Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Dramas leoninos ou os 3 estarolas

Quinta-feira, 25.12.08

 

Let´s get back to the basics! Sim, um tipo dos Olivais que escreve sobre livros e afins arrisca-se a ser desconsiderado pelos seus pares. E sejamos sinceros, aquilo em que um olivalense de gema se destaca é na análise apurada ao fenómeno futebolístico. Livros é giro e tal mas a malta gosta é de bola.

 

Gosto do Paulo Bento. Uma primeira leitura atenta do primeiro post deste blogue poderia dar a ideia contrária, mas não, o Paulo é um gajo porreiro. Pronto, alguma influência terá no facto das assistências no Alvalade XXI andarem pelas ruas da amargura. Arriscaria dizer que o Paulo convenceu a massa adepta de que os árbitros nos querem tão mal que não há a infíma possibilidade de sermos campeões. Mas não, os caminhos do Paulo são mais intrincados do que isso, eu é que ainda não consegui descobrir o atalho para chegar à Luz (não confundir com a Luz, albergue de malta pouco fina).

 

Caso 1 e 2 (uma e a mesma coisa):

 

Caso 1 - Miguel Veloso

O Miguel é um rapaz com bom ar, dizem (não estariam concerteza à espera que fosse eu a afirmá-lo). Não sei se o seu bom ar é suficiente para que possa sofrer do "estigma menino bonito Dani" encaminhando-o para um destino de passerelles, apresentador de TV frustrado ou frequentador bem pago de revistas da socialite. O estigma referido foi, naquele seu estilo inimitável, definido pelo grande Paulo Futre numa curta e fulminante frase: O Dani era demasiado bonito para ser jogador de futebol. 

 

Mas não, não me parece que seja esse o caso do Miguel. O Miguel, tal como o Yannick, pensam que ganham pouco. Não me vou pronunciar sobre a falta de razão deles ou sobre o facto de estarem com carradas de razão. Mas o que é certo é que olham para o lado, para o Moutinho, o Liedson, o Polga, o Izmailov, o gordo e sentem-se injustiçados. Estou mesmo a ver as mulheres, namoradas, pais, empresários a encherem-lhes a cabeça da ideia de que eles mereciam muito mais. Tinha tudo para correr mal. Não vou apontar soluções, mas a questão é exactamente essa. Também não deveria ser o Paulo a tentar encontrar soluções e a dar o corpo, a cara e o crédito já ganho, por uma Direcção que não resolve os problemas que cria ou que naturalmente surgem numa equipa.

 

Ah, e é filho de lampião. Só podia dar merda.

 

Caso 2 - Yannick Djaló

A mesmíssima coisa. Só que este dá-me mais pena. Há anos que não surgia em Portugal um ponta de lança com as suas características. O sentimento de injustiça e inveja vão impedi-lo de evoluir mais, vão sobretudo afastá-lo do clube que o fez gente e jogador. E isso vale mais do que os milhares que não lhe pagam. Eu bem sei que ele e o Miguel assinaram os seus contratos de livre vontade, mas também sabemos que o futebol não se rege pelos habituais princípios da sociedade e do direito. Há que torcer a espinha para poder seduzir os melhores, valorizá-los, usufruir dos frutos e títulos que por cá vão deixando e, depois sim, receber o bolo generoso de um investimento bem trabalhado e acarinhado.

 

Caso 3 - Vukcevic

Tem cara de maluco e essa expressão de loucura é a prova inequívoca da sua genialidade. É preciso uma sensibilidade genial para lidar com jogadores destes. Não peçam isto ao Paulo, homem correcto, honesto como poucos, que gosta de tudo certinho e alinhado como as figuras geométricas que desenha para o esquema da equipa. Um caso perdido, para mal das dores leoninas. É por estas e por outras que aqueles milhares que iam ao estádio para ver fantasia, dribles, bicicletas e quejandos ficam agora em casa a ver o Arsenal e o Barça. Infelizmente, como os compreendo.

 

Afinal a bola não é muito diferente dos livros, da vida. Dinheiro, génio, loucura, inveja. Está lá tudo.

 

Tony Almeida (vá, desta poupo-vos ao trocadilho)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 12:01


3 comentários

De Anónimo a 25.12.2008 às 14:50

Opá oh gordo ... nao fujas da vida mas se fugires goza ao menos essa evasão...ou seja, olha no que se transformou o teu natal, ou então no que tu o tornaste-

Está na hora de te evadires, estás à beira do abismo (e do enfarte) e terás que dar o passo em frente.

Ou então toma os comprimidos da velha e dorme o sono dos justo, de qualquer forma saberás sempre que quando acordares poderás sempre voltar para este lugar que chamas casa

Um abraço,
m

De bolaseletras a 25.12.2008 às 22:01

Pintinho,

O Natal é quando um homem quer e criar um blogue no Natal é sinal de viço. E tu, quando é que saltas da ponte e acabas com esse sofrimento?

Abç

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog