Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



To Paco or not to Paco

Segunda-feira, 02.01.12

  

 

Paco Bandeira acusado de violência doméstica

 

Quando era miúdo contaram-me uma piada que só mais tarde compreendi em toda a sua extensão. Tinha a ver com o porquê do Paco Bandeira se chamar Paco Bandeira. Contou-me um amigo menos jovem que tinha a ver com o facto da mãe do músico se chamar Maria Ninha e o pai João Naça. Como não ficaria bem que o rebento se chamasse Paco Ninha nem Paco Naça ficou mesmo Paco Bandeira. Uns anos mais tarde percebi a brejeirice da coisa. Hoje convenço-me que não há bela sem senão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:59


4 comentários

De Teresa a 03.01.2012 às 09:17

O meu vizinho Senhor Zé - daqueles tempos em que éramos Educados pela tal aldeia de que falam em África, apesar da minha aldeia ter sido Lisboeta - era Barbeiro deste "ilustre" na Praça do Chile.

Era, pois, o Senhor Zé um daqueles homens da velha guarda que achava que um tabefe de vez em quando não era mal maior e até acalmava histerismo femininos... Mas ele sempre disse que o Paco era um homem com 2 personalidades - um lado amigo e charmant como ninguém e outro que era do piorio, do pior que ele já tinha visto.



Quando a mulher se matou não se falou por aí além do assunto mas pairaram alguns comentários que sugeriam que se por um lado se estranhasse ela aguentar tanto, por outro as ciscunstâncias em que o tinha feito.


Mas naquele tempo ainda não havia esta guerra de audiências, nem Felícias Cabritas e o assunto morreu com a senhora e como ela tinha vivido - na dúvida, incerteza e medo da reacção da besta caso lhe chegasse a mostarda ao nariz.


Quero pensar que se faz, finalmente, justiça. E mais uma vez volto a dizer aos meus filhos - cuidado com quem idolatram. Eu sinto que de há uns anos para cá ando a ver a minha própria Casa dos Segredos em episódios espaçados e horrorosos.

De bolaseletras a 03.01.2012 às 21:51

Este caso faz-me lembrar o do Carlos Cruz, de quem vi gente a jurar pela mãe que era inocente. Não sei se o é ou não, mas jurar por quem não se conhece, apenas porque é famoso, é também sinal da ignorância de um povo. Hoje idolatram-se desconhecidos da Casa dos segredos, não sei se é pior ou melhor. Só sei que a ignorância parece ter vencido definitivamente.

De Teresa a 04.01.2012 às 10:16

Talvez não.
Talvez eu não tenha exemplos globalisantes nos que me são mais próximos mas os miúdos hoje em dia desacreditam tudo e todos.

Eu sinto que a nossa geração foi muito mais enganada com a política de "segredos privados, públicas virtudes" das figuras públicas do que eles são.

Porque os "ídolos" deles são menos eternos (e etéreos) e porque a comunicação social (curiosamente filhos daqueles que protegeram os da nossa geração com um afinco de fazer inveja aos Borgia) é implacável e o que não sabe inventa não deixando pedacinho por mostrar...

De Pedro Nogueira a 03.01.2012 às 14:18

Ah ah ah ah!
Paco... Bandeira.
OK! :)))

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog