Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Benfica 2 - Sporting 0

Domingo, 21.04.13

 

 

Não sou tipo para bater no peito e louvar vitórias morais. Mas tenho olhos na cara para ter visto o melhor Sporting da época que hoje foi melhor que um Benfica tremendamente ansioso e acabrunhado. Apetecia-me muito mais falar dos pés de veludo e da inteligência de André Martins, da promessa Bruma que é já uma certeza, da classe e maturidade acelerada que Ilori vai apresentando. Mas tenho que falar de um jogo que começou com dois penalties claros escamoteados ao Sporting, tudo sob o véu de um critério largo que jornalistas desportivos e comentadores foram arrotando até agora. Provavelmente o Benfica não precisaria dessa vergonha, mas isso não seria a mesma coisa. Mais? Como disse o João Quadros pelo Twitter, para que o Maxi fosse hoje expulso só se rebentasse com uma panela de pressão cheia de pregos no meio do campo e, acrescento eu, nas barbas do árbitro. Esses erros foram premeditados? Não, mas é bem mais confortável para os árbitros evitarem contrariar 6 milhões de benfiquistas e muitos poderes instalados do que aplicar as leis de jogo com seriedade. Não fica vitória moral nenhuma, mas fica o orgulho e superioridade moral de terem estado apenas 6 jogadores portugueses em campo e todos eles equiparem de verde. Obrigado por terem dado tudo, rapazes!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:40


11 comentários

De bolaseletras a 22.04.2013 às 22:04

2 penaltis indubitáveis, mais um que muitos árbitros marcariam. Factos concretos e que só por desonestidade podem ser interpretados sobre outras perspectivas. A sua conversa adicional é, como disse acima, conversa da treta para distrair papalvos. Guarde-a para os seus amigos vermelhuscos, sff.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog