Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A dona de uma vida - diálogos e memórias olivalenses

Terça-feira, 06.10.09

 

 

Cresci num bairro que me presenteou com uma interessante mistura de estratos socio-culturais, a bem dizer. Para o bem ou para o mal, os Olivais fizeram de mim o que hoje sou. Aprendi durante o ensino primário que para além de saber ligar as letras e de somar os números, era igualmente importante fazer contas de sumir, de quando em vez, e, sobretudo, saber esconder os guelas do China e do Paulo Maluco (sim, com letra maiúscula que aquilo só podia ser o apelido do espécime). Toda esta miríade de conhecimento infligido pelo meio envolvente, aliada a um precoce instinto de sobrevivência, podem enrijecer o mais fofinho dos petizes.

 

Vivendo agora num novo bairro que faz igualmente questão de fornecer aos seus habitantes toda essa riqueza de experiências multiculturais, gostaria de partilhar este delicioso diálogo que teve, há uns dias, a arte de me fazer lembrar outros tempos tão longínquos na memória mas tão próximos da porta, pelos vistos.

 

"- Ó Julio, sabes do Zé?

- Foi à dona!

- Qual dona?

- À metadona, otário!"

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:35


2 comentários

De Anónimo a 10.10.2009 às 08:08

por falar em olivais...



Vote para a sua freguesia
24 anos é demais
Rosa do Egipto, NUNCA MAIS
domingo, dia 11
faça a mudança

P.C.

De bolaseletras a 10.10.2009 às 13:44

Um verdadeiro dinossauros olivalense...só lhe falta uns processoszitos em tribunal para ser um clássico!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog