Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A culpa é desta geração pouco desenrascada

Segunda-feira, 02.05.11

 

 

A culpa é dos que nasceram no final dos anos 70 para diante e acreditam que o cheiro a suor é uma indignidade, que trabalho é sinónimo de pausas para o café com os colegas, de passar os olhos de meia em meia hora pelo facebook, de ter todos os direitos e nenhuns deveres. A culpa é desta malta nova que gosta de cursos interessantes e que permitam muitas leituras de livros “giros”, como as psicologias, as sociologias, as antropologias, o serviço social e o raio que os parta, independentemente do facto desses cursos sexys e com bibliografias sedutoras não terem qualquer correlação com as necessidades actuais do mercado de emprego em que se inserem. A culpa é dos eternos jovens que parecem desconhecer que somos o país da Europa com mais advogados por habitante, mas que ainda assim insistem em cursar direito porque lá em casa já era assim, porque dá sainete, porque sonham ser os novos yuppies. A culpa é dos eternos estudiosos de mestrados e doutoramentos estéreis. A culpa é desta juventude acomodada que nunca teve que trabalhar para pagar os estudos, que não reconhece nem apreende os esforços que os seus pais fizeram para lhes permitir estudar com desprendimento, que se arroga o direito de levar o popó até à porta da faculdade com gasolina e seguro pago e ainda com moedinhas para o parquímetro. A culpa é dos pais destas brilhantes e intocáveis criaturas que lhes proporcionam tudo isto e não querem saber ou não têm tempo para perceber os monstrinhos que estão a criar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:36


8 comentários

De bolaseletras a 02.05.2011 às 22:12

Pedro,

Esta série sobre "a culpa" vai tocar a todos, é uma provocação, por vezes um conjunto de exageros, para chocar, para nos fazer pensar. Não digo que os jovens sejam os culpados, mas têm culpas, como têm os políticos e eu e tu, como já escrevi. Sabes que antes de optar por direito o meu sonho era seguir filosofia, mas sozinho percebi que não ia a ladio nenhum com esse belo curso. Com 18 anos temos de ter algum discernimento, não sei, digo eu. Não critico aqueles que se dedicam ao voluntariado, a projectos empresariais inovadores, a artes que se vejam e venda, que ganham prémios. Critico os que se queixam sem nada fazer, que apontam o dedo sem mexer uma palha, tu sabes a que me refiro. Tu sabes do que eu falo e conheces muita gente que se só se encostou. Ou conheces muita gente que lute, da nossa geração, e nunca tenha conseguido nada?

Abçs



De Anónimo a 02.05.2011 às 22:48

compreendo e conheço muito boa gente nesses moldes :(
mas para o bem ou para o mal, estão exactamente deitados na cama que fizeram...
o problema começa bem cedo, não digo no berço, mas depois no ensino, na exigencia, no merito... bem patente no grau de literacia deste país... bem alimentados de cultura e conhecimento, como estranhar que a tribo, o peso certo, as novelas e a bola/record sejam exitos de audiencia ?

isto ta tudo ligado mané...






ps: cheira-me que és miudo para finalmente aceitares um convite para ir á bola... 5a feira na pedreira?





pc

De bolaseletras a 02.05.2011 às 23:07

Aí concordo inteiramente contigo, isto vem de muito cedo, da falta de exigência em casa, na escola, na própria faculdade...E depois, há quem realmente goste de se deitar na caminha que tão bem foi amanhando...é para esses este post.

Na pedreira? Lá vais tu meter-te em apuros, vê lá se voltas inteiro!

De Anónimo a 03.05.2011 às 19:23

e outra coisa: o que pensar quando o "guru" economico do maior partido da oposição, e possivel ministro diz com a boca cheia que os jovens/estudantes deveriam processar o estado ?
o que dizer quando o actuaLl 1.º ministro diz com todos os dentes que a culpa é da oposição?
que gente é esta ?
que pais mediocre escolheu esta elite para (se) nos governar?
bancos falidos pagamos nós
parcerias publico privadas pagamos nós
estadios vazios e ás moscas pagamos nós
auto-estradas desertas pagamos nós
e em troca ?
justiça inexistente
educação miseravel
saude, tirnado honrosas excepções, so para quem tem dinheiro
experimenta no dia a dia ver os pianos do povo, e aí terás a exacta medida da saude em portugal...
o rol é imenso... e em cada escavadela sua minhoca



pc

De bolaseletras a 03.05.2011 às 22:10

Pedro,

Não posso deixar de concordar com o que dizes. Mas sabes, acho que apesar da justeza das críticas aos nossos governantes e oposição, temos que ir mais além. Encontrar culpados é muitas vezes uma forma de desculpabilizarmos as nossas acções e omissões. Tem que partir de nós, agora, tem que partir de nós.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

pesquisar

Pesquisar no Blog