Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Porto 1 - Benfica 0

Domingo, 20.09.15

IMG_20150920_231928.jpg

A grande novidade do clássico desta noite no Dragão foi a de 6 milhões de pessoas terem feito a surpreendente descoberta que o Maxi Pereira afinal não é um candidato à canonização, mas sim um perigoso caceteiro. Tendo descoberto isso, estes 6 milhões de visionários estarão perto de encontrar os salafrários que afinal trouxeram a troika para a nossa pátria. Indo ao jogo propriamente dito, enquanto Casillas deu um ar da sua graça na primeira parte, dando a entender que nesse período o Benfica foi superior, na segunda parte o Porto mostrou quem efectivamente queria ganhar e podia fazê-lo, por ter as armas mais adequadas para o efeito. Pontos negativos do jogo: as declarações de Rui Vitória no pós-jogo, fazendo as vezes de vítima, assumindo uma postura de treinador com ambição e discurso de equipa do meio da tabela. Pontos positivos foram 4, todos eles porque  cheiram a futuro risonho para a selecção nacional, aliviando um pouco o fardo leonino de alimentar quase em exclusivo a equipa de todos nós: André André, Ruben Neves, Gonçalo Guedes e Ruben Semedo. Rui Vitória tinha ficado bem melhor na fotografia se tivesse fasto as suas palavras nestes jovens e não no seu discurso gasto e a cheirar a mofo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:22

Café da manhã - com bolinhas e bolachinhas

Domingo, 20.09.15

 com bombons.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 08:43

Terrorismo, medo e egoísmos - receita explosiva para a desumanidade

Sábado, 19.09.15

siria_criança2.jpg

Custa-me cada vez mais, cada dia que passa, ler notícias sobre os refugiados (ou migrantes, que parece que é mais fino), ver fotografias de crianças em sofrimento, de pais desesperados por não conseguir livrá-las dessa dor física e psicológica. Custa-me, mais que tudo, porque é abjeto um mundo em que se deixam sofrer crianças sem nada fazer para minorar ou evitar esse sofrimento. Custa-me porque tenho consciência que todos os contributos que possa dar para mitigar essas atrocidades são ínfimos mas, sobretudo, por perceber que a sociedade onde vivo, a Europa onde me integro, pouco faz para encontrar soluções rápidas, eficazes e humanas. Como alguém disse, em poucas horas arranjam-se centenas de milhões para salvar um banco, mas disponibilizar umas dezenas de milhões para salvar crianças torna-se de repente uma missão quase impossível. Custa-me também - deixem-me ser sincero e mostrar um lado egoísta (isto de ser humano é tramado) - que a tristeza infligida por tantas imagens de cruel aflição que chispa dos olhos assustados de tantas crianças me faça sentir culpado da constante preocupação em proporcionar felicidade e bem-estar físico aos meus rapazes. Temo que a tristeza que essas imagens me transmitem manche a alegria que naturalmente sinto ao ver os meus filhos felizes, que diminua a alegria com que gosto de lhes retribuir a sua mera existência - como se o conforto e a felicidade deles fossem quase injustos face à dor e o sofrimento das outras crianças. Este egoísmo que me assola nasce também dos naturais receios de que a solidariedade europeia possa ser um cavalo de Tróia para a entrada de milhares de possíveis terroristas nas nossas fronteiras. Eu, homem comum, quero ser solidário, mas não esqueço estes egoísmos e receios. E aqueles que elegemos para guiar os nossos destinos, não deveriam estar melhor preparados para ultrapassar estes egoísmos e receios? E os olhos desta criança, não deveriam ser razão mais que suficiente para encontrarmos as respostas e as ferramentas que apaguem estes medos e egocentrismos, e assim cumprir o objetivo primacial de salvar esta criança? 

siria_criança.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:18

Café da manhã - cool, pulp anf fiction

Sexta-feira, 18.09.15

cool, pulp and fiction.jpg  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 07:46

Sporting 1 - Lokomotiv de Moscovo 3

Quinta-feira, 17.09.15

IMG_20150917_215211.jpg

O que se passou hoje em Alvalade, contra o ferroviário de Moscovo? Por vezes as explicações no futebol são tão simples que irritam. Houve um momento do jogo que dei por por mim a apelar à misericórdia de Jesus para tirar Tobias Figueiredo do campo, pais nenhum merecem ver tamanho descalabro de um filho. A certo ponto parei de prestar atenção ao jogo para reflectir sobre o porquê do Valência e da Fiorentina terem decidido, sem rodeios, que estava na hora de João Pereira e Aquilani irem gozar a reforma antecipada para outras bandas. Gelson, um jovem a rebentar de potencial, ainda não atingiu a maturidade para fazer explodir a bomba. Quatro jogadores bem abaixo do aceitável. Tobias mais que todos, mais ainda por ocupar uma posição fulcral. Não há milagres, nem com Jesus. Vê lá isso, JJ.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:57

Café da manhã

Quinta-feira, 17.09.15

32.jpg

Adrenalina ritual pausa despertar contemplar abstrair cheiro sabor doce forte manhãs. Noites mal dormidas, sonhos adiados, fuga ao silêncio. Olhar-te nos olhos escondido na chávena que sorvo, fio condutor de prometedoras conversas, desbloqueador de silêncios incómodos. Energia sem a qual tudo esmorece. Tesão. Sangue a palpitar. Ir além do que o corpo permite e a mente concede. Vigor. Sentir mais força do que a que realmente se tem. Negar a entrega. Dominar o jogo. Café. Quente e grátis, como se quer. A partir de hoje. Aqui. No Bolas e Letras. Todos os dias, ou dia sim, dia não, ou quando um homem quiser, ou quando houver tempo para o sorver, ou simplesmente quando os teus olhos encontrarem os meus. A solo ou demolhado em frases supostamente inspiradoras. Acompanhado de uma torrada barrada com enfadonhas banalidades ou abandonado à sua sorte. Café da manhã, a partir de hoje, aqui, no Bolas e Letras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:36

Demasiadas luzes para tão pouca carne

Quarta-feira, 16.09.15

admiração.jpg

 

Pior que o medo de nos desiludirmos é o medo de desiludirmos. Sobrevivemos à quebra de expectativas criadas quantos aos outros, mas somos capazes de soçobrar quando, aos olhos desses outros, nós próprios não correspondemos às suas expectativas. O que deveria ser uma consequência natural e possível dos mecanismos da interacção humana transforma-se num bloqueio relacional que nos devolve aos néones dos écrans, às redes sociais, a mais uma série com detectives, homicídios misteriosos e intrigas políticas. Sexo glorioso nos canais temáticos, emoções fortes nos melhores filmes do videoclube à distância de um clique no telecomando. Como se a vida não fosse de carne e osso, como se o medo da vida não fosse a sua absoluta negação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:21

É de aproveitar, enquanto sonhar não paga imposto

Terça-feira, 15.09.15

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 16:19

Futebol português - regresso aos relvados precisa-se!

Segunda-feira, 14.09.15

z_bola.jpg

Confesso cada vez menos vontade para escrever sobre futebol, por muito que continue a gostar de ver/jogar futebol. Enerva-me a idiotice de tempo que se perde a discutir as coisas da bola na televisão, na vida real, sobretudo quando o que se repisa são os dramas do sistema ou as malfeitorias da arbitragem. A discussão sobre a bola devia centrar-se na beleza do desporto, as artes e desgraças dos jogadores, tudo isso centrado naqueles 90 minutos. Prolongar isso muito para lá do tempo de jogo é sinal de pobreza de espírito e de falta de assunto. O que escrevo aqui sobre bola tenderá a reduzir-se, muito porque não quero cair no erro desses oráculos comentadeiros do esférico e da relva. Outra coisa que me amofina respeita ao facto do ângulo de visão dos inúmeros programas e jornais que se debruçam sobre o tema serem exactamente os mesmos. Custa assim tanto ser diferente, pegar no touro pelos cornos e não só pela cauda? Alguns exemplos do que poderia e deveria ser falado sobre o fim-de-semana da liga Portuguesa e de que poucos ou nenhuns falarão:

- Depois de uma brilhante entrada na época, coroada pelo apuramento para a fase final da Liga Europa, o Belenenses faz uma exibição miserável contra o Benfica, encaixando 6 golos e não devolvendo nenhum. Qual terá sido o peso das eternas questões sobre jogadores emprestados/vendidos/cedidos nos últimos anos pelo Benfica ao Belenenses nesta debacle exibicional dos rapazes do Restelo?

- Por terras nortenhas, depois de meses a preparar o plantel, contrataram-se há uma semana dois mexicanos que tiveram entrada directa no onze de Lopetegui. O que diz isto sobre o sucesso do planeamento da época? Os dois defesas esquerdos que já estavam no plantel e que perderam o lugar para um dos mexicanos são para esquecer? Será que uma alminha jornaleira se importa de colocar estas questões a Lopetegui?

- João Mário, um já excelente e ainda mais promissor jogador leonino, faz-me lembrar tantas e tantas vezes Rui costa, quer pela elegância com que trata a redondinha, quer pela soberba visão de jogo. Porque é que a sua maior fraqueza, o remate à baliza, não tem melhorado ao longo dos últimos anos? Está a ser realizado treino específico nessa área para o jogador? Não deveria estar? Jesus, vê lá isso, por favor. Senhores jornalistas, pensem um bocadinho fora da caixa mas sem sair do que interessa quanto ao rectângulo de jogo, por favor…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:57

Sons de Cristal - Nel e a felicidade

Domingo, 13.09.15

4.jpg

Ontem, em Som de Cristal, provavelmente o melhor programa alguma vez feito sobre o Portugal profundo, um curto diálogo que é um tratado sobre a felicidade, a condição humana e a ascensão social neste cantinho à beira mar plantado:

"Bruno Nogueira - É feliz Nel?

(Nel Monteiro sorri e bebe mais um copo).

Bruno Nogueira insiste - É feliz Nel?

Nel Monteiro - Sou! Então quando eu andava lá na escravatura com 16 ou 17 anos alguma vez imaginei chegar onde cheguei? Tudo o que veio para além do zero veio por acréscimo."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:26






mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog