Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



É nas pequenas coisas

Segunda-feira, 31.10.11

 

 

Algures, inspirado sabe Deus por que musa, algum pensador desse fenómeno dos tempos modernos que são as grandes superfícies, inventou as caixas self express. O conceito é simples - os consumidores dispensam as funcionárias da caixa e utilizam máquinas para automaticamente pagarem as suas compras. Ganha o empresário porque poupa dinheiro em funcionários, ganha o consumidor porque para a compra de um número reduzido de produtos poupa tempo evitando as demoradas filas. Uma situação win win. Mas como não há bela sem senão, alguém decidiu exportar esta solução para o mercado português. E aí é que a porca torce o rabo. Ele é gente com cestinhos com uma catraifada de produtos violando os limites de quantidades, ele é conversas e risotas aquando da utilização das máquinas desprezando os restantes fregueses que engrossam a fila, ele é uma inata incapacidade para perceber o funcionamento do bicho, enfim, tudo o que poderia servir para aumentar vendas e descomplicar a vida dos clientes parece não funcionar. É frequente vermos estas caixas com um enxame de funcionárias a tentarem resolver as incompetências e desrespeitos de fregueses desvairados ou distraídos, confirmando-se que aquilo que poderia ser um ganho de produtividade para o empresário e um ganho de comodidade para o cliente se torna assim num pequeno inferno lusitano. É também nas pequenas coisas que se percebem as grandes desgraças.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:00


4 comentários

De Teresa a 31.10.2011 às 13:00

That's us - o País das 3 graças: "sem graça", "desgraça" e "é que nem de graça".

É assim em TODAS as pequeninas coisas, que, entretanto se fazem grandes de manhã à noite.

De Teresa a 31.10.2011 às 15:14

Tu sais de casa e já sabes que quando chegares ao comboio vais ter a opção de virar à esquerda ou à direita e depois a opção de subir para o 1º piso ou para baixo, certo?????

Wrong, esta decisão que já deveria vir no subconsciente mas é tomada após entrares no comboio atravacando a entrada e destino de todos os que estão atrás... se fores só um aquilo até corre mas não, trazes uma amiga para ajudar a decidir, baralhar e atravancar.

Sabes que depois da **** do comboio vais apanhar o metro. Sabes que ao chegar ao Metro vais ter de "passar" o passe certo? Então, apesar de teres um caminho que vai do Comboio ao Metro resolves tirar o passe da Mala do tamanho de uma mala de viagem para três pessoas no momento em que chegas à máquina.


Estás na fila para o pré-pagamento para o almoço, tens 5 pessoas à frente, esperas chegar à caixa para decidir o que queres comer e perguntas qual é a sopa que é a mesma das 5 pessoas que pagaram e perguntaram antes de ti????????


Multiplica isso por centenas de milhares durante todos os dias do ano. É Obra! Menos mal que não vou às compras; gosto de pensar que eu é que sou embirrenta ;)

Bom Feriado!

De bolaseletras a 01.11.2011 às 00:43

Teresa, acabo agora de vir do cinema e só me apaetece dizer-te: como te compreendo! Desde a mentecapta do Vitaminas que se esquecia dos ingredientes da sandes 3 segundos depois de eu os repetir, à mentecapta da bilheteira, nada como terminar em beleza com o início de um filme acompanhado, nos 20 minutos seguintes, com mais de 50% dos espectadores a entrarem às mijinhas. Há uns dias o Jorge Palma confessava que chegava sempre atrasado porque não conseguia prever ou planear o tempo que esperava demorar. O português não consegue pensar quanto mais planear!!! Como alguém disse, este é um país fantástico, só é pena os habitantes que tem! Uf, já desabafei;). Bom feriado!

De Teresa a 01.11.2011 às 15:42

Quando eu comento estas "limitações" as pessoas acham sempre que eu exagero mas é durante todo o santo dia... quando é nestas pequenenices que aqui descrevemos menos mal chateiam mas não há drama de maior... só que eles depois levam essas mesmas limitações para o bloco do Hospital e para a Auto-Estrada a mais de 120 Km/hora e é o resultado que se vê.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog