Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Queremos tudo, agora e sem custos

Domingo, 31.10.10

 

Continua o famoso curso para dirigentes públicos por entre mails, telefonemas, gente em stress para conciliar o inconciliável, manter o trabalho a mexer e procurar fazer com que aqueles 2 dias por semana tenham um efeito útil no futuro. Inicia-se uma nova cadeira, “Gestão pública e accountability”, um novo formador - um alto dirigente da administração, ar circunspecto, fato acetinado e gravata afiladinha, a primeira impressão é que se seguirão 8 horas de enfado para ele e para nós. É então que se dá a transformação. O homem mira-nos nas retinas, tira o casaco com artes de toureiro e vai avisando: “Poderá parecer-vos a certa altura que isto será um comício, mas não, o momento exige que vos fale com paixão, até porque senão adormecem”.

 

Vou tentar resumir-vos as principais ideias de um homem normal com uma verve acima do normal, mas não será fácil. Para o Dr. Eugénio, com a globalização os serviços públicos deixaram de acompanhar a rapidez do mundo actual. Queremos tudo, para agora e sem custos. Queremos colocar um pacemaker no velhinho de 90 anos e ao mesmo tempo queremos que o miúdo de 6 anos tenha sessões intermináveis de terapia da fala. Escolher entre prestar os cuidados a um cidadão já muito para além do prazo de validade ou garantir o futuro a uma criança não queremos fazê-lo, queremos tudo, agora e sem custos. Queremos também um hospital, uma biblioteca e um tribunal em Freixo de Espada à Cinta, agora de preferência e não nos falem em aumentar impostos!

 

Se os americanos e os noruegueses têm, por que não haveremos nós de ter, agora e sem custos? Ainda assim, marimbamo-nos nos políticos, falamos deles como se tivessem peçonha. Não queremos saber da política, das políticas que nos regem, dos políticos que as decidem. E eles, sábios e atentos, marimbam-se também no povo. Não, não é bem assim gritamos em uníssono. Têm a certeza? Então pensem lá no crescimento imparável que vai tendo o maior partido do país, o partido da abstenção. Em cada dia de eleições que o sol brilha lá engorda ainda mais o partido dos que se marimbam, porque o sol aquece e a política arrefece. Como se marimbam os políticos? Basta atentar no facto da SONAE, a segunda maior empresa portuguesa com 30.000 colaboradores ter um presidente há incontáveis anos. A maior empresa portuguesa, a administração pública, tem 670.000 colaboradores e teve 6 presidentes (Secretários de Estado da Administração Pública) em 5 anos. Há quem tenha saído da aula cansado, desorientado e a queixar-se de dores de ouvidos. Pois é, não estamos habituados a que nos gritem as verdades olhos nos olhos. A falta que isso faz.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:34


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog