Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sporting 0 - Porto 0

Domingo, 29.12.13

Há uns anos valentes fui a Leiria ver o Sporting perder 1-0 com o clube da cidade. Do lado dos leirienses estava Helton, que fez uma exibição inacreditável e percebi que quem contratasse esse jogador teria guarda-redes para uma década. Hoje, Fabiano repetiu tal exibição, assegurando a Helton que pode ir para a reforma descansado. O Sporting foi quase perfeito, só não conseguiu quebrar a Kryptonite de Fabiano. Melhores em campo do Sporting? Indubitavelmente, dois moços que enviaram forte recado a Paulo Bento: Cédric e Adrien. Parabéns rapazes, este é o caminho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:46

Portugal 1 - Israel 1

Sexta-feira, 11.10.13

 

 

Um tipo olha para o 11 da selecção que entrou hoje em campo e percebe que esta não é uma equipa fantástica. Não é difícil desconfiar de Ruben Micael como médio criativo, de Hugo Almeida como ponta de lança, ou dos esforçados Antunes e André Almeida como laterais. O Ricardo Costa, um já afamado patinho feio da selecção, acabou por marcar o golo servido por Antunes. O futebol foi pouco entusiasmante, a eficácia ofensiva perto do deprimente, os erros defensivos fatais. Nani parece ter deixado esfumar-se a lâmpada do génio que já teve, Cristiano sentiu demasiado a fragilidade dos seus colegas. Em suma, nada mais fácil do que criticar as opções de Paulo Bento.

 

Agora que expus todas as fragilidades que ajudaram os milhares de comentadores a espezinhar a selecção e Paulo Bento, deixem-me só explicar-vos uma coisa: depois dos nossos rapazes cantarem o hino, a selecção não se analisa ou critica: APOIA-SE PORRA!!! Merda de patriotas que somos!

 

p.s. – Força Rui, continuas a ser grande!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:09

Portugal 1 - Holanda 1

Quarta-feira, 14.08.13

 

 

Em tempos de silly season não faz sentido uma análise muito aprofundada do desempenho de hoje da selecção. Quem acompanha as minhas opiniões sobre a equipa de todos nós sabe que sou um acérrimo defensor de Paulo Bento. Mas hoje, mesmo descontando as inevitáveis concessões próprias de um Verão quente e silly, confesso que me custou ver dois, logo dois Rubens em campo, e voltar a ver o famoso fenómeno que antes de ser já o era, o jovem Nélson Oliveira que sem nunca nada ter feito num clube passou a presença constante na selecção. A somar a isso, começo a desconfiar do fenómeno Danny, o torpedo que não deu no Sporting, não dá na selecção e que só dá na Rússia porque os pais devem ser comunistas. O Postiga viverá mais uns anos dos milagres que tem operado por Espanha mas manterá a nossa frente de ataque frágil e demasiadas vezes inofensiva.

 

CR 7 marcou o golito da ordem, isso apesar de, vergado sob o peso de carregar uma equipa desconexa às costas, ter falhado inúmeras recepções de bola e passes, concentrado que estava em salvar a equipa. Muito bem Luís Neto, central de futuro na equipa de todos nós, excelentes a atacar Coentrão e João Pereira, este com uma segunda parte de luxo. Eu sei que nos faltam jogadores para se fazer uma equipa imbatível, Paulo, mas diria que essa mania de querer ter um grupo coeso em detrimento de convocar os jogadores em melhor forma por vezes pode ser contraproducente. Vê lá se consegues mitigar a força do grupo com a chamada de rapazes que se andem a destacar nos últimos tempos (sei lá, diria o Adrien e o Licá, o primeiro em vez de um André Martins que tem estado na sua sombra, o segundo em vez do Pizzi e do Nélson Oliveira que pouco ou nada têm mostrado). Vê lá isso, Paulo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:55

Portugal 1 - Rússia 0

Sexta-feira, 07.06.13

 

 

Num dia pouco entusiasmante, a selecção insistiu na receita de produzir um futebol pouco motivante. Safou-se o resultado que é o que mais conta nos tempos que correm, pouco dados a grandes feitos e a arco-íris exibicionais. Não atribuo a Paulo Bento a culpa de assistirmos a uma queda exibicional da nossa selecção, culpo sim os principais clubes portugueses e os responsáveis pelo futebol português. Os primeiros preferem negócios latino-americanos que rendam boas comissões a apostar nos jovens lusitanos, os segundos nada fazem para reverter esse estado de coisas. Gostei da segurança de Rui Patrício, da alta rotação de Moutinho, do pé esquerdo de Miguel Veloso, da segurança e confiança de Neto e de pouco mais. Eu sei, foi um óptimo resultado e uma exibição até superior aos últimos jogos. Mas da nossa selecção espero sempre mais. Precisamos de mais entusiasmo e precisamos de um acto contra-natura de Paulo Bento para os próximos jogos: que algo mude na equipa, que novos valores passem a ser aposta. Penso em Pizzi, André Martins, Antunes e em todos os outros jovens que vão despontando e que possam ir temperando a veterania de uma equipa que já não tem muito mais para onde evoluir. Uma lufada de ar fresco precisa-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:22

Azerbeijão 0 - Portugal 2

Terça-feira, 26.03.13

 

A nossa selecção não fez um jogo de sonho, longe disso, mas fez o que se lhe pedia, que era ganhar. Fartos de grandes exibições e vitórias morais está o povo luso pelo que começo a preferir vitórias úteis e cinzentas do que jogos inesquecíveis, mas com regresso a casa de bolsos vazios. Outro ponto muito positivo foi a afirmação grupal de que é possível vencer sem Cristiano Ronaldo. Não contra Cristiano, mas em prol da força do grupo. À volta disto confirma-se que o dinossauro do norte começa a roçar a idade mental da senilidade, atiçando a coragem de um seleccionador nada servil.

 

Confesso que gosto de gente assim, que não se verga perante os poderosos fácticos do costume, aqueles perante quase sempre os poderes legais fecham os olhos às aleivosias. Gosto, mas acho que seria aconselhável Paulo Bento ter dominado os seus instintos e optado por uma bofetada de luva branca, deixando Pinto da Costa a falar sozinho. Porque não tendo perdido o norte, Paulo Bento arrisca-se a perder o povo do norte. E este tão pequenino país não merece mais facções e facciosismos, porque não é o momento histórico para isso. Tenha juizinho monsenhor Pintinho, tenha mais sangue frio mister Bento. A bem da nação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 20:44

Israel 3 - Portugal 3

Sexta-feira, 22.03.13

 

 

Os jogos da seleção trazem-me sempre memórias gratas. Recordo as aulas a que faltei no secundário para ver os feitos do mundial das arábias dos miúdos do então excepcional Professor Queiroz, o inesquecível golo do Abel que nos deu o título, aquele pontapé com o pé que o Abel não sabia que tinha e que estava mais à mão. Recordo também o longínquo ano de 1996, ano de europeu, mais precisamente o dia 14 de Junho. Dia de um exame de processo civil que colidia ignobilmente com o Portugal-Turquia. Por motivos esféricos e patrióticos, o exame de três horas passou por minha iniciativa a ter apenas duas horas. Quando fui o primeiro da sala a levantar-me e a entregar o exame, vários sorrisos de colegas cúmplices e sabedores da minha paixão pela selecção invadiram a sala. O professor perguntou-me, tranquilo como só ele sabia ser, se tinha corrido bem. Eu respondi que tinha corrido melhor do que esperava. Saí a tempo de ver o golo da vitória do Fernando Couto e umas semanas depois recebi uma das melhores notas da turma no exame a que roubara uma hora – ora aí está um dos grandes feitos da minha licenciatura em direito.

 

 

 

Hoje, roubada pouco mais de uma hora ao almoço para assistir ao jogo com Israel, os 20 minutos finais da primeira parte chegaram-me para dizer para os meus botões: “Estes rapazes não estão a ser dignos de envergar a camisola das quinas”. Ver o grande CR7 a perder uma bola e a não correr atrás do ladrão, ver a nulidade do Varela a ser incapaz de fintar uma árvore, ver o Bruno Alves a não tirar os pés do chão para evitar o 3.º golo, tudo isto me fez doer a alma lusitana. Estes rapazes são os mesmos do Euro 2012, pelo que há aqui, como refere Paulo Bento, um problema de mentalidade. Só que, mais além do que diz o treinador, arrisco dizer que esse problema acaba por resultar numa lamentável falta de atitude da maioria dos jogadores quando não estão a jogar contra grandes equipas, ou sob os holofotes das grandes competições internacionais. Felizmente desta vez a sorte quis estar do nosso lado e ainda houve tempo para Ronaldo mostrar uns pós do tanto que vale, servindo Postiga sem sequer olhar para ele (deve ser duro, passar o jogo a olhar para a percentagem concretizadora do bom do Hélder). Pouco depois, Hugo Almeida deu o salto da vida dele e cabeceando à barra, permitiu que Coentrão marcasse de ressalto num assomo de coragem e de fé na divina providência. Podia vir para aqui perorar sobre eventuais erros de Paulo Bento, mas que culpa tem Bento dos seus dois melhores centrais não estarem a jogar nos seus clubes, do seu motor do meio campo estar com o motor a meio gás, de CR 7 carregar com o peso de ter que carregar com esta equipa às costas? Perceber que as armas secretas do treinador para dar a volta ao jogo pouco mais eram que Carlos Martins e Vieirinha, é perceber o deserto de qualidade que é o atual campo de recrutamento do nosso seleccionador. Não havendo ovos para fazer omoletes inesquecíveis, é essencial que a mentalidade e a atitude dos jogadores esteja sempre no máximo. Só assim se farão milagres. E tão necessitado de milagres anda este povo, rapazes, vejam lá isso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 18:36

Tranquilidade (Portugal 2 - Equador 3)

Quarta-feira, 06.02.13

 

 

"Naturalmente, parece-me que realizámos um bom jogo".

 

- Ó Paulo, não será tranquilidade a mais?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:51

Apesar de tudo, parabéns Cristiano! (Portugal 1 - Irlanda do Norte 1)

Terça-feira, 16.10.12

 

 

Dia de 50.000 pessoas no Estádio do Dragão. Dia de trabalho, de chuva inclemente, dia de ressaca das desgraçadas medidas orçamentais – 50.000 no Dragão. Dia em que Ronaldo comemora as 100 internacionalizações, dia de louvar o melhor jogador português de todos os tempos, um exemplo de self made man, um miúdo pobre que à custa das suas lágrimas, sangue e suor chegou ao topo do mundo. E, ainda assim, tudo falha. O talento, a inspiração, a concentração, o querer e o saber querer, os passes, o domínio de bola, a pontaria, o sangue frio, a escolha do momento e da decisão mais correcta. Falha Bento que de tão certinho nas suas opções conservadoras de risco mínimo retira a magia a esta selecção. A substituição, já a perder 1-0, em que coloca em campo Ruben Amorim é um marco desse respeitinho patético. Sempre defendi Paulo Bento, mas hoje desiludiu-me profundamente. Nani, Micael e Postiga foram demasiado fracos. Falharam demasiados jogadores, erraram-se demasiadas opções e os 50.000 não mereciam isso. O país no estado em que está não merecia isto. Vejam lá isso, rapazes, repensa lá isso, Paulo. Esperemos que ainda seja a tempo de apanharmos o voo para o Brasil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:53

Espanha campeã europeia (4-0 contra a Itália)

Domingo, 01.07.12

 

 

E o tiki taka lá venceu e a Espanha lá pulverizou o recorde de melhor sequência de vitórias em grandes torneios (europeu -  mundial – europeu). A Itália falhou onde historicamente era melhor, na defesa, como se o facto de ter agora um ataque a impor respeito, esticando a manta lá na frente, tivesse tido o efeito de destapar os pés da sua baliza. A Espanha deu hoje ao tiki taka mais alguma profundide e, em simultâneo, afirmou Casillas como o  melhor do mundo. Um sorriso pinta-me a cara quando, depois de assistir à lição dos espanhois aos italianos, me recordo daqueles experts que acusavam Paulo Bento de ter sido pouco ambicioso e medroso no jogo com a Espanha. O que Paulo Bento fez à Espanha, amordaçando-a e assustando-a, está ao alcance de muito poucos. De Prandelli não certamente, muito menos de Queiroz, de Manuel José e da turba de comentadores encartados. Haja decoro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 21:36

ACREDITAR!

Terça-feira, 26.06.12

 

 

Como português, amante de futebol e adepto incondicional da selecção nacional, o que diria eu aos jogadores antes de um dos jogos das suas vidas? Diria que acredito neles, na sua qualidade, no seu espírito de equipa, na garra e vontade que têm demonstrado durante todo o torneio, que acredito sobretudo na sua capacidade de superação para levar de vencida uma Espanha campeã do mundo. Porque a capacidade de superação vem da vontade e, neste momento histórico preciso, acredito que os jogadores portugueses têm mais vontade do que os espanhóis. Porquê? Não sei explicá-lo, mas vê-se nos olhos, na confiança, na subida progressiva de forma da equipa e das suas peças chave (mais do que todos, olhe-se para Cristiano Ronaldo). Acredito na vitória, acredito nos rapazes, acredito no excelente trabalho de Paulo Bento. FORÇA RAPAZES, FORÇA PORTUGAL! GANHAR GANHAR GANHAR!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 22:11





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog