Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Um ganda Natal para todos nós e um 2016 ainda mais à grande!!!

Terça-feira, 22.12.15

 

tumblr_nzq50vrRGc1r7kuu3o1_500[1].jpg

 Fotografia por Raymond Depardon, Santiago do Chile, 1971

 

Amanhã arranco de férias para o sul e supostamente deveria vir aqui dar-vos as Boas Festas e afins e avisar que o blog hibernará durante uma semana. As Boas Festas mantêm-se, de alma e coração, mas a hibernação provavelmente não ocorrerá. Porque é nas férias que o meu cérebro por vezes tem tempo para desenvolver um bocadinho mais ou, simplesmente, porque postar uma simples fotografia é mais férias do que trabalho. O Bolas e Letras é uma pausa no turbilhão da vida, das azáfamas laborais e pessoais, um rasgo de silêncio por entre a barulheira de petizes excitados, felizes ou birrentos. Qualquer destes estados conduz à doce chinfrineira, pelo que o barulho é garantido e as pequenas pausas Kit Kat que o Bolas me concede uma bênção. Por isso tudo e mais ainda, um até já, um Santo Natal para todos e um 2016 ainda mais fantástico do que esperávamos, agora que comprámos um banco para todos nós.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:57

Obrigado Sapo, até já Sara

Sexta-feira, 18.12.15

  

sara.png

 

Sinto que atingi um qualquer zénite que não sei bem definir. Quando o Sapo distingue o meu post de ontem sobre o Mourinho ao lado da foto da special one Sara Sampaio não há muito mais a fazer nesta vida, estará quase tudo feito. Faltará apenas a Sara reparar e combinarmos o tal café numa esplanada com vista para o rio. Depois o resto logo vemos, Sara, não nos precipitemos. Se já esperámos tantos anos não vale a pena ir agora com toda a sede ao pote. Até já, Sara, não ligues muito tarde que eu sou moço que se deita cedo.

p.s. – Obrigado Sapo, ganda prenda de Natal!;-).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:30

Reflexões pré-natalícias

Sábado, 12.12.15

  

humanos.jpg

 

A maldade que infesta o coração dos homens, a ignorância, a perfeita incapacidade de nos colocarmos na posição dos outros, de pelo menos fingirmos que sentimos um milésimo do sofrimento que demasiadas vezes impomos aos nossos inimigos, amigos, colegas, familiares, companheiros e companheiros. O Natal a chegar e nada muda, casmurros como ontem, as costumeiras bestas que sempre fomos desde tempos imemoriais, como se a barbárie medieval tivesse sido ontem e ainda hoje se perpetuasse numa sociedade cada dia que passa mais e mais selvagem. Se para alguma coisa serve o Natal, que não seja só para produzir sorrisos embrulhados em papel colorido, que não seja só mais um dia de hino ao consumismo desenfreado que nos conduz, como se os bens materiais ocupassem o topo da torre cristal do sentido da vida, como se os valores que partilhamos, inspiramos e com os quais educamos os nossos filhos tivessem como desiderato final a concretização de um nível de vida que nos permita saciar essa fome insaciável, pois os bens nunca acabam, o último modelo de hoje é já passado face ao gadget de amanhã. Se para alguma coisa serve o Natal que seja para pensarmos se é essa avidez por ter, por usar, por possuir, por experimentar, por vestir, se é essa voracidade palpável e cega aos prazeres do espírito que nos faz realmente felizes. Não está em causa descobrir o caminho da felicidade. O primeiro passo, parecendo o mais simples, é sempre o mais difícil. O primeiro passo é, neste Natal, olharmos para nós, para o que somos, para o que fazemos todos os dias, consecutiva e repetidamente, e conseguirmos perceber se este nosso caminho é, no mínimo, aceitável para nós. Outros passos se seguirão para ir além do aceitável, mas o caminho faz-se caminhando.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 09:58

Só para descontrair dos dramas e dos fanatismos da bola há que dizer que o Natal é quando um homem quiser

Terça-feira, 06.01.15

 

santa2.jpg

 santa.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:13

Ora aqui está uma boa prenda natalícia, vem em boa hora!

Domingo, 28.12.14

 

2012.png

Há dois anos era esta a capa de Natal da New Yorker, a imagem de um Pai Natal desesperado pois as suas fiéis renas tinham trocado a dedicação à causa natalícia pelos seus interesses, vícios e prazeres. Para o meu Natal e os dias que se seguem gostava que todos os restantes seres do planeta que tanto me fazem esperar, que acham que isso da pontualidade é coisa de idosos desocupados, que não percebem que fazer alguém desperdiçar tempo é a maior prova de desrespeito que lhe podem prestar, gostava, dizia eu, que esses seres para quem um relógio é um mero adorno decorativo sem ponta de utilidade chegassem, um dia que fosse, à porra da hora que combinámos! Era só isto, o Natal também serve para desabafarmos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 15:51

Da série "Excelentes candidatas a mães Natais para fazerem companhia ao velhote das barbas"

Sábado, 27.12.14

mae3.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 14:11

"Papá, quero dois doberman!" - Da série "prendas que os miúdos nos pedem e que recusamos com uma lágrima no canto do olho"

Quarta-feira, 24.12.14

 

revenge.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:41

"Papá, quero uma mota!" - Da série "prendas que os miúdos nos pedem e que recusamos com uma lágrima no canto do olho"

Segunda-feira, 22.12.14

 

papa quero uma mota _ da serie prenda que os miudo 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:19

Embrulhos, luzinhas e filhozes...STOP! - Olhar para ver

Quinta-feira, 18.12.14

 2005.jpg

E se o Natal tivesse como principal propósito não as prendas, a engorda, as luzes a chamarem o maralhal para as montras do pecado, o desbaste do cada vez mais escasso ou inexistente subsídio da época, mas sim para olharmos para a merda que fizemos ao longo do ano, para os comportamentos idiotas que tivemos para com aqueles que nos amam e amamos, para com colegas e funcionários, para com o tipo da carripana ao lado na fila de trânsito, o homem do talho ou o burocrata por trás do guichet, se olhássemos com o objetivo de ver e não só distrair a vista, se olhássemos para o mal que estamos a fazer a este mundo em que vivemos e às pessoas que connosco o habitam, se focássemos o pensamento que se seguirá a esse olhar atento em fazermos do nosso bairro, da nossa cidade, do nosso país, do mundo, um lugar melhor para os nossos filhos, para o seu futuro? Há quem diga que já assim é, que já se aproveita esta época para tais exercícios de enriquecimento interior, mas desconfio solenemente que as intenções tenham ficado no papel. Em caso de dúvida, meus amigos, toca a executar o plano, OHOHOH!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:46

Christmas is coming...STOP!

Quarta-feira, 17.12.14

11.jpg

Natal Stop falta de inspiração STOP ninguém quer ler textos densos STOP muito menos pensar STOP entrar em velocidade cruzeiro STOP imagens natalícias fofinhas, tolas ou sexy STOP capas de outros natais STOP adoro capas de revistas que resumam tudo numa explosão de cores e letras estupidamente gigantes STOP coelhinhas de Natal STOP o que é preciso é sorrirmos com tudo isto e sermos felizes STOP.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por bolaseletras às 17:20





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog