Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A doce meretriz

Domingo, 29.10.17

tumblr_otd8ieatUJ1r7kuu3o1_1280.jpg

 

O amor, essa puta sem dono nem rosto, é a centelha que nos alumia a via. Tudo o que somos e fazemos tem por fonte o excesso ou a ausência do amor, a sua busca, os enganos e desenganos com que essa doce meretriz nos tenta, fazendo de homens fracos lobos esfaimados, criancas ingénuas ou velhos sem fome de viver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 07:01

Da série "questões a não colocar, em hipótese nenhuma, a esses bichos"

Sexta-feira, 27.10.17

 

amizade feminina.jpg

 

Há uns dias, uma amiga que partilha casa com uma colega, revoltada com as desgraças dos contratos com as MEO´s e TVCabo´s cá do burgo, perguntava-me, do auge da sua irritação, o que raio é que duas mulheres vão fazer à noite, sem TV e sem Wifi? Olhei para ela, tentando esconder bem no fundo de mim a resposta que me subiu diretamente à boca (não diretamente vinda do cérebro, esclareça-se, até porque se assim fosse tinha descido e não subido) e lá consegui disfarçar (???), sugerindo a manicure ou palavras cruzadas. Mas porque é que fazem estas perguntas tão difíceis a bichos tão estranhos como os homens?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:22

Sexta-feira, contra os excessos de energia

Quinta-feira, 26.10.17

  

friday.jpg

 

Por vezes só queremos mesmo que chegue sexta-feira. Por vezes nem nos apercebemos do cansaço físico e psíquico, de tão envolvidos que estamos nas tarefas, projetos e minudências que nos provocam esse estado. O excesso de desporto e de trabalho, a desmesurada preocupação com tudo e com todos, como se por acaso fossemos nós eventuais Deuses que pudéssemos mudar o rumo do que já está tantas vezes destinado. Por outro lado, esquecemo-nos demasiadas vezes que a energia de quem dá pode provocar atritos em quem recebe, resultando daí que a energia positivamente emitida pode ter efeitos negativos. Sexta-feira, venha ela.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:27

A boneca de porcelana

Segunda-feira, 23.10.17

  

vinil.jpg

 

Como eram belos os tempos em que nada era imediato, tudo envolvia dedicação, como o simples gesto de acertar com a agulha do gira-discos na ranhura certa do vinil. Seduzir não era carregar num botão que nos dirigia automática e friamente para a música pré-definida, era cuidar do disco para que não tivesse riscos e afagar a agulha em cada música, era tocar sem pressa num corpo de porcelana, era toda uma envolvência que simbolizava o privilégio de viver esse momento único e irrepetível. Hoje tudo é fácil, os engates estão à distância de um touch, uma queca pode ser só um desabafo de quem está aborrecido. Que saudades do vinil.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:25

O manto sagrado da cegueira

Quinta-feira, 19.10.17

  

svilarlusa2[1].jpg

 

As razões porque escrevo cada vez menos sobre futebol são diversificadas e não merecem que se perca muito tempo com elas. Ainda assim, abro aqui uma excepção para falar do que costumo chamar “o manto sagrado da cegueira”. Como sabem, manto sagrado é como alguns patetas apelidam a camisola do Benfica. Cegueira é o que está associado aos que a idolatram e, infelizmente não só a esses, mas sim também a grande parte dos profissionais que escrevem e peroram sobre os feitos e desfeitas da nação benfiquista. Não sei se é por comungarem do amor pelo manto, se é por terem a percepção que dizer a verdade sobre as desfeitas vermelhuscas pode fazer vender menos papel ou publicidade, ou se é apenas porque são tontos. O que se passou ontem com a estreia do mais jovem guarda-redes de sempre na Liga dos Campeões, promovida por Rui Vitória, será o exemplo perfeito disso. Será corajoso ou idiota lançar o jovem Svilar num jogo contra o colosso Manchester United, depois de apenas ter jogado um jogo a titular contra uma fraca equipa que pouco trabalho lhe deu? A resposta estaria sempre no resultado da aposta, na qualidade (ou falta dela) da exibição realizada pelo guarda-redes. Ora, depois de um frango como há muito não se via, facilmente explicado pela inexperiência e por algum deslumbramento do jovem, Rui Vitória foi crucificado? Não! O Benfica, por causa desse frango, mantém-se com zero pontos em 9 possíveis na Liga dos Campeões. O que diz disso a esmagadora maioria dos comentadores? Elogiou a coragem do treinador, elogiou o jovem que certamente nunca teriam visto jogar antes destes dois jogos, augurando-lhe mesmo um futuro radioso, ao nível do bom, velho e único Michel Preud´Homme. Para cúmulo da insanidade, José Mourinho veio dizer que só erra assim quem é brilhante, que o jovem vai ser um dos grandes, que é uma fera! Zé, és especial sim, mas o que é demais é demais, o manto sagrado assim vestido cai-te como uma samarra roçada em dorso real! Com tanta palmadinha nas costas e favores opinativos injustificados, admirem-se que a PJ e a PGR sintam curiosidade em saber das razões de tanta cegueira…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:03

O mergulho

Terça-feira, 17.10.17

  

beach.jpg

 

Sabia que a sua natureza era mais forte do que todas as regras e grilhetas que a sociedade ou os que a rodeavam pretendiam impor-lhe. Gostava dela assim, selvagem, indiferente a convenções e tabus artificiais, mas pedia-lhe por vezes alguma contenção. Mais por a querer só para si, o seu precioso segredo, do que pelo choque cultural que a atitude de uma mulher selvagem pudesse provocar nos outros. Quando ela lhe sorriu da soleira da porta, anunciando que ia estrear a praia junto à nova casa, devolveu-lhe o sorriso e pediu-lhe apenas para usar o lenço de praia que lhe cobria as belezas inigualáveis que tinha o privilégio e o desmedido prazer de conhecer até ao tutano. Ela desfez-se naquela gargalhada de miúda marota que o deixava desarmado, replicando que não ia a lado algum sem o seu muito amado lenço. Da janela, viu-a afastar-se em saltinhos de gazela, chegar à praia obedientemente coberta pelo tão amado lenço, sentiu a alegria contagiante que o sol abrasador e o mar em forma de céu líquido lhe transmitiam, e não conseguiu conter a gargalhada perante o espectáculo único que foi a sua entrada mar adentro. Live and let live.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:51

O país em chamas

Segunda-feira, 16.10.17

 

bombeiros.jpg

 

Temos que nos adaptar às novas condições climatéricas. Toda a Europa e a Califórnia estão a arder. As pessoas não podem estar à espera dos bombeiros e dos aviões, têm de se organizar e auto-proteger. Organizações terroristas apontadas como suspeitas dos incêndios. No meio de tantas alarvidades já ouvidas vem a cereja no topo do bolo pela Ministra, que diz que o mais fácil era demitir-se e tirar as férias que não teve este ano. Mas ainda não chega. Assobios para o ar, dedo acusatório ao tufão Ophelia, aos agricultores que fazem queimadas, ao descuido das populações. A esta hora já morreram mais de 30 pessoas em Portugal por causa dos fogos (nas últimas 24 horas!), bem mais do que no resto da Europa toda e não há ninguém que assuma responsabilidades, que perceba que o sistema de protecção civil do país não funciona, que o Estado está a falhar clamorosamente na sua principal missão, a de assegurar a segurança dos seus cidadãos. Ou a solução passa por termos que substituir todas as florestas por betão, porque não somos capazes de proteger a natureza do mal que os homens teimam em infligir-lhe?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:15

Ao cuidado do xor Eng.º Sócrates

Quinta-feira, 12.10.17

 

buda.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:45

O beija-flor

Terça-feira, 10.10.17

  

reader2.jpg

 

A garganta estava seca, as palavras evitavam abandonar a fonte estéril. Sentia a imaginação definhar e a inspiração longínqua. Os motivos por que outrora cravava sofregamente os dedos na caneta esfumaram-se nas idas e vindas da vida, nos encontros e desencontros com que o destino teimava em confrontá-lo. Sabia que um dia usaria esses reveses e as memórias já menos dolorosas como o fermento que faria germinar as palavras, mas neste momento sentia que, mais do que motivos para escrever, faltava-lhe vida vivida, intensamente vivida, que lhe trouxesse de volta a sofreguidão de estrangular a caneta. Faltava-lhe alguém para quem escrever, que lhe bebesse as palavras como o beija-flor bebe o néctar das flores, que o forçasse a espremer cada palavra como se fosse a última, como se o suco que jorrasse nas folhas fosse o elixir mágico que lhe devolveria a vida e a paixão de escrever.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:44

O sinal

Quarta-feira, 04.10.17

 

olivais.jpg

 

Escrevi o texto seguinte há dois anos. Poderia tê-lo feito hoje, pois no domingo tudo se mantinha igual, no mesmo sítio, como se o tempo tivesse parado. Os rapazes continuam a adorar o ato de depositar o papel na urna (hoje já com maior consciência da importância do mesmo), os velhos continuam velhos, de passo lento e frágil, mas decididos, os seus olhos com o brilho que, creio, acompanha sempre os olhos dos velhos, como se não existissem muito mais razões no mundo para lhes fazer brilhar a alma e iluminar o olhar. No domingo passado não choveu como há dois anos, brilhou sim um sol abrasador, talvez o mais sublime sinal de que a esperança afinal faz sentido.

 

“Alguns anos depois, votar na escola onde fiz o ciclo preparatório (a boa e velha “Fernando Pessoa”, aos Olivais). Ver os meus dois filhos depositarem o voto dos pais nas urnas. Cedo, que com filhos pequenos a preguiça foi encarcerada na urna. É cedo que os nossos velhos vão votar, devagar, passo frágil, mas decidido. Olhos sem brilho, cabisbaixos, como se a esperança definhasse na exacta medida dos jovens que rareiam nas mesas de voto. Os meus filhos radiantes pela nova experiência. A esperança a despontar por entre os pingos da chuva.”

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:18


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

pesquisar

Pesquisar no Blog