Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Trabalhar p´ró bronze - o paliativo perfeito

Quarta-feira, 15.10.14

 34.jpg

Esta série de seráficas sereias deleitadas e derretidas pela força e os encantos do astro rei tem sobretudo um objectivo paliativo. As dores do dia-a-dia já há muito que deixaram de exercer sobre mim uma força destruidora, mas quem não se sente não é filho de boa gente. Como tal, torna-se imperioso lançar mão a todos os artifícios que ajudem a amansar os efeitos da falta de bom senso de tanta e tão bem colocada gente, da ausência de profissionalismo alimentada pela completa incapacidade de auto-conhecimento e consequente auto-crítica, enfim, se não há dia em que a humanidade me poupe à espiral da preguiça congénita e de incompetências várias com que a nação insiste em brindar-me no seu todo (público, privado, chefes, assalariados, empresários, etc. e tal), apenas a visão de corpos desnudos afogados no prazer dos sentidos pode libertar-me deste sofrimento atroz. Bom, além dessas visões reconciliadoras, sou capaz de melhorar um bocadinho por saber que há quem pense de mim exactamente o mesmo que eu penso de demasiada gente. É bom não nos sentirmos sozinhos na desgraça nem nos acharmos o suprassumo da batata doce que flutua, incólume, neste riacho de talento desperdiçado. E é isto, agora toca a trabalhar p´ró bronze!

 

29.jpg

 30.jpg

 24.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:23

Dinamarca 0 - Portugal 1

Terça-feira, 14.10.14

 

sub2.gif

A minha paixão pelo futebol deve muito aos sentimentos contraditórios que o mesmo me inspira. Ver o Mustang ressuscitar das cinzas para fazer brilhar ao mais alto nível, uma vez mais, the one and only Cristiano Ronaldo traz-me à memória os tempos em que o mister Laslo Boloni carinhosamente apelidava o jovem Quaresma de “o meu Mustang”. Sorrio com essas memórias, o sorriso esmorece pelo facto de nos últimos anos me causar algum incómodo o facto de Quaresma parecer ter esquecido que tudo o que é hoje e que, sobretudo já foi, o deve em enorme quota-parte ao Sporting. Ver Ricardo Carvalho exibir-se a grande nível já bem entrado nos 30´s recorda-nos a todos que este é, com poucas dúvidas, o central mais elegante e “classudo” que já envergou a camisola das quinas. Por outro lado, não sendo adepto das penas perpétuas, dificilmente aceito esta decisão de trazer de volta ao seio da selecção alguém que tão gravemente desrespeitou o que deve ser o espírito de uma equipa nacional. Adoro o jogador Ricardo carvalho, aceito que não deve ser eternamente punido por um erro mas sou da opinião que há valores que devem estar acima de todas as circunstâncias práticas que ditaram o regresso de Ricardo Carvalho. Por fim, emocionou-me ver na baliza da Dinamarca Casper Schmeichel, que há uns bons anos treinava ao lado do pai, o grande Peter, nos relvados de Alvalade. Há quem diga que o filho treinava mais que o pai, mas o bom do Peter não estava lá para treinar, estava lá apenas para ganhar. Parabéns rapazes, parabéns pela entrada com o pé direito, Senhor Engenheiro, que a fortuna que teve hoje o acompanhe por muitos e bons anos!

p.s. – A fotografia que encima o post é a minha homenagem aos nossos jovens heróis, que têm tudo para ser os nossos heróis do futuro. Parabéns aos rapazes dos sub-21 que conduziram o país à fase final do campeonato da Europa, parabéns ao grande Rui Jorge, um excelente homem com grande futuro como treinador. Olho nele e olho neles!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:19

O problema está em saber o que procurar...

Segunda-feira, 13.10.14

 1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:26

To think out of this cantinho à beira mar plantado

Domingo, 12.10.14

 To think and see out of the box.jpg

To think out of the box, em língua inglesa, para ser ainda mais moderninho e coincidir com os gurus das grandes correntes da gestão. Inovação, criatividade, dar espaço ao talento, “empowerment to the people”, fugir ao que já foi feito, buscar incessantemente o nicho de mercado, descobrir o que o consumidor mais quer mesmo antes de ele saber que o vai querer. Tudo isso ao nosso dispor e nós a boiar como náufragos num país amordaçado às hierarquias, ao “sim senhor Dr.”, “com certeza Sr. Engenheiro”, agrilhoados pelos receios de perturbar a voz do dono, eternamente amarrado às ancestrais ideias do patrão, às eternas formas de fazer, de fazer aquilo que sempre se fez, bem ou mal e que, provavelmente, nada interessa fazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:42

Trabalhar p´ró bronze

Sábado, 11.10.14

 1.jpg

Chega o frio e diz o bom senso, razões de saúde pública e cinzentismos vários que deixa de fazer sentido espraiar aqui pelo blog moçoilas de bikini, monokini ou nokini. Aproxima-se o clima dos assuntos sérios e maçudos, próprios para debater à lareira, onde os xailes, as mantas sobre as pernas ou os roupões felpudos tapam a quase esquecida desfaçatez da pele demasiado exposta. Como aqui pelo burgo gostamos de contrariar, nasce assim uma nova série intitulada “Trabalhar p´ró bronze”, digamos que um mata bicho das saudades do sol, dos benefícios do dolce fare niente e, sobretudo, porque o país precisa disto, precisa de cor, calor, de beleza, de sensualidade, de sentir o sol a amolecer-nos os medos e os respeitinhos. Vamos a isto, é um fartar vilanagem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:09

Conselho para o fim de semana: leiam livros que vos possam mudar a vida;-)

Sexta-feira, 10.10.14

mulher.jpg 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:56

Da filosofia por praias tailandesas até ao deserto bem lusitano

Quinta-feira, 09.10.14

nuno-crato[1].jpg

Não sei se é de mim, mas tive a sorte e o privilégio de ter beneficiado, ao longo da minha carreira estudantil, dos conhecimentos de fantásticos professores* (não todos, mas gosto de lembrar as pessoas que interessam), com particular destaque para alguns professores de educação física. Não sei porquê, mas sempre me surpreendeu que pessoas tão sábias da vida e de outras artes tenham optado pelo ensino das coisas do corpo e não da mente (isto, sem prejuízo, claro está, de bem saber que mente sã só existe em corpo são). Bom, pensando melhor, essa terá sido provavelmente uma opção sábia - ter como desculpa o corpo para nos cultivar a mente.Um desses professores das artes físicas, fazendo jus à sabedoria que conheci há mais de vinte anos atrás, escreveu hoje no facebook um brilhante e certeiro texto sobre a, hum, o, bem, nem sei como lhe chamar...Fico-me por aqui, deliciem-se. 

“«Filosoficamente todo o agora é passado. Do tempo temos a memória do passado, que é todo o tempo que passa e a expectativa do futuro - esse horizonte que se afasta de nós à medida que ilusoriamente nos aproximamos dele. Verdadeiramente, a única dimensão do tempo que possuimos é o presente! Dos que se mantêm vivos no presente, não significa que se manterão vivos no futuro ».” - Filósofo popular de uma praia de Phuket. 

A mesma criatura, corrigindo, referiu que as pessoas devem estar atentas ao que ele diz. E ao não dizer “as pessoas manter-se-ão”, o Sr Ministro admite que o seu verbo induz os seus interlocutores em conclusões contrárias à sua acção. Normalmente isto seria considerado má fé, coisa que se dispensa em tão alto magistrado da Nação, mas, alevá!

Disse ainda o mesmo magistrado, no que foi entendido como a assunção de responsabilidades pelo descalabro do inicio deste ano lectivo:”Agora voltarei para a minha Universidade de Lisboa”. À cautela, sentei-me à espera! E ainda bem que o fiz, porque o tempo e o modo da asserção ministerial tinha uma pendência semântica e ainda estou à espera do cumprimento da promessa!

Atentemos na especulação sobre o tempo da autoria do Filosofo Budista da praia de Phuket: o advérbio agora é uma intenção comida pelo tempo e a forma verbal voltarei só pode ser uma expectativa. Por consequência, sendo a formulação de um desejo só se poderá concretizar no futuro.

O nosso primeiro, quiçá armado da filosofia oriental, foi veleiro no esclarecimento : “O Sr. Ministro da Educação há-de um dia regressar à sua Universidade de Lisboa. Não será agora!”

Pois claro, o professor universitário Crato ao dizer que voltaria para a Universidade, nunca quis dizer que não fica no ministério da Educação. Neste governo eles passam o tempo a clarificar-se uns aos outros sobre o que uns e outros dizem. Até parece que não sabemos ouvir!

«Já que esta gente não se entende, temos que fazer um esforço para percebê-los», costuma dizer alguém de quem esqueci o nome.”

*Nota de extrema relevância – toda a minha carreira de estudante foi passada na escola e na universidade pública.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:56

Sobre a descoberta de que andamos a dormir

Quarta-feira, 08.10.14

Com o avançar dos anos vamo-nos apercebendo, tantas vezes já sem possibilidade de corrigir essa infelicidade, que deixámos passar demasiadas experiências gloriosas, como sejam viagens irrepetíveis, filmes imortais, paixões avassaladoras ou, simplesmente, aqueles cinco minutos a contemplar o mar em silêncio, na companhia perfeita, no harmonioso namoro entre o ronco da maré e o silêncio que antecede a próxima vaga. Descubro que existe um filme (se calhar há até mais, meu Deus, o que é que ando aqui a fazer) que junta no ecrã a Claudia Cardinale e a Brigitte Bardot, um filme que perdi, que não sei se conseguirei recuperar, se terei tempo para parar, fechar os estores, servir um bom Whisky e apreciar até que os sentidos se saciem rejubilantes com a partilha do momento, só nós três, eu, pobre e distraído mortal, e elas, duas divas que absurdamente ignorei. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:01

Shame on us

Quarta-feira, 08.10.14

Mais uma baixa em África provocada pelo ébola - mais uma entre milhares - não dá audiências, logo, não abre telejornais. Ademais, estragarem-nos o jantar com essas desgraças longínquas é meio caminho andado para mudarmos de canal e para lixarmos as receitas de publicidade. Agora, o primeiro infectado na Europa, ainda por cima no quintal do nosso vizinho já nos faz levantar os olhos da sopinha e, vejam lá, até a Comissão Europeia se ergueu ferrugenta do seu trono de cabedal ressequido para questionar nuestros hermanos sobre o ocorrido. Shame on us.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:55

Despertares

Segunda-feira, 06.10.14

Rasgar o pano, cortar a direito, esquecer o caminho atapetado a rosas vermelhas, o trajecto inocentemente sonhado, a recta sem curvas perigosas, o passeio costumeiro até à terra prometida da harmoniosa e calma felicidade. Sentir o apelo do que sempre se negou, abrir os olhos para os mistérios ardilosamente ocultos sob o manto da curiosidade, sentir a frescura, o turbilhão da chuva selvagem de gotas grossas e desordenadas, aquelas que entram pela pele e desassossegam os adormecidos sentidos, sentir a pele molhada e saber que, naquele segundo, daí para a frente, é isso que se quer para o resto da vida. Estejam atentos, rapazes, elas estão a acordar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:22






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog