Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ainda sobre moças avantajadas e os guardiões das supostas verdades

Quinta-feira, 04.12.14

jornal_men_reading_melinda_street[1].jpg

Como nunca é demais repetir as raras pérolas de que a blogosfera vai deixando rasto, reforço a chamada de atenção do Luís M. Jorge e destaco com a devida vénia a excelente análise do blogger Morgado Fernandes. Como alguém hoje questionava em carta escrita a vermelho ao Diário de Notícias, perguntando “quem nos guarda dos guardas?” - supostamente referindo-se aos representantes do poder judicial – eu, que prefiro que os guardas a que se refere o Senhor Engenheiro nos vão guardando sem a guarda de sabe-se lá que poderes a não ser a dos guardas judiciais das instâncias superiores (em que pensaria o Senhor Engenheiro? Polícias de Juízes? Fiscais dos bons costumes jurisprudenciais?), considero a questão bem mais pertinente quando aplicada à classe dos jornalistas. O poder deste quarto poder é já hoje imenso, para que a ausência de controlo de qualidade (falo em controlo de qualidade, não de controlo ou censura, atenção) da sua actividade não seja encarada como uma questão fundamental numa sociedade moderna.

A falta de cuidado, profissionalismo, muita preguiça e zero qualidade que se percebe no post acima referido acontece porquê? Sem querer fazer nenhum tratado sobre o porquê do estado dos media nos dias de hoje, avanço desde já com uma explicação, alicerçada em dois factores que se misturam gerando uma mistela que tem tanto de explosivo como de intragável: o desinvestimento dos meios de comunicação social em recursos humanos aliado ao avassalador volume de informação, verdadeira ou falsa, testada ou meramente vomitada pelas redes sociais da moda, gratuita e acessível num clique ao público em geral ou a jornalistas sem tempo, sem experiência ou formação técnica ou deontológica minimamente suficiente, sem autorização superior para gastar tempo e recursos em investigações jornalísticas sérias – essa mistela trouxe-nos aqui, a um estado da arte em que nunca podemos ter a certeza de que o que estamos a ler corresponde à realidade ou ao universo da ficção. Quem nos guarda dos guardadores da suposta verdade?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:47


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog