Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O nevoeiro do nosso descontentamento

Domingo, 27.02.11

 

 

Sei bem que falar do jogo Nacional-Sporting recorrendo à metáfora do nevoeiro é pouco imaginativo e estilisticamente fácil. Ainda assim, não consigo fugir a esse lugar-comum. O futebol da equipa não existe, anda por ali, apático, medroso, expectante. Os jogadores aguardam o D. Sebastião que há-de surgir numa tarde de nevoeiro (lá está), perderam de vez a confiança, esbracejam para sair do pântano em que se (os) puseram. Confesso que vi o jogo aos pedaços, por entre a edição 2.000 do Expresso, a milésima risada da criança, tudo era distracção para não olhar de frente a triste imagem do meu clube. Paulo Sérgio saiu mas não levou com ele os males da equipa, como já se esperava. O problema é também de qualidade dos jogadores, da falta de um sistema de jogo consistente e de uma táctica que o ponha em prática, mas é sobretudo um dilema psicológico, um caso patológico de descrença e de desconfiança nas capacidades próprias. Poderá o Sporting reerguer-se mantendo a metade melhor desta equipa? Essa é a grande questão, não são os fundos, o nome das pessoas, os apoios de velhas glórias. É a estratégia para o futebol que conta e é essa que é essencial avaliar com pinças e inteligência.

 

 

O Benfica ganhou hoje no último segundo merecidamente. Imagino a alegria dos seus adeptos com esta vitória tão suada. Mas não os invejo e não invejo as suas vitórias. Porque me causou asco o comportamento de Jorge Jesus e de Rui Costa no banco, pressionando o árbitro, vociferando contra os adversários e o árbitro, quando o deviam fazer contra os azares do destino, a arte do guarda-redes Marcelo e as incompetências dos seus avançados. No fim do jogo, estes dois elementos aproveitaram ainda para insultar, empurrar e intimidar os jogadores adversários, como que revoltados por estes terem tido o desplante de lhes bater o pé. Se o Sporting é o espelho da actual decadência material do país, o Benfica é o espelho da podridão dos seus valores morais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:09


8 comentários

De bolaseletras a 28.02.2011 às 19:09

Caro amigo PA (foste denunciado:),

Sem dúvida que mereceram a vitória, sem dúvida que também em Alvalade e nas Antas se repetem esses episódios de contestação, mas o vosso tom é diferente, quem viu pela TV viu bem a fuça do Rui Costa e do Jorge Jesus e percebeu que aquela dupla se julga intocável e acima dos outros clubes. Ainda hoje o Jesus defendia que o golo do Luisão é legal, o que diz tudo. Mas sabes o que causa ainda maior asco? O facto de vocês entrarem em campo apenas com um português (por sinal de saída, o Fábio das Caxinas) e ninguém falar disso, andarem todos contentinhos e esquecerem-se de que deviam estar a contribuir para o país, para a selecção, etc. e tal. É esta perda de identidade em troca do sucesso que me dá asco, mais do que tudo.

Um abraço
António

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog