Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Perguntas, respostas e um brinde à amizade

Domingo, 12.09.10

 

 

Com o Sábado consagrado ao 11.º encontro da Confraria Etnográfica dos Olivais (CEO), os jogos de Sábado foram vistos entre provas, petiscos, risadas, alarvidades, conversas mais sérias, matar de saudades de amigos que não se vêem há algum tempo. A fotografia que encima o texto pode indiciar que a CEO consiste no retomar dos prazeres dionisíacos da antiga Roma, mas desenganem-se os caros leitores, a Confraria está reservada a machos da mítica terra dos Olivais Sul, com honrosas excepções que fizeram por merecer tamanha honra. Ali se convive, ali se degustam vinhos supimpas e petiscos de primeira água, ali se alarga o conhecimento sobre o mais único dos néctares: o vinho tinto. 

 

 

Passando dos prazeres vínicos para as desgraças leoninas, uma primeira preocupação a destacar. Os hábitos são fáceis de ganhar e geralmente não incidem em coisa boa. Concretizando, há que dizer que me assusta perceber que os adeptos leoninos se vão habituando às desgraças do seu clube, ao “lá derraparam os homens outra vez”, às oscilações que impedem o Sporting de se impor, nos tempos que correm, como um clube vitorioso. Há que fugir às tentações dos nossos vizinhos vermelhuscos de tudo explicar pelas incompetências e tentações dos donos do apito. Há que aprofundar o porquê das fragilidades e inabilidades, perceber, por exemplo, porque despachámos o excelente Varela e ficámos com os improdutivos Saleiro e Djaló? Ou porque é que em vez dos milhões gastos na tragédia Pongole não gastámos uns milhares no impressionante Lima, já dos tempos do Belenenses? Sobretudo, há que não ter medo do que revelarão as respostas a estas e a muitas outras perguntas que urge esmiuçar.

 

 

 

O jogo entre o Braga e o Porto foi um hino ao futebol. Se o Braga mostrou novamente invejável fio de jogo, velocidade de execução de elogiar e jogadores a confirmarem enormes qualidades, o Porto foi tudo isso e mais um pouco. Mais um pouco do poder de explosão de Hulk, mais um pouco da enorme qualidade de Varela e da argúcia de Villas-Boas. Anuncia-se um novo campeão, apesar do Porto ser uma equipa ainda a adaptar-se ao seu novo treinador, o que só promete mais, mais e mais. Se eu fosse aos vizinhos da segunda circular, deixava-me de desculpas, arrepiava caminho e começava a colocar as questões certas fugindo ao medo das imprescindíveis respostas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:50


2 comentários

De Teresa a 13.09.2010 às 10:39

O Sporting (e os outros, também) estão naquele ram-ram de Fado e Má Sorte e Quem Nasce Mal-fadado pfffff :rollingeyes:

O jogo entre o Braga e o Porto - UAU! *

Aquilo sim, foi uma partitura bem orquestrada; por ambos os lados. Um crescendo com um finale impróprio para cardíacos ou aniversários em casa da Tua Luisinha ahahahahaha

Em vez de Black Eyed Peas o que o nosso desporto precisa é do Bolero de Ravel tocado a altos berros e com headphones LOL


(* quando cheguei a Espanha para as vacaciones assisti a um jogo assim com o Atlético do Forlán e um Sporting de má-sorte qualquer ;) Ninguém se rende! E o relato do melhorzinho - apesar de ser em Espanhol ajajajajaj)

De bolaseletras a 13.09.2010 às 12:39

Teresa,

Em Espanha o futebol é tratado com honras de Estado, é um espectáculo no verdadeiro sentido do termo. Aqui o espectáculo são as gritarias do sr. LFV e pouco mais...tristezas lusitanas!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog