Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Portugal 1 - Israel 1

Sexta-feira, 11.10.13

 

 

Um tipo olha para o 11 da selecção que entrou hoje em campo e percebe que esta não é uma equipa fantástica. Não é difícil desconfiar de Ruben Micael como médio criativo, de Hugo Almeida como ponta de lança, ou dos esforçados Antunes e André Almeida como laterais. O Ricardo Costa, um já afamado patinho feio da selecção, acabou por marcar o golo servido por Antunes. O futebol foi pouco entusiasmante, a eficácia ofensiva perto do deprimente, os erros defensivos fatais. Nani parece ter deixado esfumar-se a lâmpada do génio que já teve, Cristiano sentiu demasiado a fragilidade dos seus colegas. Em suma, nada mais fácil do que criticar as opções de Paulo Bento.

 

Agora que expus todas as fragilidades que ajudaram os milhares de comentadores a espezinhar a selecção e Paulo Bento, deixem-me só explicar-vos uma coisa: depois dos nossos rapazes cantarem o hino, a selecção não se analisa ou critica: APOIA-SE PORRA!!! Merda de patriotas que somos!

 

p.s. – Força Rui, continuas a ser grande!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:09


17 comentários

De Teresa Faria a 12.10.2013 às 11:58

Somos uma merda de patriotas. Pior, somos grandes patriotas da Merda.
Veneramos a desgraça, as falhas (dos outros, porque as próprias ninguém vê), focamo-nos no erro, adoramos apontar o dedo. Somos aquele mau amigo, que te adora quando estás muito bem na vida, e quando estás no chão te pisa em vez de te dar a mão. Somos tudo isso. E depois somos pequeninos. Somos tão pequeninos que não vemos a nossa grandiosidade. Tanto haveria para enaltecer, tanto poderíamos celebrar, tanto nos poderia elevar a auto-estima e ajudar a aceitar as coisas que correm menos bem... Mas não vemos. Não vemos os brilhantes matemáticos, os cientistas, os investigadores que nos deveriam encher de orgulho. Não vemos as descobertas que têm feito a nossa malta da medicina, da medicina molecular, da robótica, da engenharia informática. Não vemos os fabulosos artistas plásticos, escritores, músicos, atletas. Não vemos a malta reconhecida, prestigiada e premiada internacionalmente.
Mas nem é preciso ir tão longe para nos apercebermos da nossa pequenez. Desporto? É futebol. Pior: Futebol? É a Selecção Nacional.
Ontem não faltaram por terras facebokianas os posts sobre a Selecção (há que marcar bem os insucessos, não esqueçamos). Curiosamente, na véspera, não vi nem um post sobre a Selecção (de futebol!!!) de sub-21, que curiosamente defrontou também Israel, a quem curiosamente venceu por 3-1 (jogo curiosamente transmitido pela RTP), e que curiosamente está a fazer um bom trabalho nesta fase de apuramento para o Euro sub-21 de 2015. Ah, mas não é "A" Selecção... logo não vemos!
Merda de patriotas e patriotas da Merda, é o que somos.

De Teresa Faria a 12.10.2013 às 12:01

Correcção: Vencemos a Israel por 3-0.
A minha pequenez achou que era bom demais e inventou um golito de honra para o adversário...

De bolaseletras a 12.10.2013 às 15:03

É verdade, tudo o que apontas com o dedo bem espetado, Teresa. Temos que aprender a gostar de nós e dos nossos, sem mudar isso nada vale a pena.
Bom fim de semana!

De Anónimo a 12.10.2013 às 15:10

Comentário apagado.

De bolaseletras a 13.10.2013 às 00:02

Já cá faltava, mais um patriota merdoso, daqueles que só o são no conforto das vitórias.

De Teresa Faria a 13.10.2013 às 10:27

Queira perdoar-me, mas é uma absoluta contradição alguém que se intitula um verdadeiro patriota dizer "Só espero não sermos apurados".
E a merda é criticável, sim. No momento certo, e com uma base construtiva. A maledicência pura, que é o que está em causa, não é mais do que a necessidade de culpar alguém pela nossa frustração, sem vista a alcançar qualquer tipo de melhoria. É, infelizmente, o que mais fazemos no nosso país, a todos os níveis.
Um grande líder, um bom amigo, ou bom pai, um bom patriota, é aquele que irá apoiá-lo sempre, louvá-lo quando corre bem, e criticá-lo quando necessário, sim, mas tendo em vista o seu crescimento e a sua melhoria.
Quando o senhor diz "a nossa selecção de merda", está a generalizar e a definir a nossa selecção por um mau momento, esquecendo e anulando todo o trabalho feito. E é isto que de uma forma geral os portugueses fazem: amam quando corre bem, e são implacáveis quando corre mal, esquecendo tudo de bom que está para trás.
Quando li o seu comentário, e não o conhecendo, poderia ter feito duas coisas: esta explicação do meu ponto de vista, que irá considerar ou não, ou simplesmente dizer-lhe: O senhor é uma besta! - Aqui está a diferença entre crítica construtiva e maledicência. Tão simples quanto isto.
Bom domingo.

De Anónimo a 13.10.2013 às 10:32

Comentário apagado.

De Teresa Faria a 13.10.2013 às 10:48

Caro senhor,
Não quis de forma alguma ofendê-lo, ou não teria dedicado tanto tempo no meu comentário. Quis apenas demonstrar-lhe a diferença entre uma crítica construtiva e educada, ou disparar a primeira alarvidade que nos passa pela cabeça. O que lhe demonstrei, justamente, foi que também eu poderia ter optado pela via mais fácil de ofensa pura. Acredito que é mais fácil entendermos os outros quando sentimos na pele, daí a abordagem. Pela sua reacção, julgo ter conseguido o objectivo, já que percebeu que eu não sou ninguém para o ofender gratuitamente, sem o conhecer, sem saber as suas razões para pensar como pensa ou agir como age.
Lamento que tenha ficado ofendido, mas creio que terá entendido justamente o que eu pretendia dizer: A crítica vulgar e desprovida de sentido, a do "deita abaixo", não leva a lado nenhum, não é produtiva nem positiva, só gera mau estar.
Não querendo de forma alguma alinhar numa troca de galhardetes, resta-me desejar-lhe um bom dia.
E força Portugal!

De bolaseletras a 13.10.2013 às 15:47

Caros e cara Teresa,

Não costumo fazê-lo, mas apaguei os comentários de um idiota que se dizia patriota. Não admito insultos justificado a Senhoras nesta tasca. Há censura saudáveis. Bus e abc.

P.s - Patriota, não é bem vindo, voltarei a apaga-lo.

De Mais um Idiota a 13.10.2013 às 16:11

Não sou o patriota, acredite se quiser, mas segui o que se passou e quanto aos insultos foi a senhora quem os começou.
Aprovo a eliminação dos comentários, mas reprovo o ter o senhor por sua vez insultado o homem chamando-o de idiota, tendo de seguida vedado o acesso à sua defesa vedando-lhe a mesma.
Pela sua lógica de direito à critica, e pela da Dona Teresa também, é anti patriota criticar-se o que de mal vai neste país e os seus responsáveis.
Por essa ordem de ideias, não se pode criticar um político em particular e um governo na generalidade, nem os professores, nem médicos, nem justiça nacional, nem os directores do BNP, nem os dos outros, nem nada que diga respeito à nossa nacionalidade.
E muito pelo contrário há que apoiar para que se sintam estimulados e não percam a auto-estima.
Reitero que não sou o patriota, mas sou alguém que não concorda consigo nem com a Dona Teresa

De Teresa Faria a 13.10.2013 às 16:39

António, desculpa poluir-te o blog, mas preciso realmente de esclarecer que não tive a intenção de ofender o "Patriota", apenas demonstrar-lhe como é fácil ofender sem razão, e que nada de positivo sairá daí.
Foi o que quis fazer, aceito que não me tenha corrido bem e que o senhor se tenha sentido ofendido por eu lhe dizer "Poderia dizer-lhe ...., o que seria maledicência e não crítica construtiva." Lamento profundamente não me ter explicado devidamente.

Quanto ao estado da nação, ou até da selecção, seguramente nunca me ouviram dizer que está tudo bem e que devemos incentivar o caminho que levamos.
A única ressalva que quis aqui deixar foi a diferença entre crítica construtiva, ou o falar mal por falar. É que para mim são coisas diferentes.
E sim, também acredito que nos esquecemos de enaltecer o que temos de bom, sendo que não, não falo dos nossos governantes.

E porque o Bolas&Letras, o seu autor e os seus leitores me merecem todo o respeito, apresento as minhas desculpas a quem possa ter ofendido, e encerro aqui a minha participação, não no blog, que continuarei a acompanhar e a comentar se me for permitido, mas neste post.

De bolaseletras a 13.10.2013 às 17:37

Teresa, não poluiste nada, são ossos do ofício de quem gosta de debater;-). Volta sempre!

De Teresa Faria a 13.10.2013 às 17:58

Ossos do ofício, mesmo!
Nem sempre interpretamos bem ou somos bem interpretados. Acontece.
Resto de bom domingo!

P.S. E grata pela defesa da honra da senhora! Não havia necessidade, mas só prova que és um cavalheiro. ;-)

De bolaseletras a 13.10.2013 às 17:02

Caro, isto não é o país nem o BPN, é bola, ou se sabe apoiar ou não. Eu apoio quer joguem mal ou bem, quer ganhem quer percam, à inglesa. O patriota foi insultuoso desde o inicio, ponto final.

De Mais um Idiota a 13.10.2013 às 17:37

Você apoia quer joguem bem ou mal, quer ganhem ou percam, e ninguém lhe contesta esse direito, eu pelo menos não o faço, mas por que motivo não permite o direito aos outros de criticarem? O caro B&L não vai, com certeza, assumir o direito da certeza universal, penso eu.
Eu critico porque me meu entendimento acho que tenho motivos para criticar. Quando a teimosia de um treinador burro e casmurro consegue desfazer uma selecção que tinha tudo para brilhar, eu critico e critico veementemente. Quando uma selecção, embora coxa devido ao casmurro treinador, mas ainda assim muito superior a uma Israel de meia tigela não consegue ganhar nos dois jogos disputados, e quando recordo que pelo menos, contra Israel Portugal deveria obrigatoriamente, tanto pelo nosso superior valor como qualidade, ganhar os dois jogos e que hoje nos permitiria estar à frente do grupo, eu critico por considerar inadmíssível. E sobretudo quando vejo um bando de vedetas à imagem do seu treinador gozar com todos os portugueses que foram apoiar e dar força a esse bando de vadios , Eu insurjo-me, critico e grito bem alto. Phuta que vos Pariu, seus merdosos do Kar@...
Para que saiba, ou lhe interesse saber, e acredite se quiser, já representei e dei o litro por esta mesma selecção, num passado em que eu e os meus companheiros sentíamos e honravamos as camisolas das quinas. E não ganhávamos um centésimo das vedetas de hoje.

De bolaseletras a 13.10.2013 às 17:53

Eu não apoio o João ou o rui, o gajo que marca golos ou que os falha, eu apoio uma causa, uma idéia, uma bandeira, naqueles 90minutos! Depois ou antes posso criticar ou discordar, mas naqueles 90m Apoio, percebe? Este post era para aqueles que assobiam durante os 90m. porqque não sabem que há um momento para criticar e outro para apoiar. Percebido?? Irrraaa....

De Mais um Idiota a 13.10.2013 às 18:17

Eu também estive lá e posso testemunhar que isso não corresponde à verdade. A selecção foi apoiada, e muito.
Mas quando os rapazes esqueceram a selecção e lembraram-se dos seus vedetismos, o público assoboiu.
Foi o que eu percebi, mas não interessa se percebi mal. Percebeu bem o B&L e isso é que é imprtante.
Obrigado por não ter apagado a minha opinião.

De bolaseletras a 13.10.2013 às 18:20

Não apago opiniões, apenas insultos. Não se assobia só no estádio, na comunicação social, nas redes sociais, etc.

De bolaseletras a 13.10.2013 às 16:59

Perdão, insultos INjustificados!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog