Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Revista de imprensa - A ruptura nunca será na continuidade

Terça-feira, 17.11.09

Parece-me que isto vem mesmo a propósito da batalha a ter lugar amanhã, em zonas balcanizadas e pouco amistosas... 

  

 

Leio no Courrier Internacional um interessante artigo do jornal Novi List, de Rijeka. Em causa, o recrudescer do hooliganismo que assola o futebol da ex-Jugoslávia. Mero pretexto, segundo o autor, para reavivar os ódios da guerra dos Balcans, os inimigos que usavam botas cardadas são agora trocados pelas enlameadas chuteiras com pitons. Fracas desculpas de quem não consegue, em definitivo, concluir a transfusão do ódio para um passado encerrado nas gavetas da vergonha.

 

Na parte final do artigo, e em jeito de dedo na ferida, procurando identificar-se uma remota solução para o problema, ou, pelo menos, uma explicação para o porquê do desastroso estado de coisas, é citado o filósofo Ugo Vlaisavljevic, de Sarajevo. O texto intitula-se «A guerra como principal acontecimento cultural» e suscitou uma enorme polémica. Afirma o filósofo, sem medo, com a coragem das ideias:

 

 

"A especificidade da experiência local da guerra reside neste facto: após a guerra, a política continua a viver da guerra. Afirmo que vivemos em permanência sob o regime das políticas da guerra. Produzindo constantemente inimigos, essas políticas não podem trazer pacificação. Quando se fala hoje, na Bósnia-Herzegovina, da necessidade de reconciliação, esquece-se que aqueles que nos deviam reconciliar são produto da guerra. Em consequência, estabelecem a sua política, a sua identidade e a sua visão da realidade sobre a experiência da guerra. Para eles, a sua reconciliação significa a auto-destruição."

 

Contextualize-se este raciocínio nos cenários de guerra e de falhadas reconstruções de sociedades dos últimos decénios - África, médio oriente, continente americano, etc. - e tudo se simplificará. A incredulidade com a guerra que não cessa naquele desgraçado país, as permanentes guerrilhas internas de países que morrem aos poucos, tudo isso está acima explicado. Daí a polémica. O dedo penetra bem fundo na ferida, a tonitruante dor na consciência dos povos é devastadora.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:02


2 comentários

De Anónimo a 18.11.2009 às 07:29

mané: escaldante, escaldante vai ser o argelia vs egipto....
comparando a recepção de portugal na bosnia com a recepção dos argelinos no cairo, foi coisa de meninos... e hoje o mata-mata na somalia...
promete...



pc

De bolaseletras a 18.11.2009 às 22:11

Argélie! Argélie!

Porra, os francius acabaram de marcar! Come on Ireland!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog