Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Se podes olhar vê - Até prova em contrário

Quinta-feira, 13.12.12

 

 

Olhamos para esta paisagem arrasadora, imaginamos qual será a sensação do ser humano que toma descansado o café da manhã naquela tenda perdida num deslumbrante raiar do dia, e consolamo-nos com as sensações que a nossa imaginação nos traz. Olhamos e sorrimos com o que vemos. Mas não devíamos ver mais além? Não devíamos sonhar, aspirar, forçar a nossa aproximação a desejos que tendemos a observar de longe? Não mereceremos mais que isso? Não será nosso dever para connosco, para com a realização da nossa vida, concretizar sonhos aparentemente distantes, pelo menos perseguir um sonho longínquo por ano, pelo menos tirar os pés do chão uma vez na vida que seja? Têm-me dito muita coisa, mas até aos dias de hoje apenas uma me parece absolutamente verdadeira (até prova em contrário, claro está) – só cá andamos uma vez, convinha fazer render o peixe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 19:33


9 comentários

De Carlos Azevedo a 13.12.2012 às 20:19

Belo texto, António. Afinal, «Par délicatesse / J' ai perdu ma vie» (Rimbaud).

De bolaseletras a 13.12.2012 às 22:01

Obrigado Carlos. O Rimbaud sabia bem as boas razões por que dar a vida.

De Teresa a 13.12.2012 às 20:26

Quantas vezes tomei o "café" a ver raiar o dia com a sensação que esse da foto tem - o que aí vem é tão desconhecido. Desço, subo, desisto ou resisto?
Mais do que pelas sensações que a nossa imaginação nos traz, como sugeres, sorrio com a inveja no/do pensamento "esse, aí, pelo menos sabe ao que vai."

Abraço.

De bolaseletras a 13.12.2012 às 22:04

Tenho a certeza que subiste e resististe mais vezes ao Everest do que desceste do escadote, Teresa;).

Abraço

De Teresa Faria a 13.12.2012 às 20:41

Depois do meu último comentário, vou-me abster de proferir considerações elaboradas, antes que seja bloqueada neste espaço...

Apenas isto: Eu sei que por cá andamos várias vezes... mas isso não me impede de fazer render o peixe! Cada viagem é uma viagem, e deve ser aproveitada ao máximo!

De bolaseletras a 13.12.2012 às 22:09

Não te abstenhas, a liberdade de ideias não merece isso.
And that´s it, seize the day!;).

De Anónimo a 15.12.2012 às 04:13

mané, essa ilusão vendida de borla...
a foto no meio do nada para por na merda do fuckbook ?
fdx és mais que isso ...
ah e tal fica bem no meu blogue...
prontes ... tá bem...
arrasadora ?
fodasse... pá
desculpa as asneiras mas arrasadora foi a movimentação do jvp em 1993.. e a do cardozo na ultima 2a feira...
alguma vez... ias pro meio da neve no sopé do monte... não me obrigues a invocar o joe berardo...
rapidas melhoras lagartone!
e claro vou lá fazer o numero do OH OH OH ...
(não digas nada aos putos :p)







PC

De Anónimo a 15.12.2012 às 16:47

Sempre arrasador, mano, não me deixas revelar ao mundo toda a minha sensibilidade! Abracinho ohohoh!

De Anónimo a 16.12.2012 às 16:38

já se percebeu que és um criativo de alta estirpe!... dá-le pequenino


pc

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

pesquisar

Pesquisar no Blog