Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Em memória dos verões pré-parentais

Sexta-feira, 11.07.14

 

Um tipo que mete o pé na areia com uma criança de 2 anos a tiracolo e outra de 5 já a fugir para o mar, ou gosta muito dos seus filhos e de assistir, partilhar, controlar e enlouquecer com aquela alegria inata e descontrolada, ou então pode estar prestes a pedir o regresso compulsivo ao trabalho. Já vivi Verões inesquecíveis, fiz de tudo e devorei sol e mar até à última gota, até ao estertor da última frincha de luz e calor. Agora, de há 5 anos para cá, já posso legar o Verão aos dois diabinhos que me acompanham. A praia e o Verão não passaram a ser o inferno, longe disso, mas não nos enganemos, não mais regressará o paraíso onde já habitámos. Não o digo com amargura ou irrecuperável nostalgia, apenas sei que aquela marca que a minha cabecinha deixava na areia, enquanto esvaziava o cérebro e babava sobre a toalha e sob o abraço do astro rei, não mais será varrida pelas águas do sul do meu país. Agora, restam-me as loucas correrias, futeboladas, galgar as ondas de mãos dadas a petizes assustados e excitados, empastar corpos franzinos com cremes gordurosos, colocar mil vezes aqueles terríveis bonés que eles teimam em recusar. É por isso que surge esta série, para recordar os verões de loucura e de dolce fare niente. Não eram melhores, não eram piores, eram apenas diferentes. A ser feita essa avaliação, os pratos a pesar na balança serão os seguintes: um copo de felicidade a distribuir por um indivíduo/baldes de água e areia de felicidade a distribuir por dois petizes e a respingar o resto da família. A escolha é fácil, depende do que nos faz realmente felizes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 17:53


4 comentários

De Teresa a 11.07.2014 às 20:52

20 anos depois estás, tu e a Maria, em casa a pensar o que fazer numa 6ª feira à noite já que os lingrinhas se tornaram gente com agenda social. A tal que tu tinhas antes de os teres

Lei da Vida. Teus Pais fizeram contigo. Faz aos teus para veres eles serem pessoas de valor de que te orgulhas... olha que os que não têm nada disso que descreves - o que ti vivestes e o que vives agora - não vivem realmente.

Tanta cabecinha na areia, cérebro vazio e baba sobre a toalha só é eterno para os Beach Bums .

O Verão é a altura ideal para relembrar quando eras... mas olha que quando eras, mar desse da foto , só na Figueira da Foz. Tinhas que andar quilómetros para que a água te desse pelos... joelhos lembras-te?!

Bom fim de semana,
Teresa

De bolaseletras a 12.07.2014 às 23:26

Lembro-me que receava nunca chegar ao mar da Figueira, sim, boas memórias, as de então e as que espero agora construir;-).

De Carlos Azevedo a 14.07.2014 às 09:33

Nada chega aos calcanhares dos Verões que pareciam não ter fim... Sempre gostei das cores do Outono, da esperança da Primavera e, até, do aconchego caseiro que só no Inverno desfrutamos plenamente, mas não há nada como a vitalidade do Verão (o calor na pele, os mergulhos, os jantares tardios ao ar livre, a conversa interminável e bem regada, a despreocupação com o calçado e a roupa, etc.). Aproveita bem este e constrói Verões inesquecíveis para os teus príncipes. :-)
Grande abraço.

De bolaseletras a 15.07.2014 às 18:00

É isso tudo, Carlos, morreremos felizes se o fizermos enquanto recordamos esses verões! Vou aproveitar, vou tentar com afinco;-). Grande abraço

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog