Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Da falta de tomates ou de como ser forte com os fracos e fraco com os fortes

Terça-feira, 21.01.14

 

Há hoje uma realidade que, para mal dos nossos pecados, começa a ganhar contornos irrevogáveis neste país (era bom que a irrevogabilidade neste caso concreto tivesse uma consistência PauloPortiana). Falo da atividade de altíssimo risco que é mostrar que se tem tomates (e dos rijos!) e afrontar os poderes instalados para denunciar injustiças. A esse propósito, aqui fica a minha homenagem ao Filipe Nascimento, jogador da equipa B do Benfica e, indiretamente, ao autor do texto infra (http://gordovaiabaliza.blogspot.pt/) sobre a situação de intrincado teor tomatal que em baixo descrevo. O que têm a dizer os 6 milhões sobre isto? Nada, desde que se vá à frente da procissão, os valores e os princípios deixam de servir para coisa alguma. Parabéns Filipe, apesar de tudo.

 

“Jorge Jesus disse numa conferência de imprensa que tanto no plantel A como no B, não há quem chegue aos calcanhares do Matic (o que no caso do Maxi é uma verdade literal).

- Como achou que ainda não tinha feito merda suficiente, foi ainda mais longe: nenhum jogador da formação do Benfica tem qualquer hipótese de ocupar o lugar do Matic. Quer dizer, tem, mas "só nascendo 10 vezes" (whatever that means... coitadinha da Mãe dele).

-  Bernardo Silva (
nota minha, não foi o Bernardo, foi o Filipe Nascimento, mas isso são pormenores), jogador da equipa B e formado no Benfica - quem não se sente não é filho de boa gente - reagiu em modo Séc. XXI, escrevendo o post do ano na sua página de Facebook: "Nasceremos mais 9 vezes se for preciso, ninguém nos rouba o sonho de uma vida".


- O que se passou depois foi uma sucessão de acontecimentos tristes (sobre os quais escreverei já a seguir) que culminou, uns dias mais tarde, num pedido de "desculpas à família benfiquista" por parte do mesmo Bernardo Silva.


Posto isto, vamos por partes:


Primeiro, como posso eu devolver o avo que me pertence deste pedido de desculpas? Eu não o quero para nada. Ele não faz sentido. Na verdade, talvez sejam os benfiquistas quem lhe esteja a dever um agradecimento colectivo. Este episódio é o espelho do nosso país. Um país que não valoriza quem se recusa a calar perante uma injustiça (mesmo que seja verdade e só a ele lhe pareça ser uma injustiça, não interessa, ele pode e deve falar). Como foi que o meu país se transformou num país que não valoriza quem tem tomates?


O Bernardo escreveu o que lhe ia na alma. Porque ele tem "o sonho de uma vida" para cumprir. E falta-lhe muito pouco para o concretizar. O sonho da vida dele é tão legítimo que é exactamente o mesmo que o de todos nós que somos benfiquistas desde pequeninos. Eu gostava que todos os jogadores do benfica, ao ouvir da boca do eventual futuro treinador o que ele ouviu, reagissem da mesma forma. Bem como todos os estagiários de todas as empresas. Que não se calassem. Que dissessem o que tivessem a dizer.


A comunicação social - que quer sangue sobretudo - limitou-se a "ser queixinhas": Jorge Jesus, o que tem a dizer sobre o que aquele menino ali escreveu? E a resposta que eu, enquanto sócio, gostava de te ouvido era qualquer coisa como "o que nós precisamos é de jogadores que pensem assim, com esta mentalidade. Vou estar particularmente atento à sua evolução e o melhor que pode acontecer ao Benfica é ele vir a provar-me que estou errado". Sem ironias.


Este puto devia estar a ser idolatrado mas não, em vez disso foi forçado a "carneirar" (é tão óbvio que não tenho qualquer dúvida) e a apresentar um pedido de desculpas público. Estou mesmo a ver "eh pá pede lá desculpa porque o Jesus ficou a olhar-te de lado. Olha que se não pedires o Presidente encosta-te e manda-te para o Águias da Musgueira". E ele pediu.


Não o julgo, é um puto. A pressão deve ter sido enorme. Mas o que devia ter acontecido era precisamente o contrário. Será que ainda ninguém percebeu que ao escrever aquelas palavras o Bernardo encarnou aquilo que de melhor o "benfiquismo" tem? Ao jogador que demonstra este carácter e esta coragem devia ser dada, imediatamente, a braçadeira de capitão. Porque é precisamente isto que os distingue (aos capitães) dos restantes profissionais de futebol.


Ao longo da minha vida vi isto a acontecer a demasiadas pessoas nos mais diversos ramos de actividade. Em Portugal os jovens, em geral, não são valorizados mas os jovens que se destacam, os jovens que demonstram desde cedo quererem mais, esses são espezinhados e calados o mais depressa possível. Porque são incómodos. Porque são perigosos. Porque nalguns casos roubam protagonismo, noutros põem em cheque o lugar dos superiores, noutros ainda podem tornar evidentes os podres que os seus superiores tentam, com tanto custo, esconder. Este foi só mais um caso.


Mas sabes uma coisa Bernardo? - e isto vai para todos os Bernardos que me estejam a ler - Eles enganaram-te mais uma vez. O pedido de desculpas não muda nada. Pelo contrário. Serão capazes de cinismos impensáveis em cima disso, como fazer entrar o Ivan Cavaleiro 85 e o André Gomes aos 90 minutos de jogo, por exemplo...


Amochar enfraquece-nos sempre e o teu pedido de desculpa pode não chegar sequer para evitar que eles te queimem. Mas uma coisa é certa, aconteça o que acontecer, ganhaste pelo menos O MEU respeito. Porque, como eles tanto gostam de dizer, O BENFICA ÉS TU!”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:27

O que falta nas nossas ruas

Segunda-feira, 20.01.14

 

Alguns episódios recentes puseram-me a pensar se a sociedade em geral, o meu grupo de amigos em particular e eu próprio em particularíssima pessoa, temos andado preocupados com questões que realmente nos deveriam preocupar ou se, por algum inexplicável desvio cognitivo ou mesmo derivado de perturbações emocionais provocadas pelas variações climatéricas, os toca e foge da troika e do Tribunal Constitucional, andamos a resvalar pelas bermas da pormenorização excessiva e dos detalhes insignificantoperipatéticos (epá, bonita palavra, o Saramago morreria de inveja se não tivesse já entregue a alma ao criador). Vejo discursos inflamados sobre regras de etiqueta não cumpridas escrupulosamente mas não avisto ao largo da costa risos tonitruantes e contagiantes. Vejo críticas ferozes aos comportamentos de quem nos é próximo, maioritariamente pelo facto dessas malévolas condutas não casarem na perfeição com aquilo que achamos ser a inapelável perfeição mas, em torno disso, vislumbro apenas um deserto de abraços, beijos, xi-corações, uma ausência completa de prometedores roçagares de saia. Falta ver gente feliz nas ruas, falta sentir que quem por aí anda se está nas tintas para o que de si pensam porque a absorção com que a felicidade os sufoca não dá espaço a nada mais. Falta beijar mais e rir mais e apertar a gravata da etiqueta até ao ponto do não retorno e meter os pormenores naquela gaveta do sótão que jamais se abrirá por ter soçobrado sob o peso das teias de aranha. Vejam lá isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:12

Jarbas, apetecia-me algo

Domingo, 19.01.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:41

Arouca 1 - Sporting 2

Sábado, 18.01.14

 

Antes do início de jogo disse a quem quis ouvir que uma equipa que ambiciona ser campeã tem que ganhar ao Arouca. Aos 5 minutos de jogo gritei ao mundo que o Slimani hoje tinha que entrar mais cedo. Durante todo o jogo valeu e muito a alma de Maurício que, não sendo um tecnicista nem um central de eleição, vem inspirando toda a equipa com uma garra sem fim. No momento em que Leonardo Jardim tirou o gigante William Carvalho (aquele remate ao poste, meu Deus, até onde irá este rapaz?) duvidei do acerto da substituição, mas o golo da vitória no minuto seguinte fez-me antecipar a explicação da mudança que Leonardo veio confirmar no final do jogo: Jardim queria que a bola fosse metida na área e para isso Adrien na posição 6 é mais competente que William. A substituição que ninguém faria deu-nos a vitória, Slimani, o ponta de lança de que muitos duvidavam fuzilou com classe e carimbou uma das mais suadas alegrias da época. Esta vitória deve-se em boa parte ao tremendo esforço dos jogadores mas tem a marca indelével de um senhor treinador. Obrigado rapazes, obrigado mister!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:38

Coisas que não deviam acontecer /água e vinho/ a bela e o monstro

Sexta-feira, 17.01.14

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:10

Jane Birkin e o espelho do desespero

Quinta-feira, 16.01.14

 

“I know what it's like to have someone coming home who looks at you not in the way they used to in the old days, and I've seen my own face contorted with sadness and rage in the mirror.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:28

A espuma dos dias (e da cerveja)

Quarta-feira, 15.01.14

 

Dizia-me um amigo, num misto de estupefacção e de crítica, que não percebia porque é que tinha tantas amigas que vivem sozinhas e não têm namorado, que passam a vida a queixar-se que não há para aí gajos de jeito quando o que há para aí aos pontapés são gajos porreiros e sozinhos em busca de gajas de jeito. Por entre gestos espalhafatosos que iam derrubando a espuma da imperial e atraindo a atenção de outras mesas, terminou o discurso com um “…ddaaassssss, mas o que é que estas gajas querem, um Sean Connery para a vida??? Um Tom Cruise a cada esquina??? Um Cristiano Ronaldo a fazer-lhes o pequeno almoço???" Olhei para ele com um sorriso compreensivo, dei-lhe uma carinhosa mas firme palmadinha no ombro e disse-lhe: “É verdade, há por aí muitas mulheres exigentes, sozinhas e interessantes, que não se contentam com todo e qualquer gajo. Mas tens que manter a esperança, alguma há-de fugir desse padrão e achar piada a tipos que gostam de gritar e gesticular freneticamente enquanto lhes enchem o casaquinho última moda de salpicos de cerveja”.

 

p.s. – Sim, é uma conversa fictícia, mas tem todos os ingredientes para poder ser real.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:47

Sporting 3 - Marítimo 0

Terça-feira, 14.01.14

 

Olá pessoal, sou o Carlos Mané, futuro Bola de Ouro do triénio 2018-2020. Só ainda não decidi se começo por Manchester ou Madrid.

 

 

Viva gente boa, sou o Vítor, o Kurt Russel de Alvalade e às vezes tenho a mania de perder a timidez. Puxem por mim, pode ser que me habitue.

 

  

Oi galera! Eu sou o Marcelo e hoje decidi lançar o jogo com uma boa meia dúzia de Super Boeck´s bem geladinhas! Delíciaaaaa!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:06

Vê lá isso, ó Lionel

Segunda-feira, 13.01.14

 

Dizia uma rapariga com piada: "Messi, agora que já serviste de passadeira vermelha podes devolver a fatiota ao Goucha".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:07

And the winner is...

Segunda-feira, 13.01.14

Pré eleição

Escrevi esta parte do texto antes da eleição da Bola de Ouro para o melhor jogador do mundo, cujos candidatos são Cristiano Ronaldo, Messi e Ribéry. Racionalmente defendo que CR7 deveria conquistar o troféu por um leque de razões que vai daqui até ao Nepal. Porque foi o melhor o ano passado, porque andou com o Real Madrid e a selecção portuguesa às costas, porque concretizou muito mais milagres do que Messi, porque Messi tem a seu lado um conjunto de jogadores melhor do que aqueles que oferecem golos a Ronaldo. Além disso, a divisão destes troféus entre os dois começa a ser patética, uma vez que o real valor de ambos não é espelhado objectivamente no desequilíbrio que a atribuição destes troféus em prol de Messi parece querer mostrar. Quanto a Ribéry, o caso é simples e resume-se numa frase que li algures: O Bayern ganharia tudo o que ganhou com Ribéry ou sem ele. Certamente o mesmo não se passa quanto às vitórias de Barcelona e Real Madrid …sem Messi e CR7 duvido muito que os títulos, golos e vitórias se aproximassem dos números desses dois colossos.

Pós eleição

Ontem um mar de lágrimas de tristeza pela pantera negra. Hoje um rio de lágrimas de felicidade por ti, Cristiano. Um país assim tem mesmo de ser especial. Parabéns miúdo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:30






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog