Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


E o povo, pá?

Domingo, 25.04.10
 

Mais um aniversário do 25 de Abril, mais um ano não muito convidativo para fazer balanços das conquistas de Abril. Trinta e seis anos depois já podemos reunir-nos em grupelhos na rua sem sermos importunados e acusados de perigosos agitadores, já há partidos para todos os gostos, já toda a gente se insulta livremente nos jornais, a liberdade de imprensa erigida ao baluarte das liberdades tornou muita da nossa imprensa num sítio mal frequentado. Hoje o Eusébio já poderia ir jogar para Itália, hoje o Dr. Salazar cairia bem antes de lhe cair a cadeira. O povo está mais avisado, dificilmente as mordaças voltarão. E o resto? Aquilo que, para além da liberdade, se projectou alcançar com o 25 de Abril? Não falo da melhoria das condições de vida, porque essa positiva mudança, não me venham com tretas, é inequívoca (como diz alguém que muito prezo, um homem dos tempos de outrora mas que não é saudosista desses tempos, antes havia fartura de tudo, até de fome). Falo de tudo o resto de que fala o Jel (ver vídeo), esse fantástico personagem de mil alter egos. Da corrupção, do desemprego, de uma vida desafogada, de tornar Portugal um país menos desigual, onde quem vem de baixo tenha condições justas para subir na pirâmide, onde não sejam sempre os mesmos, onde as caras mudem pelo mérito, onde não se mande sem critério e em prol de uns amigalhaços. E O POVO, PÁ?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:32

25 DE ABRIL SEMPRE!

Sábado, 25.04.09

   

Nasci 9 meses depois de terminar a época do lusitano obscurantismo. É esta a liberdade que conheço, que aprendi a disfrutar e, apesar das queixas e lamentos de alguns, nestes 34 anos de vida não me posso lamentar de mordaças silenciadoras.

 

Era bom que aprendêssemos a valorizar o que temos. Não quer isto dizer que deixemos de almejar a mais e melhor liberdade (claro está, até ao limite da esfera da liberdade dos demais), apenas me parece que cada vez menos sabemos disfrutar o que nos foi concedido há 34 anos. Podia ser melhor? Claro, alguém conhece um sistema democrático em que o valor liberdade atinja um grau de perfeita concretização? Pior que não ter liberdade é não saber viver a que conquistámos.

 

A liberdade conquistada em 25 de Abril de 1974 é nossa, é de Portugal, é um exemplo para todos os povos que em determinado momento da sua história lutaram para alcançar a sua liberdade. Daí os hinos sem pátria que se seguem. The last one, but not the least é de Bob Marley e um dos seus versos tudo diz: "this songs of freedom...". Ponham o cravo à lapela e brindem à liberdade!

 

ZECA AFONSO - GRÂNDOLA VILA MORENA

 

 

 

 

QUILAPAYUN - EL PUEBLO UNIDO JAMAS SERA VENCIDO

 

 

 

MANU CHAO - LIBERTAD

 

 

 

BOB MARLEY - REDEMPTION SONG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 16:48





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog