Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



2.º Aniversário da Confraria Etnográfica dos Olivais

Sexta-feira, 18.02.11

 

 

A Confraria Etnográfica dos Olivais fez 2 aninhos, tendo-se completado no passado dia 29 de Janeiro o 13.º Encontro de provas de vinho, degustação de carnes, queijos, enchidos e outros opíparos petiscos. Se o enriquecimento do conhecimento vínico-gastronómico é importante, até como promoção da riqueza da lusitana cultura, a qual, como bem sabemos, assenta muito em tudo o que comporte doses massivas de colesterol, triglicéridos e outros mimos que tais, outros benefícios advêm da frequência destes eventos olivalenses. Assim à primeira vista, vêm-me à cabeça os seguintes:

  • Homens à solta, amigos sem as censoras grilhetas das caras metades, homens que por horas passam a rapazes, rapazes que com mais umas horas de provas regressam ao diáfano estado de ignorância em que vivem as inocentes criancinhas;

  • Possibilidade de debater livremente assuntos da mais elevada sensibilidade, como sejam o irresistível encadeamento de palavras que Jorge Jesus utiliza para expressar meia ideia (que uma ideia completa pode provocar efeitos não conhecidos) ou, mais singelamente, o vestido com que a Rute brindou todos os colegas no XIII aniversário de um qualquer curso superior;

  • Visualização consecutiva de jogos de futebol ao desbarato, obviamente bem acompanhada de diversas rodadas de incontáveis néctares dos deuses, evitando-se as malfadadas interrupções derivadas de passeios dominicais, visitas a familiares, ou, valha-nos nosso senhor, da concretização de tarefas domésticas sábia e eternamente adiadas.

Estes serão alguns dos benefícios de que os Confrades Olivalenses têm disfrutado desde a criação desta meritória Confraria. Querem uma pausa no turbilhão, amigos? Querem fugir à rotina? Querem agarrar a juventude que insiste em esfumar-se nas obrigações do quotidiano? Criem uma confraria, uma quadrilha, um grupinho de jantaradas regulares, epá, mantenham bem viva a chama da saudável loucura. A bem da nação.

   

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:01


7 comentários

De Miguel a 18.02.2011 às 18:10

grande pequinino!!! Só faltou mesmo a pornografia visualizada para dares uma verdadeira dimensão da coisa.Ups, se calhar não era para dizer, não? As grilhetas, essas malucas, andem à solta!!!!!

De Miguel a 18.02.2011 às 18:31

Oh Jorge assinares como Miguel pode criar alguma confusão , nao fossem os erros ortográficos e ate poderias ser confundido co outro!!!

De bolaseletras a 18.02.2011 às 22:19

Dada a proliferação de Migueis na Confraria, só posso dizer que nunca a pornografia entrou pelas castas portas da CEO! Ainda hoje me pergunto porque dei ao meu petiz o nome de Miguel, sabendo que a luxúria e os desejos carnais são fraquezas que atormentam os homens que ostentam tal nome!

De Miguel a 28.02.2011 às 11:52

A minha imitação do Jorge Miguel não foi perfeita (faltou-lhe encadeamento, visão e criatividade). Porra, Carocha, pensei que pelo bom uso da vírgula pudesses lá ter chegado com mais facilidade. Um abraço do Oliveirinha.

De bolaseletras a 28.02.2011 às 19:04

Oliveirinha,

Mais do que pela boa vírgula, devia ter percebido logo pela referência cultural à pornografia! Abraço!

De BandaG a 21.02.2011 às 06:26

E já agora o que é que andaram a beber camarada?

De bolaseletras a 21.02.2011 às 22:55

Tens razão, companheiro, faltou apenas o mais importante. Beberam-se vinhos dos 5 aos 30 euros, sem qualquer tipo de critério por zona, todos tintos, umas provas cegas pelo meio, enfim, somos um grupo de amadores mas que procura dignificar o binho! Segue a lista:

Tapada de Coelheiros 2005 Alentejo
D. Graça 2007 Douro
Quinta do Ribeirinho Primeira Escolha 1997 Bairrada
Campolargo 2008 Dão
Roquette & Cazes 2006 Douro
Ponte das Canas 2007 Alentejo
CARM Reserva 2008 Douro
Dilema Reserva 2004 Douro
Herdade do Pinheiro 2007 Alentejo
Encosta do Sobral Reserva 2005 Ribatejo
Quinta dos Mattos Reserva 2006 Douro
Chianti - Colli Senesi - 2008 - Siena Itália
Dom Rafael 2008 Alentejo

Destacou-se o Quinta do Ribeirinho de 1997, um excelente vinho velho, em grande forma. Depois, o Roquette & Cazes, em minha opinião superior ao -Xisto, apesar de mais barato. Grande abraço!


Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog