Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



La Coca - o tempo suspenso

Domingo, 04.12.11

 

 

"Uma manhã passeio por Caminha. Como nos meus anos de rapaz vou tomar o pequeno-almoço à Docelândia e para matar saudades do tempo que não volta pago-me uma orgia de cafés e torradas. O ambiente pouco mudou desde os anos 40. Tirante algum detalhe de vestuário até as mães e avós que tomam chá e hesitam na escolha dos pastéis, dando-se ares mundanos ao soprar o fumo dos cigarros, me parecem as mesmas. Sentam-se lá também os burgueses reformados, debiqueiros, que conversam em murmúrios e pedem copos de água acenando com o tubo dos comprimidos."

 

“Orgia de café e torradas”, “burgueses reformados debiqueiros”, “acenando com o tubo dos comprimidos”. Rentes de Carvalho tece com palavras as imagens, trata-as com a minúcia de um artesão que termina a última peça de toda uma vida dedicada a criar objectos. Os anos passam pelas aldeias ou pequenas cidades de Portugal e há rituais que cristalizaram, sítios em que as pessoas pouco parecem ter mudado. A mudança, essa suposta peça central da evolução humana sempre incomodou um povo que se faz feliz com pouco, a quem basta um naco de pão na mesa e escutar os miúdos a brincar alegres no quintal da vizinha. É essa lentidão que não cansa o passar dos anos que suspende no tempo o povo retratado em La Coca. É também esse o fascínio de um povo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:27


3 comentários

De Teresa a 04.12.2011 às 20:36

Pergunto-me se foi esse fascíniio que o trouxe de volta à terras lusas?

É que todos nós - que não estamos na terra de criação - damos connosco a fazer esse exercício de observação e quasi adoração pelo que foi e continua a ser tiques e hábitos muito nossos.

Boa Semana!

De bolaseletras a 04.12.2011 às 21:10

Provavelmente sim, Teresa, com todos os seus defeitos o nosso país é único e a sua gente boa gente. Apesar de tudo, este é um país para preservar (melhorando-o, claro está)

De Teresa a 05.12.2011 às 09:59

Infelizmente esta patusquice fica reservada para a província e locais mais recônditos... onde imagino viva Rentes de Carvalho.
Nas metrópoles resta-nos a javardeira e uma cada vez mais descaracterização de todos e tudo.
É pena!
Reféns de complexos que cortam as luzes de Natal mas contratam 7 Lordes para fazer uns designs não Natalícios, para provar que estamos cada vez mais in e portanto cada vez mais longe de origens que no fundo envergonham, quando deveriam orgulhar...

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog