Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E o Porto é campeão

Domingo, 29.04.12

 

Fotografia do site MaisFutebol

 

Adoro frases Lapalicianas, portanto, para fazer jus a essa adoração, afirmo convictamente que o Porto foi um justo campeão porque foi a equipa que conquistou mais pontos. Mas este foi sem dúvida um campeão estranho. Porque o Porto, apesar de alguma consistência na sua competência, foi demasiado modesto na qualidade das suas exibições e no seu entusiasmo exibicional, mesmo quando estava à beira do título, como ontem contra o Marítimo se pôde confirmar. Também porque o Sporting, apesar de ter equipa para dar muito mais luta aos restantes contendores, como as suas exibições na Liga Europa demonstraram, optou por enredar-se nas suas dúvidas e tibiezas, abandonando assim demasiado cedo a luta pelo título. Foi estranho este campeonato também porque viu nascer um Bragão que se colocou em posição de ser candidato, mas cujos dirigentes, equipa técnica e jogadores, afogados no discurso da excessiva humildade, auto-limitaram-se nas suas ambições dizendo assim adeus a um título que pedia mais coragem e peito feito. E estranho foi também este Benfica, indubitavelmente com o plantel mais forte, mas incapaz de se afirmar no final da época, estranhamente tímido nos momentos decisivos, como foi possível confirmar no jogo de hoje, numa exibição sem chama, como se este fosse um jogo banal e nada importante para a questão do título. A mim ninguém me tira a ideia que a vergonhosa escassez de portugueses no onze benfiquista foi uma das principais razões para alguma descaracterização do clube e para a consequente ambição amansada. Um campeonato estranho, um campeão que não foi inequívoco, mas apenas relativamente justo. É o que temos, em tempos de crise.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:05


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog