Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Futebol português - regresso aos relvados precisa-se!

Segunda-feira, 14.09.15

z_bola.jpg

Confesso cada vez menos vontade para escrever sobre futebol, por muito que continue a gostar de ver/jogar futebol. Enerva-me a idiotice de tempo que se perde a discutir as coisas da bola na televisão, na vida real, sobretudo quando o que se repisa são os dramas do sistema ou as malfeitorias da arbitragem. A discussão sobre a bola devia centrar-se na beleza do desporto, as artes e desgraças dos jogadores, tudo isso centrado naqueles 90 minutos. Prolongar isso muito para lá do tempo de jogo é sinal de pobreza de espírito e de falta de assunto. O que escrevo aqui sobre bola tenderá a reduzir-se, muito porque não quero cair no erro desses oráculos comentadeiros do esférico e da relva. Outra coisa que me amofina respeita ao facto do ângulo de visão dos inúmeros programas e jornais que se debruçam sobre o tema serem exactamente os mesmos. Custa assim tanto ser diferente, pegar no touro pelos cornos e não só pela cauda? Alguns exemplos do que poderia e deveria ser falado sobre o fim-de-semana da liga Portuguesa e de que poucos ou nenhuns falarão:

- Depois de uma brilhante entrada na época, coroada pelo apuramento para a fase final da Liga Europa, o Belenenses faz uma exibição miserável contra o Benfica, encaixando 6 golos e não devolvendo nenhum. Qual terá sido o peso das eternas questões sobre jogadores emprestados/vendidos/cedidos nos últimos anos pelo Benfica ao Belenenses nesta debacle exibicional dos rapazes do Restelo?

- Por terras nortenhas, depois de meses a preparar o plantel, contrataram-se há uma semana dois mexicanos que tiveram entrada directa no onze de Lopetegui. O que diz isto sobre o sucesso do planeamento da época? Os dois defesas esquerdos que já estavam no plantel e que perderam o lugar para um dos mexicanos são para esquecer? Será que uma alminha jornaleira se importa de colocar estas questões a Lopetegui?

- João Mário, um já excelente e ainda mais promissor jogador leonino, faz-me lembrar tantas e tantas vezes Rui costa, quer pela elegância com que trata a redondinha, quer pela soberba visão de jogo. Porque é que a sua maior fraqueza, o remate à baliza, não tem melhorado ao longo dos últimos anos? Está a ser realizado treino específico nessa área para o jogador? Não deveria estar? Jesus, vê lá isso, por favor. Senhores jornalistas, pensem um bocadinho fora da caixa mas sem sair do que interessa quanto ao rectângulo de jogo, por favor…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 11:57


7 comentários

De Teresa a 14.09.2015 às 21:00

Tu já viste bem a pinta dos comentadores e jornaleiros futebolísticos?! Gente que nem dois lances de escada conseguem subir quanto mais jogar à bola ou com destreza mental para seguir um jogo...

Sim, o futebol já não se joga, já não se ama, já não se entende. Demasiados especialistas a explicar algo, de tão simples, dá nisso

Também não ajuda um certo clima de crispação que já passou o normal. Sinais dos tempos, provavelmente, António

PS - explica-me lá o que gostaste tanto no "Som de Cristal"? Acho que acabei de perder uma hora de vida a tentar entender(te)

De bolaseletras a 14.09.2015 às 23:31

Dia de comentadeiros na televisão...fugir!!!

Quanto ao Som de Cristal, é como diz o outro, gostos nao se discutem;-). Gosto da genuinidade, do Portugal Profundo, da ignorância inocente, do humor boçal mas verdadeiro, gosto de que se.mostrem os cantores, pimba ou não, como eles são. E que assim se mostre como é boa parte do país que os idolatra.
E é isto;')

De Teresa a 15.09.2015 às 09:34

Tenho um amigo que diz: "gostos não se discutem. Lamentam-se!" ahahahahahah

Pois, deve ter a ver com o meio onde, e como, és criado. Acho. Eu como fui criada naquele ambiente - rural, com essa modéstia mas também cobardia de uma miséria que mesmo quando não (já) não é financeira continua entranhada nos hábitos e modos - não achei assim tanta piada.

Tendo conhecido o Nel Monteiro (o episódio que vi) mais novo fiquei espantada como o meu cabelo está todo branco e o dele nem um fiozinho prateado


O que achas graça tem sido para mim razão de desgosto e frustração. A mesma que sinto quando se entrevistam emigrantes na Suíça e se não dizesse Genéve no rodapé eu achava que estávamos no Portugal (muito) Profundo. Ou, para ser sincera, qualquer entrevista da CMTV . São tiques que, na minha opinião, não deixam ir mais além, ser mais ambiciosos e mais completos. São tiques que fazem invejosos dos que vão e são. Tiques que "obrigam" a viver em Ghettos nos países para onde emigramos.


Nope, não acho piada (re)ver essa realidade ainda se passar. Hoje.
Agora estou a achar um piadão à reacção dos urbanitas (desde ontem que pergunto a este e aquele e andei na net a ver as reacções)


Há alturas no episódio que Bruno Nogueira - que consegue o EXCELENTE feito de não ser condescendente nem gozão nem superior (ADORO ESTE MIÚDO!) - não se atira para o chão a rir porque poderia ser mal interpretado - 20 valores para ele .

Tenho de ir ver o episódio com o Quim Barreiros... e quando calhar o Roberto Leal vou ter, de certeza, a mesma reacção que tive com o Nel. Que conta as mesma piadas há 30 anos

De bolaseletras a 15.09.2015 às 18:15

Percebo o teu ângulo de análise, Teresa, mas eu sempre tive tendência para achar piada a tudo o que vem do Portugal muitoooooooprofundo...

O Quim Barreiros já é menos genuíno, mais espertalhão, não dá ponta sem nó...

De Teresa a 15.09.2015 às 22:24

Já vi o do Quim Barreiros e foi um pouco de tédio. Há algo de genuíno em Nel que Quim nunca deve ter tido. Gostei no entanto de ver o lado de quem ama e tem orgulho na família. Aí está um self made man que quis e soube limar as arestas que o levaram mais longe do que Nel alguma vez poderá ir.

Desde que (ambos) sejam felizes!

É pena Bruno não repetir algumas perguntas a ambos para ver a reacção e resposta. Imagino que não seria justo porque aí já obedeceria a um plano que não parece haver. De propósito. Ele levam-no e mostram o que querem mostrar e ele "bora".

Continuo a gostar do humor que Bruno põe no que vê e ouve. Imagino-te com a mesma pose por isso tudo está bem porque me farto de rir com a reacção que imagino seja a mesma. Há sempre alguém que não entende a piada e costumo ser eu

Abraço,

Teresa

De Teresa a 15.09.2015 às 22:33

Quanto ao futebol é dizer aos comentadores que Talisca não tem acento no primeiro a

Continuam a pôr a mesma entoação que JJ punha que só tem piada se o miúdo não se estiver a esfalfar em campo

Boa entrada do Benfica na Champions . Com uma locução que sugeria aos 15 minutos que estava tudo perdido (eu com as séries e os locutores com os resumos damos cabo da attention span ). Em vez de Sírios mandem para cá Mitrogolos

Quem nos diria a nós que Ronney ia passar a essencial no Manchester? A mãe do Chicharito deve ter rogado uma praga ao Van Gaal

De Teresa a 16.09.2015 às 21:35

Vi isto:

www.elmundo.es/sociedad/2015/09/16/55f94e24ca4741f7388b4578.html

Chorei, rezei e depois lembrei-me de ti e deste desanimado post (que agravei com as minhas maluqueiras perdidas em outros temas).

ISTO também é futebol, António. Este Poder. Este alcance. Renovemos a Esperança a cada dia no homem e na visibilidade e pod€r que o Desporto Rei dá e que permite "salvações" destas.

Abraço,

Teresa

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor




Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog