Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ainda a liberdade e umas pitadas de inveja

Sexta-feira, 26.04.13

 

 

O toque da areia no corpo, o abraço irresistível do sol.  O horizonte sem fim, invariavelmente azul, doce e retemperador. O mergulho noutra realidade, esquecer tudo, sentir a vida a pulsar no corpo. Estes momentos e luxos são a riqueza de Portugal. Como disse a minha amiga Teresa insistimos em correr sorridentes para o mar, numa fuga incessante para aqueles irrepetíveis e eternos momentos de felicidade. Será que lá fora, os perfeitos nórdicos, os rigorosos e produtivos alemães não resistem em castigar-nos por disfrutarmos destes imerecidos luxos? Será que a sua inveja é tão dilacerante que conduza à negação da solidariedade que o ideal europeu pretendeu implantar? Será o corpo entregue às carícias do sol um pecado tal que tenhamos que espiar tais malfeitorias num futuro incerto e penoso? Meus senhores, venham até nós, banhem-se nas nossas águas, sintam a nossa alegria, entreguem-se à modorra do sol e deixem de nos fecundar o juízo!

 

 

 

P.s. – fotografias tiradas ontem na praia da ilha de faro, em pleno exercício da liberdade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:25

Ainda assim, 25 de Abril sempre!

Quinta-feira, 25.04.13

 

 

Praia de Faro. Os meus pés beijados pelo mar frio. O meu filho Miguel a correr para as ondas e a fugir delas, desafiando-as, procurando conhecer o perigo que elas encerram mas escondendo os seus medos. Eu a observá-lo atento mas fingindo despreocupação, deixando-o desbravar novos mundos. Gritos de excitação, “está fria, pai!”, gritos de felicidade bruta e descontrolada. Com os olhos nele, recebo uma onda que me molha os calções que não são de banho, ele ri-se louco de contentamento, no mais puro êxtase. Aquela sensação de liberdade no dia da dita cuja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:27

Cabelos ao vento - 25 de abril, sempre? E foi-o realmente alguma vez?

Quarta-feira, 24.04.13

 

 

E se a liberdade residir no direito, básico e inalienável, de soltar o cabelo mesmo quando todas as convenções e restrições o proíbem? E se a liberdade procurar apenas a felicidade simples, aquela que mais não é que o prazer daquele momento e dos momentos fugazes que se seguem? E se a liberdade cheirar a suor porquê insistir em extirpá-la da nossa pele? E se a liberdade for possuir quem desejamos, porque evitamos fazê-lo obedecendo ao peso de regras que nos esmagam até ao âmago do nosso instinto original? E se a liberdade for destronar quem nos oprime com o poder mal exercido porque não tomamos nós o poder nas nossas mãos? Falamos muito e celebramos demasiado a liberdade que dizemos ter conquistado. Mas somos realmente livres? Sabemos realmente o que é a liberdade? E se o 25 de abril foi apenas o primeiro passo para tudo o resto que falta ainda alcançar? Hum?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:43

Cabelos ao vento

Sábado, 20.04.13

 

Brigitte Bardot fotografada por Terry O’Neill

 

Não vislumbro imagem mais representativa do espírito da liberdade do que os cabelos ao vento de uma mulher. A ausência de artifícios e artefactos a domar os selvagens fios de ouro, a leveza, a sensualidade, a entrega a sensações sem dono ou destinatário. O que o vento fisicamente liberta sente-se no espírito, como se os flutuantes cabelos permitissem à aura da mulher levitar, expandir-se, diluir-se numa harmoniza indizível. Começa uma nova série que, não fugindo à regra, coloca no centro de tudo a mulher, essa tentação esvoaçante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:19

Cenas da vida quotidiana - Tens lume?

Sexta-feira, 22.02.13

 

 

Aquela fugaz chama, aquele beijo separado pelo filtro, o papel de cigarro e o veneno da nicotina representavam bem mais do que qualquer transeunte desatento saberia descortinar. Por trás do fumo canceroso daqueles dois cigarros estavam anos de duas vidas cómodas, mas irremediavelmente desfasadas da natureza daquelas duas mulheres. Dois maridos para trás, quatro crianças passadas (duas para cada uma), tinham redescoberto o que de facto as fazia sentir vivas. A noite, os sons, as luzes, os olhares furtivos, a caça. A tesão de sentirem o perigo de não saber quem as olhava e desejava, de não fazerem a mínima ideia de quem estava por trás dos olhos irresistíveis que olhavam, do corpo rijo e bem definido que cobiçavam. Numa pista de dança deitaram todos aqueles anos fora. Ao som da joie de vivre, de uma dose de incomensurável egoísmo, de um shot de insana liberdade. Ninguém disse que a vida era fácil e que os actos, mesmo os mais ponderados, não tinham consequências.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:13

Se podes olhar vê - Para além do corpo, o espírito

Sexta-feira, 04.01.13

 

 

Podemos olhar e ver uma multidão de aberrações, um circo de equívocos humanos, uma procissão de estranhos esgares e humores da condição humana. Podemos em alternativa, se soubermos sorrir com o que foge à nossa “normalidade”, olhar docemente e ver beleza em gente fisicamente feia, absurda, risível. Podemos olhar por fora e ver por dentro, podemos ver mais além do que os olhos olham. Ou podemos nós, eu sobretudo, deixarmo-nos de lirismos e assumirmos que no mundo as aberrações são a fronteira para os viajantes da estrada da normalidade. Passar essa linha é entrar no maravilhoso universo em que o politicamente correcto deixa de fazer sentido, em que as palavras deixam de ser medidas e os ataques de raiva são aceites como expressões da mais pura humanidade. Só como aberrações poderemos gozar inteiramente a sonhada liberdade. Aberração, isto? Duvido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:28

Guantanamo e a prima do mestre de obras

Sexta-feira, 28.12.12

 

Paolo Pellegrin, Guantanamo 2006

 

Não me enquadro nos paladinos que defendem a liberdade acima de tudo, mesmo da própria vida humana, quando o excesso de alforria se exerce esquecendo os valores primordiais que deveria respeitar. Defendo mesmo que quem abusa das asas que a democracia e uma sociedade aberta lhes concede deve pagar – e bem – com a privação da mesma, caso se torne um perigo para a comunidade que lhe deu a beber tão valioso néctar (nos tempos modernos chamam-lhe red bull).

 

Mas não se confunda a obra-prima do mestre com a prima do mestre-de-obras. Em nome da segurança e da defesa da sociedade o poder não pode estabelecer regras sem controlo de outros poderes, em nome do nosso medo não se pode eleger a discricionariedade como lei. Prender suspeitos sem provas não cabe numa sociedade democrática, esconder isso do mundo é fechar as portas da democracia. Torturar gente com ou sem provas é próprio de uma sociedade selvaticamente livre. Creio que não é essa liberdade que pretendemos defender.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:41

O arame farpado do medo

Domingo, 09.12.12

 

 

São demasiadas as vedações que ameaçam a liberdade do homem. Começando no casulo familiar que eleva ao expoente máximo a hiper-protecção das suas crias (o medo, o medo que a vida lhes saia ao caminho e as obrigue a viver), passando pelos yes sir tão apreciados e imitados nas emprezaszinhas e servicinhos, indo desembocar na auto-censura dos sentimentos, na supressão das respostas sinceras, no temor de bradar o que lhes vai nas almas. O arame farpado rasga a carne e o espírito, o homem receia aspirar à liberdade, teme que o salto para lá da vedação lhe despedace o pouco de alma que resta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:43

Sem palavras - A liberdade em tempos de inocência

Domingo, 14.10.12

 

 

Estátua da liberdade ladeada pelas torres gémeas - 1983, fotografada por Fred R. Conrad

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 13:55

ESTÁ NA HORA!

Domingo, 16.09.12

 

 

‎"Os Portugueses, idosos e jovens, homens e mulheres, ricos e pobres, merecem ser tratados como cidadãos livres. Não apenas como contribuintes inesgotáveis ou eleitores resignados."

António Barreto, Junho de 2011
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 00:11





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog