Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E as férias de Verão que nunca mais chegam

Quinta-feira, 22.12.11

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:31

Do instinto e da liberdade de escolha

Quarta-feira, 21.12.11

 

Football fans by Michelangelo Durazzo

 

Não consigo explicar que instintos primários conduziram o meu filho de dois anos e meio à paixão por “jogar bola”, como ele tão bem diz com aquele sorriso de quem só conhece a alegria incontida e pura. Desconheço os genes que lhe transmitiram a informação de que para chutar a bola um pé deverá estar ao lado da redondinha, temo a resposta para a habilidade não ensinada de passar o pé sobre a bola, como se simulasse um passe de morte. Só consigo explicar que associado ao “jogar bola” ele repita incessantemente “golo” e, sobretudo, “Sporting”. Porque a liberdade de escolha tem limites.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:02

Violent Femmes - "Country death song"

Terça-feira, 20.12.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 18:57

O dia D

Segunda-feira, 19.12.11

 

 

Não é que em tempos de crise a imagem que me assola seja muito comum, mas ainda assim não deixa de suceder. Falo daqueles autómatos que conhecemos, que de tudo abdicaram para atingir o sucesso, a fama, a glória, a conta do banco recheada como um peru de Natal. Gente que abdicou dos amigos, dos prazeres simples, da família, dos amores, dos filhos, de tudo o que se espera que as pessoas esperem da vida, gente que moveu montanhas para se sentar no topo de uma torre de notas, de adversários triturados, de memórias estilhaçadas de pessoas que outrora amaram. A luz da glória ofusca-os e apresenta-lhes uma felicidade irreal, frágil, temporária, cada dia que passa mais ameaçada, um sentimento que definha e foge como a areia que escorre pelo buraco da ampulheta. Até que o dia D surge naturalmente. A clarividência, a certeza de que o caminho não era aquele, a evidência de que o que o cérebro ditou fê-lo à revelia do coração. O brilho, esse, fica sempre lá, mas um brilho enferrujado, um brilho para sempre acorrentado àquele dia de Dor que originalmente se pensou ser o dia de todos os começos. O dia D.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:26

Académica 1 - Sporting 1

Domingo, 18.12.11

 

 

Uma equipa que aspira a ser campeã não pode cometer determinados erros ou apresentar certas fragilidades. Não pode por exemplo, num dia em que o seu ponta de lança está em jornada manifestamente infeliz, não encontrar soluções alternativas para concretizar um caudal interminável de oportunidades. Meter bojinov em campo e terminar o jogo sem nos lembrarmos que ele lá esteve é patético, ver do outro lado um prometedor e concretizador avançado (Ederzito) que auferirá menos de um quinto do salário do búlgaro é revoltante. O Sporting não pode jogar 45 minutos com um inofensivo e sensaborão Pereirinha e perceber 45 minutos depois de o tirar que o seu substituto, Carrillo, foi o melhor jogador em campo. Não deve uma equipa com aspirações apresentar fragilidades no plantel que permitam que um jogo menos conseguido do seu extremo esquerdo só possa ser compensado pela entrada de um defesa esquerdo para o seu lugar, quando mais que tudo precisa de marcar (independentemente da asa esquerda ter melhorado, o desiquilíbrio está lá). Uma equipa que precisa de atacar mais do que o adversário, porque as suas aspirações são mais ambiciosas, não pode apresentar no lugar de trinco um esforçado Carriço que só tem rotinas e qualidade de passe de central. Sobretudo quando do outro lado está um jogador dos seus quadros muito superior a Carriço nessa posição (Adrien Silva), jogador esse inexplicavelmente emprestado com estas fraquezas no plantel. Uma equipa que aspira a ser campeã não pode viver de aspirações mas sim de vitórias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:44

Barcelona 4 - Santos 0

Domingo, 18.12.11

 

 

"Aprendemos a jogar futebol hoje", afirmou Neymar com aquela encantadora ingenuidade de menino após o banho de futebol por que passou.

 

Percebi hoje que não é a perfeição do futebol do Barcelona que irrita, muito menos a inimitável classe dos seus jogadores ou a capacidade única de saberem sempre o que fazer, quando o fazer e a que ritmo o fazer. Aquele futebol alucinante não poderá nunca ser classificado de enfadonho. O que é realmente enfadonho é a quase total ausência de incerteza quanto ao vencedor de um jogo que envolva o Barcelona. Mourinho e Cristiano Ronaldo foram traídos pela época em que o seu génio veio ao mundo. Uma época que pariu a melhor equipa de futebol de sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:41

RIP diva Cesária

Sábado, 17.12.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:58

A cana

Sexta-feira, 16.12.11

 

Fotografia de Tom Gralish, da série que lhe deu o prémio Pulitzer (Philadelphia's Homeless, 1985)

 

Nem todos estamos fadados para sermos cidadãos dedicados ao voluntariado. O meu percurso demonstra que não sou certamente alguém que anseia pelos fins de semana de banco alimentar e afins. Nada contra, só a favor, simplesmente não é a minha praia. Defendo que dar a mão a quem mais perto está de nós é mais natural, que se todos seguíssemos esse caminho provavelmente resolvíamos muitas das tristezas e desgraças de quem nos rodeia. Há uns bons anos, em vésperas de um Natal gelado, decidi com dois amigos olivalenses passar a noite a distribuir champanhe e bolo rei pelos sem abrigo das ruas de Lisboa. Martim Moniz, Avenida da Liberdade, terminando no Marquês. A gratidão, a sofreguidão, o conformismo perante um destino que aceitaram sem recriminações e com as lágrimas já secas. Risos. Rimos muito abraçados a alguns daqueles seres humanos que a vida decidiu abandonar. O voluntariado puro e duro acabou para mim naquela noite. A dor da impotência é demasiado forte, o atenuar momentâneo da solidão ou da fome não tem o condão de salvar ninguém. Dar a cana e não o peixe. Dar a cana e não o peixe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:47

E bananas de Massamá, Margarida?

Quinta-feira, 15.12.11

 

 

“Sou grande apologista e ferverosa defensora da banana nacional, seja ela da Madeira ou dos Açores. Já provei banana francesa, espanhola e sul-americana, e posso garantir que nenhuma delas suplanta a banana lusitana. Nunca experimentei a banana africana, embora já me tenha sido recomendada por algumas amigas mais esclarecidas, porque o produto nacional sempre fez de mim uma consumidora feliz“.

 

Margarida Rebelo Pinto ao semanário “Sol” (descaradamente roubado daqui)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:16

Lazio 2 - Sporting 0

Quarta-feira, 14.12.11

"Basic moment of realisation as a parent: despite my ostensible role as the caregiver, I need them far more than they need me."

Alain de Botton

 

 

Recordo com saudade os tempos em que chegava a casa, abancava na poltrona e assistia refastelado às tristezas e alegrias do meu Sporting. Hoje, sem qualquer tipo de arrependimento, a chegada a casa é acompanhada de muita festa do petiz e de brincadeiras efusivas, seguidas do banho pré-jantar. Agora que ele já julga poder fazer tudo sozinho, ao tentar despir a roupa fez um ligeiro corte na face com a unha. Não chorou, apenas repetiu o meu “dói-dói” carinhoso e prosseguiu na sua tarefa. São as dores de crescimento, aquelas que também o meu Sporting sofre, sobretudo quando os jogos não parecem ter importância por aí além. Mas atenção senhores dirigentes, senhor treinador e senhores jogadores - o Sporting é o Sporting, o prestígio não vem do passado, conquista-se dia a dia. Vejam lá isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:04






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog