Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Como o futebol explica o mundo e a violência

Sábado, 02.04.11

  

"Incipiente nos anos 80, o hooligan do futebol passou a ser considerado um inimigo de proa do Ocidente. “Uma vergonha para a sociedade civilizada”, comentou, certa vez, Margaret tatcher. Com base no número de mortos – mais de 100 nos anos 80 – os ingleses eram os líderes mundiais na produção de adeptos enlouquecidos, mas estavam longe de ser os únicos. Por toda a Europa, América Latina e África, a violência tinha-se tornado parte da cultura do futebol. (…) Susan Faludi e uma falange de sociólogos deram uma explicação para esta erupção. Escreveram sobre homens excluídos do trabalho, aqueles cujos empregos na indústria foram deslocados para o terceiro mundo. Privados do trabalho tradicional e subtraídos aos altares patriarcais, estes homens procuravam desesperadamente reafirmar a sua masculinidade. A violência futebolística deu-lhes a rara oportunidade de exercerem o seu domínio. Se estes adeptos chafurdaram no racismo e no nacionalismo radical, era porque tais ideologias funcionavam como metáforas das suas vidas. As suas nações e raças tinham sido vitimizadas pelo mundo tão profundamente quanto eles mesmos.

 

A privação e o desenquadramento económicos são explicações óbvias. Mas há tanto que estes factores não explicam. Os Ultra Bad Boys, como Draza, incluem também estudantes universitários com boas perspectivas. Os Caçadores de Cabeças (Head Hunters) do Chelsea, o mais notório gang inglês de hooligans, inclui corretores da bolsa e caçadores de emoções de classe média. Além disso, a história humana tem muita gente pobre, e raramente estes se juntam em grupos para mutilar por mutilar."

 

 

  

No seu brilhante ensaio em que coloca o futebol a tentar explicar o mundo, Franklin Foer dedica boa parte do seu livro a analisar o fenómeno do hooliganismo. Aquilo que em Portugal é visto e descrito como uma franja de marginais e rufiões a quem umas bastonadas chegarão para colocar no lugar, é certamente muito mais do que isso. O facilitismo e superficialidade analítica tipicamente lusitana teimam em não ver todo o quadro, apesar dos sinais que deveriam convidar a uma visão mais abrangente do fenómeno. Foer embrenhou-se no fenómeno na Sérvia e demonstrou inequivocamente a força e influência daqueles adeptos na guerra dos Balcãs. Também percorrendo os pubs e os estádios da velha Albion Foer esmiuçou a importância dos hooligans no modo de vida dos jovens e menos jovens britânicos. Em Portugal, apesar de todos os sinais indiciarem o contrário, quer-se limitar o fenómeno a um bando desorganizado de desordeiros. Era bom olhar para o crime organizado e para as redes de tráfico de estupefacientes percebendo a sua relação com as claques organizadas. Era bom que os responsáveis do Porto e do Benfica percebessem o quão convidativas podem ser as suas baixas atitudes e impensadas acusações para estes criminosos da bola. Para que não venham depois chorar lágrimas de crocodilo e vomitar desculpas esfarrapadas.

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:31


9 comentários

De Anónimo a 02.04.2011 às 16:18

mané não sectarizes. benfica e porco ? parece que na tua casa é tudo legau...o que se passa é isto, volto a dize-lo, ta tudo ligado. os gajos da afonso costa e do rsi são os da super sul, da superior norte, da 10 A e por aí fora. o problema(um dos) deste país é que é fraco com os fortes e forte com os fracos. seja na justiça, na educação, ou nos impostos. um pais que recebe um criminoso presidente mafioso na casa da nação como se fosse chefe de estado querias o que ? o mesmo individuo que vai escoltado pela sua guarda pretoriana ate ao tribunal, atroplelando tudo e todos inclusive a policia. cada vez mais dou razão á manela... suspendia-se a puta por 6 mesinhos so para tratar do sarampo, a ver se iston nao ia lá... não não ia... têm medo! a vaca é gorda e muito porco a mamar... maçons, sionistas, opus dei, carbonaria é so merda! o que uns tristonhos uligans ao pe destes traidores?




pc

De bolaseletras a 02.04.2011 às 20:23

Pedro,

Em termos de associativismo criminoso das claques mdeixa-me dizer-te que os vossos meninos e os do porco nos deixam a milhas. Se o beto do cotonete recebia o papa do Norte como o recebia isso foi um erro, mas não confundas a obra prima do mestre com a prima sabes tu de quem. E quem lá tens no cadeirão da catedral é igual ou pior, apenas se preocupa mais em disfarças. E o Vilarinho, o Damásio, o Vale, gente que não deixa dúvidas sobre os vossos valores e modus operandi. Desculpa lá, para falares disto tens que tirar a encarnada venda.

Abraço

De Anónimo a 03.04.2011 às 00:47

deves estar a falar dos manos rocha, gente de alta estirpe, que paga a tempo e horas a funcionarios e fornecedores... espera deves estar a falar do teu presidente, esse exemplar gestor do tempo da expo e do aluguer dos paquetes. Estou confuso... estarás a falar do luis duque, arguido e responsavel pelo desvio de dinheiro de uma tourada organizada para ajudar as crianças portadoras de trissomia 21 ? não, não deve ser, referes-te ao salema garção associado a organizações ilegais de extrema direita ? opá perai... será o f.mendes o chefe dos escuteiros da jubileu ? ja te perguntaste porque é que existem 3 claques no sporting? se calhar alguem ficou em casa... na altura das festas com o dinheiro da venda do cd...o santana lopes esse extraordinario qualquer coisa da patria ?... ve lá isso. é que há mais...muitos mais... ou aquele cromo da tv que vos representa e tem uma empresa de sondagens...arguido no caso do fse da ugt ?...


and the list goes on and on...



pc

De bolaseletras a 03.04.2011 às 10:34

Isso é arraia miúda, se me ponho a pixar o cordelinho dos vossos escroques, olha que não vou parar a touradas de beneficiência ou a barquinhos a brincar aos hoteis no Tejo. Sabes o que nos devia preocupar? É que esta gentalha ande a dominar os nossos clubes há anos? Os clubes? E o país? Não havia o rating de andar a roçar o lixo...

De Anónimo a 03.04.2011 às 12:07

ora nem mais meu caro mané! e dai tambem a minha vontade em fazer algo diferente, passar das palavras aos actos. porque não a pedrada no charco? como diziam os python: and now for something completely different...
ou como dizia o jfk: não perguntes o que o país pode fazer por ti, mas pergunta o que tu podes fazer pelo país!
dai a ideia de avançar, tu sabes para onde. aqui não é o local, por enquanto. poucas vezes tive tanta certeza. olivais thrust us! se calhar vamos ter que traduzir... ;)


abraço, que agora tenho que ir ali pros lados do altis...



pc

De bolaseletras a 03.04.2011 às 13:22

A pedrada no charco para encharcar esta cambada!

Abraços

De Teresa a 04.04.2011 às 14:24

Ena pá.

Deu direito a JFK e tudo ;).

Há muito muitos anos vi um programa tipo National Geographic em que falava da organização das claques em Itália. Em que alertavam para os perigos por trás dos fatinhos Armani dos meninos...
Passados uns anos (e sim, o meu Sporting continuava o seu périplo pelo deserto) talvez na altura de Heysel vi um sobre os Holligans Ingleses e lembro-me de pensar "Aqui não!".

Pois aí os temos... incentivados por fracos resultados e egos distorcidos (mas esta gente que hoje berra por aqui, estava à espera de ganhar? A sério?).

Volto a dizer que enquanto não se punir o ninho que os esconde, lhes dá sala de reunião e transporte isto não vai lá...

Os Professores têm de ser responsabilizados, assim como os Médicos, assim como os Pais, assim como os Dirigentes.

Façam o "mané" feliz e metam claques à americana com meninas de mini-saia aos pulos - elas, não a saia - mais meia dúzia de rapazinhos a bater bombo - no bombo - que para o fraco futebol que se pratica nesta terrinha chega bem.

De bolaseletras a 04.04.2011 às 21:54

É verdade Teresa, façam-me feliz e ponham lá meninas com ponpons em vez dos pernalongas peludos!

De Anónimo a 07.04.2011 às 07:56

teresa, só o mané ?... eu tambem pago impostos... troco qualquer pernalonga com ponpons por um batalhão de grunhos ressabiados... se eu lhe contasse o meu ultimo Benfica-porco...




Pedro Afonso Costa


ps: ta a ver porque é que me dá pena o nome da avenida da Segurança Social ?... é que eu chamo-me Afonso precisamente por causa do Senhor que dá o nome á avenida...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog