Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tiki taka afunda tuca tuca

Terça-feira, 29.06.10

 

 

A minha vontade, ainda mergulhada na desilusão dos pouco realistas, era que o título e as fotografias que ilustram este post me dispensassem de escrever sobre o jogo. Há situações em que escrever dói. Mas pronto, vamos lá ver se dedilhar as teclas me ajuda a exorcizar as dores de alma. Em resumo:

  1. O meio campo espanhol tem muito mais arte, criatividade e espontaneidade do que o português. Pedro Mendes deveria ter feito de Pepe, exigem-se explicações sobre o afastamento do titularíssimo Deco. Nem depois do 1-0 entrou porquê? A vontade de castigar Deco deveria ser superior aos interesses da selecção?

  2. A bomba CR7 não explodiu. É imperioso perceber, em definitivo, porque não rende Cristiano Ronaldo na selecção.

  3. Os 10 primeiros minutos do jogo não foram suficientes para perceber que o Ricardo Costa a cobrir o David Villa era meio caminho andado para o suicídio? Ou foi uma questão de fé?

  4. Eduardo foi fantástico, superlativo, um verdadeiro herói. Coentrão, na primeira parte, a imagem da coragem e da crença nas suas capacidades. Foi esta capacidade de superação que faltou à maioria dos nossos jogadores. Estes rapazes são as duas principais vitórias de Queiroz.

  5. Não foi por Hugo Almeida sair que perdemos. Depois da sua saída foi o golo, depois disso não mais a bola chegou em condições lá à frente. Ainda assim, Queiroz mais uma vez explicou mal a substituição, criando uma contradição sobre o esgotamento de Hugo Almeida com o próprio jogador.

Resumindo e concluindo, fizemos um mundial bastante decente. Tirando os casos Nani e Deco, honrámos as camisolas. A Espanha é mais forte do que Portugal, Cristiano Ronaldo não conseguiu contrariar a lógica. Voltemos às SCUT´s e ao desgoverno desta nação em suspenso, que já chega de paródia. Ah, e a ver se o Mourinho se farta de Madrid antes do próximo Mundial. Dava um certo jeito.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:13


8 comentários

De Anónimo a 30.06.2010 às 00:08

Amigo Carocha

Este jogo foi o espelho do merdas que é o Queiroz no que concerne à arte de dar chutos na bola.
1. Concordo que ninguém percebe a razão de jogar o filho da puta do Pepe em vez do Pedro Mendes: resultado, o Meireles e o Tiago passaram o jogo todo a ter de fazer compensações nunca podendo subir para pressionar
2. Com um meio campo como o da Espanha, faz realmente falta um Rui Costa, ou um Deco
3. Quando substituis o jogador que nos ultimos 20 minutos de jogo foi o melhor elemento da tua equipa, com o pretexto que está esgotado, tens todas as probabilidades da vida te correr mal
4. Ricardo Costa? Quem é esse brochista de merda ? Se queria solidez defensiva no lado direito, metia o Amorim, está farto de fazer esse papel no Benfica sempre com excelentes resultados
5. Estou farto dos filhos da puta dos naturalizados, todos para a puta que os pariu, já

6. Queiroz pode ir com eles

Abraço Arnaldo

De bolaseletras a 30.06.2010 às 00:23

Amigo Arnaldo,

Concordo com alguns dos teus comentários e estou solidário com a tua frustração. Mas, o Amorim não estava lesionado? Também não me parece que tivesse perninhas para parar o Villa...
Quanto aos brasileiros que adquiriram nacionalidade portuguesa, estou em completo desacordo. Adquiriram a nacionalidade com respeito à lei, tendo os mesmos direitos e deveres do que tu e eu. Não concordas com a lei que os teus representantes na AR votaram? Tens esse direito, mas olha, vivemos numa democracia, temos mesmo que respeitar as maiorias. Se gostei de ver o Pepe a rir no fim do jogo abraçado a um espanhol? Não, não gostei. Mas também não gostei de ver o portuguesissimo Ronaldo a eximir-se às responsabilidades...Enfim, uma noite que deixa muitas questões que, infelizmente, se calhar nunca serão respondidas.


De Anónimo a 30.06.2010 às 08:21

vivemos numa democracia ?

essa é uma anedota e peras... quase ao nivel da prestação da equipa nacional...

De Teresa a 30.06.2010 às 11:31

Aqui há uns anos uma amiga confrontou-me com a notícia que se ía divorciar. Eles, o casal de sonho para qualquer mulher que vive em "democracia": ela queria trabalhar até tarde ele chegava-se à frente para tratar da miúda, da casa, do cão e se fosse preciso levar a sogra às comprar - tudo com um sorriso. Ela queria ir para a borga com as amigas e ele "tudo bem, amor. vai e diver-te". Sejamos sinceraos aquele homem era um Deus. Espantada e já temerosa da resposta perguntei-lhe "mas porquê? o que se passa longe dos nosso olhos que te façam avançar para essa decisão?" e ela responde-me "nada. sou de facto casada com o homem mais fantástico. mas isso não me faz amá-lo" - está é aquela parte que dizes "MULHERES!!!"

Mas não deixo de ver um certo paralelismo com o Queiroz: é um seleccionador simpático? É. Sabe do mistério (sendo ele o Mister ;))? Sim. É/Foi suficiente? Não. às vezes não é. Ás vezes um bom murro (na mesa, entenda-se ahahah), o desenvolver de uma certa garra e agressividade é necessária... na vida como no futebol!

Ah, e aquele miúdo gírissimo (gaja dixit) - Fábio Coentrão - deveria ter sido convocado logo no início e não como alguém que vem tapar o sol com a peneira... Bravo Miúdo, com garra e um cabelo nota 20 :D... vá lá, SORRI!!!!

As férias e os bikinis estão aí ;)... e Wimbledon XD...

De Anónimo a 30.06.2010 às 14:15

Gostei desta resposta. Boa história , pese embora o facto da valorização estética do Fábio Coentrão me fazer duvidar da sanidade mental, mas eu não sou especilista na matéria e gostos não se discutem. O Queiroz é bom moço, mas como tudo na vida, dos bons (fracos?) não reza a história. Aproveito para dizer que gostei do post do pequenino, embora mal rematado (mundial decente, carocha? Seria, se tivéssemos dado tudo o que tínhamos e não demos). Não deixa de ser um post à Portugal, defendes bem, organizado no meio campo l, mas quando remataste foi assim fraquinho como os remates do CR de ontem.

Abraço do amigo Miguel Oliveira

De bolaseletras a 30.06.2010 às 15:27

Amigo Miguel,

Aceito a tua crítica quanto ao remate final, a frustração não me permitiu dar o salto para a genialidade. Mas acho que não há nada de muito genial para dizer. Fomos decentes, sim, o mal é pensar que podíamos ser muito mais do que isso. Não podíamos dar muito mais porque não tínhamos. Sem um ponta de lança, um nº 10 e um defesa direito não, tudo o resto é sonho.

De bolaseletras a 30.06.2010 às 15:31

Teresa,

Bela história, bela analogia entre o amor sem chama da tua amiga e aquilo que sentimos pelo Queiroz. Eu, sinceramente, acho que um homem que é tão fofinho, amiguinho, temerário ao grande amor como era o tal rapaz, nunca poderia fazer a mulher sentir-se realmente mulher. Faltava ali a centelha da filha putice de que nenhuma mulher abdica. Ao menos um dia o rapaz teria de ter bebeido um como a mais, olhado para um decote com descaramento...

Sim, felizmente vem aí o Verão, muita pele, muita perna à mostra, salvé o rei Sol! Teresa, o cabelo do Fábio era a brincar, certo? Diga-se sff que era ironia, pleaseee...

De Teresa a 30.06.2010 às 17:27

Claro que era brincadeira. Era eu, sem sucesso, a dar uma de gaja... tinha acabado de ouvir isto aqui no escritório e pensei "ora aqui está um rol que nunca me ocorreria. ahahahahah" - lindo, fôfo e com cabelo lindo (acho que havia um lindo a seguir a fôfo mas não posso jurar), ora toma!

Mas gosto do miúdo. A sério. Ontem - e depois do seu "repare bem" - estive atenta e devo admitir que senti um calafrio quase macho quando vi o Pepe a dar-lhe conselhos ao intervalo ahahahahah

Voltemos pois às Letras (olha que o Paraguay tem cá umas fans ;)) que as Bolas (lusas) já deram o que tinham para dar - acabei de saber que o Maradona ficou sem o talismã (Loftus Versfeld Stadium de Pretoria) para a Conferência de Imprensa... horror dos horrores e a Alemanha do outro lado da porta...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog