Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A história da donzela que boiava por entre primitivos mamutes

Quinta-feira, 11.02.16

  

decote.jpg

 

Recordo-me de uma amiga que não raras vezes se lamentava de ter um peito demasiado imponente, que é como quem diz, em linguagem masculina, sexy, desejável, praticamente irresistível. Dizia-me ela que irritava-a que 99% dos homens estacassem quando ela passava para a contemplar, não pelo seu andar elegante, pelo seu palminho de cara ou pela elegância do seu vestido, mas sim por causa daquele irritante par de boias que temerariamente desafiavam a gravidade e a contenção masculina. Eu ria-me e dizia que tal não devia ser motivo de irritação mas sim de orgulho. Ela perguntava-me o porquê desta avidez dos homens por seios e eu respondia, desviando o olhar e fazendo-me de eunuco, que todos os homens têm, inconscientemente, saudades dos áureos tempos em que a sobrevivência lhes era concedida pelo colo da sua mãe. Ela sorria, dava-me uma palmada pela parvoíce (será?) e seguia o seu caminho, sob os olhares extasiados desses mamutes sexuais que dão pelo nome de homens. Lamento não lhe ter dito que o que ela tinha que fazer era concentrar-se no 1% que restava, que não ligava peva aos seus seios, mas que se ria das suas piadas tolas ou que permanecia em silêncio bebendo as suas palavras. Provavelmente esse 1% não existe verdadeiramente, mas creio que é merecedor de crédito quem tão brilhantemente omite o seu desejo em prol da virtude, mesmo que de forma forçada, ou, melhor ainda, em benefício do amor puro e duro. Tenham fé, meninas, eles, mesmo que escondidos, andam por aí.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 23:41


4 comentários

De Teresa a 12.02.2016 às 15:34

Não é esquisito - não sei, digo eu - que uma pessoa que se queixa/ressente do excesso de atenção a algo perca o seu próprio tempo a falar disso mesmo? Não sei, digo eu

Contradições do espírito e corpo... tenho de pensar nisso:

"Nem a contradição é sinal de falsidade nem a falta de contradição é sinal de verdade."

Blaise Pascal

Bom fim de semana

De bolaseletras a 13.02.2016 às 23:44

Há algo que nos caracterize melhor do que o vivermos e agirmos mergulhados nas nossas contradições?

De Teresa a 14.02.2016 às 14:56

Pois não sei (emotional coward, remember? )

Acho que é de uma crueldade enorme pegar num digno representante dos 99%, obrigar a concentrar-se em algo que não you-know-what , para ter uma conversa sobre exactamente aquilo que um gajo estava determinado em NÃO pensar.

Cá para mim - e a confirmar-se a tua teoria das contradições e a minha que só te "dás" com malucos (uma característica das pessoas de quem mais gosto é terem amigos que eu nã teria e deixar-me viver através deles e das suas maluquices... o que é que estavas a dizer sobre as contradições. Bom, não interessa ) - ela não consegue entender o que há de errado nesses 1%

Abraço e AMA (sempre),
Teresa

De bolaseletras a 15.02.2016 às 09:24

Ela consegue entender isso tudo e tudo o resto que nós desconhecemos, Teresa;-). Andando e amando, abraço!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog