada. Mainada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:04


Pág. 4/4





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog