Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Benfica 0 - Zenit 2 (da série "Contos de fadas")

Quarta-feira, 17.09.14

 

Por imponderáveis da vida não pude ontem televisionar a estreia vermelhusca na liga dos campeões. Chegado a casa fora de horas, refastelo-me no sofá pronto para ouvir os comentadeiros explicar o porquê de mais um descalabro para lá das nossas fronteiras da malta da margem errada da segunda circular. Oiço, oiço e começo a duvidar que o resultado que ouvi no rádio seja efectivamente o correcto. Do que os paineleiros do esférico falam é de uma erupção benfiquista no final do jogo, das palmas e uivos de apoio incessantes à equipa, do esforço miraculoso de 10 garbosos rapazes que com menos um jogador se elevaram acima dos Deuses do Olimpo! Mas espera, ali no fundo da telinha passam aquelas frases incómodas que falam de um golo do malvado do Hulk e de um resultado de 2-0 para os russos. Deixem, deve ser culpa minha que sou do tempo em que o que interessava era a notícia e a verdade dos factos e não o Carnaval que se montava em torno dos fait-divers para atrair mais papalvos, ganhar audiências e vender mais umas resmas de papel. Saber porque é que o Benfica aos vinte minutos estava a perder 2-0 (com 11 jogadores, não com 10) pelos vistos não interessa a ninguém, pelo que no branquear é que está o ganho.

Num país em que quando se fala em ordenados mínimos miseráveis se responde com um “antes nem sopa dos pobres havia”, não é de estranhar que as queixas pelos meses de espera por uma consulta no SNS sejam atenuadas por um “antes nem médicos tinham”. Quando o descalabro de um programa informático que suporta um pilar fundamental da democracia é reduzido a umas pérolas da imaginação escrita percebemos que neste cantinho à beira mar plantado ninguém quer saber o que realmente se passa. Sempre disse que o Benfica é uma das causas dos males da nação, porque esse não querer saber, esse falar para tapar o sol com a peneira é disseminado pelos tais 6 milhões de cegos seguidores e envenena a nação subserviente. Se calhar quem marcou os 2 golos dos russos foi o quarto mosqueteiro, o tal D´Artagnan, e tudo isto foi um sonho mau.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:10


1 comentário

De Teresa a 17.09.2014 às 23:04

O cansaço extremo e exasperado (que m*** de semana para vocês...) leva-te a considerações extremas e exasperadas.

O jogo não foi assim tão mau... de facto pela baixa forma - por tantas razões e mais algumas - do Benfica não foi um walk in the park para um Zenit que, também por todas as razões e mais algumas, é tão mais superior pensei que aquilo ia à "manita".
Com a subida na performance do Benfica e não, ao contrário do que dizem as más linguas, porque o Zenit tenha desacelerado. Simplesmente encontrou mais dificuldades quando o Benfica tentou dar a volta mas sem ter mãos para este nível de competição.
Os aplausos dos adeptos vão na proporção com que o clube os mima... com a importância que lhe dá... e nas horas baixas sabe bem - e é motivador - receber de volta.

Dito isto o Benfica não está (algum dos nossos clubes estará?) na Champions para ficar... aquecimento para a Liga Europa? Vamos ver. Se o Chelsea se deixa empatar - em casa -com o Shalke e o Bayern não vai além do golito com o Manchester City - em casa - o Benfica poderá ambicionar ir mais longe do que vaticinamos... se jogar com a estrelinha a que já nos habituou.

A ver vamos como dizia o cego....

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

pesquisar

Pesquisar no Blog