Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Miguel, lembra-te: Não há amor como o primeiro

Segunda-feira, 19.01.15

 não há amor como o primeiro.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:10

Das exigências de uma esmerada educação (Sporting 4 - Rio Ave 2)

Segunda-feira, 19.01.15

miguel.jpg

Não é fácil descrever a sensação que me causa o sorriso do pequeno Miguel ao deparar-se com o estádio, o verde que preenche as bancadas, a alegria com que repete o avançar do placar em uníssono com o speaker, o júbilo com que grita “O Tanakinha marcou! O Tanakinha marcou”. Juntando a isso o orgulho em poder testemunhar o crescimento dos dois futuros centrais da selecção nacional e o nascer de um futuro génio (sim, Gauld vale ouro, não duvidem, meus amigos), digamos que foi uma belo passeio pelo nosso Estádio, excelentemente abrilhantado pela corajosa e valorosa réplica do Rio Ave. Faltou mais Nani, vai havendo cada vez mais William Carvalho e os rapazes lá da frente não têm deixado que as saudades do Slimani apertem. O caminho faz-se caminhando e vem aí a segunda volta para mostrarmos ao mundo que crescemos e podemos ganhar a qualquer equipa. Vamos a eles rapazes!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:25

Histórias cor de rosa do mundo da bola

Sexta-feira, 16.01.15

bola4.gif

Derivado do carácter multifacetado desta tasca de luxuosos gostos, em que tanto se vira um penaltie de tinto carrascão como se debica um Moet & Chandom de valor incalculável, é apanágio deste cantinho frequentado pelas mais altas individualidades da nação e pelos maiores salafrários do país (sim, tantas vezes coincidirão na mesma pessoa…) discutir os dilemas da condição humana enquanto se dão uns toques pelos dramas cor-de-rosa da atualidade. Falo, como já deverão estar a adivinhar, da discutida problemática se a Irina deu com os pés ao Ronaldo ou se este foi marcar orgásmicos golos para outra freguesia. Se tal sucedeu, tenho a comunicar ao universo rosa choc noticioso que compreendo na perfeição e que lamento profundamente. Compreendo que dois riquíssimos e famosíssimos jovens queiram experimentar tudo o que de melhor tem o mundo, depois de se terem experimentado mutuamente, uma vez que a sua conta bancária e os seus outros atributos naturalmente lhes abrem portas obviamente fechadas aos comuns mortais. Lamento imensamente porque a jovem Irina vale tanto como uma bola de ouro e para o nosso maior só queremos o melhor. Fica aqui um apelo ao Ronaldo para ter em atenção este meu lamento e o conselho para, se necessário for, manter uma relação de fachada, nem que seja só para que a 4ª bola de ouro brilhe ainda mais quando recebida de mão dada com a beldade russa. Uma atenção, Cristiano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:19

Da beleza dessa instituição, o condomínio, pela lente de Bruce Davidson

Quinta-feira, 15.01.15

 

1.jpg

Os vizinhos podem ser a melhor coisinha do mundo, sobretudo quando não nos fazem entrar em desespero por bloquearem constantemente o elevador, quando detestam fazer conversa de circunstância, quando não se queixam do tempo (lá dizem os ingleses: "the first sign of madness is complaining about the weather"), quando não são caloteiros, quando percebem sem surpresa que o amarelo é para os plásticos e não para os vidros, quando não nos aborrecem as criancinhas com perguntas parvas ou gritinhos entusiasmados, enfim, quando são pessoas normais e não os amigalhaços lá do prédio que moram ao nosso lado mas nunca convidámos para uma cerveja na porta ao lado. Sou do tipo que estima os vizinhos, mas tenho os meus dias. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:38

Da urgência e da importância das coisas

Terça-feira, 13.01.15

 mafalda-importante-urgente[1].jpg

No top das frases um dia lidas de que nunca me esqueço, a qual já devo ter em tempos partilhado aqui pelo blog, está a seguinte: “Se é importante não deve ser urgente, se é urgente não é certamente importante”. A frase/adágio é atribuída aos “alemães” e lia-a num artigo escrito pelo antigo ministro Luís Campos e Cunha. Creio que não há dia em que não me depare com uma situação que me desperte a vontade de gritar bem alto esse adágio. As urgências são o sal dos corredores do poder deste país, das repartições, dos serviços, das empresas. Parece que em 99% dos casos só naquele momento exacto se soube que era preciso ter aquele documento concluído amanhã, só naquele minuto se soube que aquela encomenda tinha que ser preparada para expedição, só naquele exacto segundo o senhor ministro percebeu que tinha que fazer um balanço daquela medida para daqui a umas horas. Neste mundo de correrias loucas planear é visto como uma futilidade ou modernice, o que interessa é dar resposta na hora, não frustrar os gestores das urgências diárias. Enquanto corremos e suamos asseguramos que seja feito muito bem e a horas um mundo de tarefas que não são pensadas nem realmente importantes, fica por pensar e por fazer tudo aquilo que poderia, sem urgência mas com eficácia, ajudar-nos a sair deste buraco sem fim onde nos vamos afundando. No atletismo temos um fantástico histórico nas corridas de fundo, no mundo real somos os tristes campeões de sprints inúteis e de estéreis correrias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:00

SIMPLY THE BEST!

Segunda-feira, 12.01.15

IMG_20150112_211726.jpg

Apesar de teres cometido o sacrilégio de te apresentares em tão glamourosa cerimónia sem a tua maior joia - a divina Irina, apesar de não teres o desprendimento de dizer não aos milhões de nuestros hermanos e regressares por tuta e meia ao clube do teu coração - o nosso Sporting, apesar desses pecados, Cristiano, deixa-me agradecer-te por nos lembrares a todos nós, tristes lusitanos, que apesar do muito que falhamos e de tudo aquilo que poderíamos fazer melhor, quando efectivamente nos dedicamos a uma causa, uma actividade, uma tarefa, um projecto, uma carreira, somos simplesmente os melhores do mundo. Obrigado por tantas vezes extirpares destes nossos corações empedernidos lágrimas de alegria. OBRIGADO CR7!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:19

Um sincero obrigado à Anita Ekberg por toda a beleza que legou à humanidade - que descanse em paz

Segunda-feira, 12.01.15

 Anita Ekberg.jpg

Anita Ekberg (2).jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:52

40 - Para memória futura (e obrigado Tanaka!)

Domingo, 11.01.15

 40_2.jpg

Quarenta aninhos. Histórias, muitas histórias, travessuras infantis, loucuras juvenis, algum “ajuizamento” nos anos que dizem ser os da idade adulta. Não obstante, persiste a “despreocupada preocupação” em deixar que a jovialidade me acompanhe, que ajude mesmo a temperar o ramalhete da propalada maturidade. Amigos, muitos, alguns muito bons, outros bons, outros que apesar de estarem longe nunca abandonaram este cantinho do coração que os mantém na exclusividade da excelência dessa pedra preciosa que é a amizade incondicional. Inimigos poucos, mas de qualidade, para me manter alerta e não me deixar amolecer. Namoricos que bastem, desgostos que se esfumaram, alegrias que não esqueço. Ao cabo e ao resto tudo acaba por desembocar na família, a família que vem de trás, que ajudou a moldar o barro e que sempre me apoiou e acompanhou, a família que nasceu comigo e que espero me conduza até à última morada. O cheiro da erva molhada, os meus Olivais, o paraíso onde regresso nos meus quarenta anos, onde espero que os meus filhos venham a ser tão felizes como eu fui. Por último mas não em último, o Bolas e Letras, a casa da liberdade, da poesia, da suave transgressão, esta maravilhosa tasca onde exercito as meninges, o humor e onde tive a sorte de encontrar ainda mais amigos. Sou rapazinho para beber mais quarenta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:55

Ouro sobre azul - vem aí o fim de semana

Sexta-feira, 09.01.15

 ouro sobre azul.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:11

Por aqui também somos Charlie

Quinta-feira, 08.01.15

 Charlie.jpg

Mais uma homenagem e uma manifestação de repulsa pelo assassinato dos jornalistas, civis e polícias na tragédia Charlie Hebdo, apesar de chover no molhado nunca é demais. Estes momentos têm pelo menos o condão de nos fazer pensar no valor da vida e no horror da violência e dos fundamentalismos, quaisquer que sejam as suas raízes. Em suma, é nos funerais que tantas vezes encontramos em nós aquilo que de mais humano temos, a compaixão pelos outros e o amor pela vida humana. Dito isto, gostaria ainda de dizer que antes de se fazer deste infeliz episódio a semente que nos lance numa guerra de religiões ou de civilizações, devemos todos estar conscientes que doidos varridos habilitados a causar desgraças quando na posse de uma arma sempre existiram, sempre existirão e, infelizmente, nunca conseguiremos extinguir da face da terra. Mais depressa se acabam os linces da Malcata do que estes animais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:51






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog