Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O José, ideias de crianças e um professor que não resistiu

Sexta-feira, 09.12.11

  

 

Pagar a dívida é uma ideia de criança

 

Coloquei no facebook este fantástico e assustador vídeo da já famosa conferência de José Sócrates por uma qualquer universidade parisiense, onde entre outras alarvidades referiu que as dívidas dos países são eternas, pelo que não interessa pagá-las mas apenas geri-las. Os comentários foram vários, mas destaco algumas ideias. Primeiro que tudo há que compreender que a culpa deste homem ter conduzido um país e 10 milhões de portugueses à situação a que chegámos não é dele, mas do professor que o ensinou e, sobretudo, que quem nele votou e o colocou no poleiro (já sei, já sei, nao foi ninguém...). Por outro lado, um amigo economista fez-me ver que afinal parece que o professor ensinou bem os conceitos ao Sr. Engenheiro - as dividas dos estados são de facto eternas e gerem-se - só faltou mesmo o essencial: saber gerir! Comentou também o meu pai que o professor terá sido um antigo Presidente do Brasil (Getúlio Vargas) que defendia a tese de que "dívidas velhas não se pagam e as novas devem envelhecer". Não é de estranhar que o professor Getúlio tenha acabado por se suicidar...Para terminar, diz um outro amigo, filho de um honrado merceeiro, que se as ideias de Sócrates vingam, não há livro de fiado que resista. Com esta teoria, o filósofo José nem para merceeiro dava! Que se mantenha por lá a ler os táis clássicos por muito tempo, é o sábio e esperançado conselho deste amigo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:13


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

pesquisar

Pesquisar no Blog