Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Da excessiva ambição do desejo

Sábado, 10.11.12

 

 

- Não te percebo, minha querida. Mas não era isto que pretendias? Não lamentavas a falta de emoção, de originalidade, a escassez de surpresa e mistério, mesmo de algum perigo na nossa relação?

 

- Sabes bem que sempre quis mais emoção e fugir à rotina, mas não era isto que tinha em mente, João. Vá, tira-me lá a merda da venda e desata-me as mãos.

 

- Ah, muito bem, deixa-me lá ver se percebo a senhorita. Queres fugir ao expectável e shots de emoção, mas não queres perder o controlo. Lamento informar que tal não é possível, o carrossel da loucura só admite convidados que não conhecemm o teor do convite.

 

- João, mas que merda de conversa é essa??? Solta-me imediatamente!

 

- Minha querida, já não é a primeira vez que te digo: nunca peças aquilo para que não estás preparada, nunca desejes o desconhecido se o temor que dele tens é superior à vontade de o conhecer.

 

- João, pela última vez, solta-me já ou esta é a última vez que estaremos juntos!

 

- Tudo bem, minha princesa, vou então assegurar que a nossa última vez seja inesquecível. Mais uma vez, limito-me a cumprir os teus desejos. Enjoy the ride!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:10

Anjos mensageiros e correntes de luz

Sexta-feira, 09.11.12

 

 

Energias positivas. Correntes de luz. Equilíbrio físico, mental e emocional. Bem-estar consigo próprio, capacidade de compreender e escutar os outros. Pensamentos límpidos que influenciam estados de alma, que atenuam doenças e tornam a vida mais leve, que nos tornam mais próximos do próximo. Correntes de solidariedade, vontade inata de desejar o bem dos outros. Não sou especialista na matéria e muito menos crente, mas admiro quem procura este caminho, quem vê luz num dia de chuva, quem sente prazer em pensar nos outros, quem canaliza as suas energias para energizar quem necessita de força. Haverá anjos mensageiros que buscam o bem e o bem-estar, sem nada esperar em troca? Sim, acredito que sim. A eles dedico este texto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:38

Parabéns Briosa! Volta Wilson!

Quinta-feira, 08.11.12

 

 

Este post tem como principal objectivo felicitar a Académica, minha segunda equipa, pela fantástica vitória obtida perante o campeão da Liga Europa, o Atlético de Madrid. OK, posso fazer a ligação com o meu desgraçado Sporting através do marcador dos dois golos da Briosa, o leão emprestado e esquecido em Alvalade, Wilson Eduardo. Este jovem, que terá cometido o pecado de ser português, barato e feito nas escolas de Alvalade, já fez mais este ano do que Jéffren, Viola e Labyad juntos. Palavras para quê?

 

Quanto ao Sporting pouco a dizer. Safou-se um enormíssimo Capel e um gigantesco Rui Patrício (o que seria do Sporting este ano sem ele, teria ganho algum jogo?). De resto, Cédric está num momento de forma e confiança mais que lamentável, patético, e ninguém parece fazer nada pelo rapaz – isto é, dar-lhe um bom banho de banco. Ah, esperem lá, não há alternativa credível para defesa direito, como não há para o centro da defesa ou para ponta de lança. E quando já tudo corre mal, nada como sofrer um golo no último minuto. Se este clube não existisse tinha de ser inventado. Desculpa Miguel, desculpa Francisco, desculpem ter-me apaixonado desta maneira irracional por um leão ferido à nascença.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:27

Munta bom mas não chega, JJ

Quarta-feira, 07.11.12

 

 

Para além da beleza estética, da paixão que desperta e das emoções da incerteza que comporta, o futebol é também rico em lições de vida e em contrariar ideias feitas. Alguns exemplos que decorrem da noite europeia de hoje:

  1. O ódio e a embirração nem sempre se sustentam em razões racionais – A condição de patinho feio a que os adeptos benfiquistas votaram Cardozo, o melhor marcador benfiquista dos últimos anos.

  2. Dos fracos não reza a história – A forma como o Celtic, uma equipa feita de paixão e de jogadores medianos derrotou a melhor equipa do mundo derrubando esta ideia feita que tanta vezes é esmagada pela magia do futebol.

  3. São os melhores que melhor sabem aguentar a pressão dos grandes momentos – Mentira, mais uma vez. Beto, um grande guarda-redes, comete um erro infantil e injustificável entregando o ouro a Van Persie.

  4. A sorte persegue os audazes – Falso, novamente. Peseiro, um treinador que arrisca muito, que prefere o futebol ofensivo às tácticas do ferrolho, será muito provavelmente um dos maiores pés frios da história do futebol.

E depois, para aligeirar o dramatismo das coisas da bola, temos Jorge Jesus: “os j'gadores do Celtic são munta fortes e os j'gadores do Barcelona são munta pecanitos”. Obrigado JJ.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:35

Sigur Rós: Varúð

Terça-feira, 06.11.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 18:23

"O Anjo Ancorado" - Os dias da rádio

Segunda-feira, 05.11.12

 

 

«Apetecia-me ir por aí», disse ela a dada altura, e disse-o como se falasse do fundo do carro para a noite, lá em cima. «Apetecia-me vadiar até se fazer dia, ir a casa tomar banho e, ala, para o colégio. Ouça, não se importa de baixar mais o rádio?»

«Desculpe, tenho a mania de pôr muito alto.»

«Como os taberneiros?»

«Como os apreciadores de jazz, também pode ser. Ou como as prostitutas baratas, se quiser. O rádio, Guida, é um vício de solitários, nunca reparou?»

 

Não sei o que me encanta mais, se a simplicidade desarmante e encantatória dos diálogos tecidos por Cardoso Pires, se o suco das conversas dos protagonistas. Como não ligar esta troca de argumentos às manhãs de todos os dias, aos carros habitados por foragidos amargurados entregues às ondas hertzianas que miraculosamente os resgatam da solidão que vive por detrás dos vidros embaciados? Novamente o som alto, ensurdecedor, como que um grito que impede de pensar, uma outra dimensão salvífica antes do mergulho na multidão, nas palavras confusas dos colegas mastigadas no café da manhã, nas ordens clamadas por um chefe sonolento e sedento de afirmação. Em suma, um bom vício, esta coisa do rádio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:02

V. Setúbal 2 - Sporting 1

Domingo, 04.11.12

 

 

Ponto prévio 1 – Considero esta Direcção do Sporting um fiasco, a sua estratégia um misto de patetice e desnorte, mas este continua a ser o meu clube.

Ponto prévio 2 – Até prova em contrário (do género de uma demonstração inequívoca de incompetência) Franky Vercauteren é o meu treinador e apoio-o, porque é ele que está à frente do meu Sporting.

 

Começou bem o Franky, melhorou um pouco a equipa, mas um conjunto de erros impediram-na de render o suficiente para ganhar. Vercauteren esteve bem no discurso pré-jogo, esteve ainda melhor no discurso pós jogo, falando da necessidade de melhorar e de acreditar, mas, sobretudo, realçando que há jogadores que o surpreenderam positivamente, outros que estiveram mal, dizendo mesmo que há jogadores no Sporting cuja falta de qualidade o desiludiu. Às vezes é preciso falar claro e não ter medo de pôr o dedo na ferida.

 

O que melhorou? Recuperámos 3 jogadores decisivos, que não tendo feito um jogo fantástico contribuíram decisivamente para a melhoria de qualidade do nosso futebol (Schaars, Insua e Izmailov). Descobrimos que o Jéffren afinal sabe – e muito – jogar à bola. Erros já conhecidos e deficiências que não há maneira de serem erradicadas? Uma dupla de centrais demasiado frágil (a saída de Onyewu foi um crime lesa futebol), Cédric é jeitoso a atacar mas confirma ser muito fraquinho a defender, Wolfswinkel parece cada vez mais desligado dos movimentos ofensivos e da eficácia no remate. Juntando a isto a falta de confiança, de concentração e em alguns casos de qualidade apontadas por Vercauteren, temos aqui um trabalho de Hércules para o belga. Estamos contigo e precisamos de ti, Franky, aperta com eles!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:52

NYC - She lives

Sábado, 03.11.12

Nova Iorque sobreviveu como só podia ter sobrevivido. Há ideias que nunca morrem, há sítios que são mais que lugares, cidades que são a marca da própria ideia de humanidade. Estas três fotografias de Jay Maisel resumem toda a força e magia da cidade que nunca dorme.

 

 

 

A liberdade como chama que arde todos os dias na esperança dos que a procuram, mas uma chama que arde sem se ver como a cantou o poeta, uma chama que só arde para alguns, uma liberdade que será sempre um ideal, um horizonte longínquo que por isso nunca deixará de iluminar o caminho dos sonhadores.

 

 

 

A neve em Nova Iorque. A neve que estende o manto branco, o manto da ilusão que sob si esconde uma cidade de pecado, de sangue, de dor e de inimagináveis desigualdades. Mas o manto branco é o que os olhos vêm e para muitos chega o que vêm os olhos.

 

 

A Nova Iorque dos que a habitam. A cidade de homens normais, com cheiros, com sonhos quase quase esmagados sob os seus olhos de desespero, mas homens que se sentem um pouco mais homens porque a sua cidade nunca dorme. Até que o sono para sempre lhes encerre o sonho que teima em não fechar os olhos.     

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:56

New York, New York

Sexta-feira, 02.11.12

"New York can be as compelling in a hurricane as it is on a starry Saturday night. Some of the thrill of living in the city arises from its combination of majesty and vulnerability. Coming to terms with apocalyptic scenes is easier here than in other cities because the scenes have already been imagined, scripted and filmed by Hollywood’s dystopian directors. We step outside this week as if onto a familiar movie set."

 Extracto de um artigo da revista "The New Yorker"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotografias do site boston.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:21

Game, set and match

Quinta-feira, 01.11.12

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:51


Pág. 3/3





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog