Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E esta, hein?

Quarta-feira, 18.08.10

 

Um cesto de basquetebol. Um singelo cesto de basquetebol. Há cerca de 20 anos, quando teimava em contrariar a ingrata estatura que os meus genes me legaram, havia cestos de basquetebol em tudo o que era quarteirão de Lisboa, reproduziam-se como cogumelos. Hoje, ou porque o vandalismo se lhes afeiçoou ou porque a lisboeta autarquia decidiu desviar os seus investimentos para outros meritórios fins (Noivas de Santo António? Obras de Santa Engrácia? Casas de função para filhos de assessores? Iluminações natalícias inesquecíveis?) os cestos de basquetebol são um bem escasso nos bairros da capital, uma agulha no palheiro de uma cidade que já não tem miúdos na rua aos pulos.

 

Mas, como sempre, do nada surge a luz. Fernando Peça. O jardim chama-se Fernando Peça, esse saudoso jornalista, um profissional que, como poucos, soube honrar a classe. E tem um ringue o jardim, acabado de remodelar, bem tratadinho, com dois cestos de basquetebol! Num quarteirão entalado entre a Av. João XXI e a Av. de Madrid, um campo de basquetebol à séria! Aproximo-me encantado, chego-me ao cesto, observo-o. Mas, mas parece que permaneço afastado, que estranha sensação de vertigem. Não, é a realidade, e esta, cruel como só ela sabe ser, devolve-me à desilusão de viver numa cidade, num país em que o fácil tem tendência para se tornar difícil, por vezes mesmo impossível. Conseguiram, era difícil mas conseguiram. Não satisfeitos com a modesta altura que deve ter um cesto de basquetebol (3,05m), alguém conseguiu colocar o cesto a mais de 3,70m. Ah, e está soldada a coisa, que é para não se lembrarem de estragar (ou de arranjar…). Será a estupidez um defeito de fabrico? Ou aprenderam essa nobre arte com a experiência?

 

p.s. – Um obrigado ao amigo Renato pelas fotografias! 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:44


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog