Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O menino pobre de olhos tristes com nome de aeroporto

Terça-feira, 28.03.17

   

cr7.jpg

 

Por vezes pensamos em escrever sobre um assunto e surge alguém que se antecipa à nossa intenção (das boas está o inferno cheio). Foi o caso deste texto sobre o nosso Cristiano Ronaldo, a tola polémica sobre a atribuição do seu nome ao aeroporto da Madeira e, essencialmente, sobre a incapacidade tão lusitana de reconhecer o mérito a quem realmente o tem, quando as sombras da inveja e dos preconceitos bacocos toldam o raciocínio. A jornalista Helena Ferro de Gouveia partilhou pelo facebook este texto indubitavelmente lamechas, mas tão, tão verdadeiro.

 

“Não entendo o snobismo dos que acham que CR7 não é nome para aeroporto. Poucos portugueses terão levado o nome do país mais longe do que ele. Mesmo nos cantos mais inóspitos do mundo como os campos de refugiados há meninos a sonhar com o futebolista. Retomo aqui um texto que escrevi por altura da Copa:

Sabem porque admiro o Cristiano Ronaldo? Não é por ser apenas o Apolo musculado de abdominais perfeitos ou pela sua forma poética de jogar. Mas porque vejo no fundo dos olhos do futebolista o menino pobre, que saiu da Madeira aos dez anos, perseguindo um sonho e cumprindo um talento, com muito trabalho e muitas lágrimas. Esse menino no fundo dos olhos de Ronaldo é muito mais fascinante e complexo que o herói, é o Ronaldo-menino que inspira milhões de outros meninos por esse mundo fora. Fá-los sonhar, parar o tempo e ser felizes, ainda que por pouco tempo. Contam-se pelos dedos de uma mão os que têm esse poder.”

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por bolaseletras às 10:40


2 comentários

De Teresa a 29.03.2017 às 13:18

Em abono teu, do Povo Português e do Ronaldo devo dizer que não é só ele que é o Melhor do Mundo. Nós também somos.

Em abono teu porque de entre tanta rapariga jeitosa, imortal e com pouca roupa que faz aparições regulares no teu colo... digo blog, atrais a testoterona com o Ronaldo. É Obra. Machismo is Dead


Em abono do Povo português porque somos talvez (de certeza!) o povo mais bom (de propósito) e mais democrático do Mundo. Ou seja há quem não goste do Ronaldo (como diz um amigo meu "o que seria do amarelo se não houvesse mau gosto?" it takes all kinds I guess) mas espera até virem os Espanhóis dizerem ou escreverem o mesmo... é que nem é cá preciso Dom Afonso Henriques . Democrático porque achando um exagero (eu não acho) o nome do Aeroporto não fazemos mais do que dizer "que exagero" "que parolada" mas aceitamos e daqui a nada até insistirão em dizer o nome do Aeroporto (eu não sou tão selectiva - é mesmo aeroporto de Lisboa, aeroporto do Porto e aeroporto a Madeira que me desculpem o Funchal, a Calheta, Machico... ).


Em abono do Ronaldo porque constante - diariamente - tem de levar com tanta oressão de contestação, gozo, comparação e ainda assim preservera. Num País em que à sexta-feira se anuncia que se sair o Euromilhões segunda-feira já não vêm trabalhar... Bolas, é inspirador!


Grata António! Pelo post e o brilhante título (se houvesse prémios para títulos o deste ano já era teu).
E OBRIGADA Ronaldo! Sem ti isto era tudo uma chatice de yes mans e não sei/não tenho opinião.

De bolaseletras a 29.03.2017 às 14:48

Obrigado eu pelas tuas cintilantes palavras, Teresa. E obrigado ao Sapo que destacou este post na página principal, e atraiu tanta gente a quem muito agradeço a visita e opiniões. O Sapo faz bem em não destacar em demasia as ninfas que por aqui vou pondo, não queremos tensões altas à custa do Bolas!

E sim, obrigado Cristiano, por nos inspirares de todas as formas e feitios!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.





mais sobre mim

foto do autor


subscrever feeds



Flag counter (desde 15-06-2010)

free counters



links

Best of the best - Imperdíveis

Bola, livres directos & foras de jogo

Favoritos - Segunda vaga

Cool, chique & trendy

Livros, letras & afins

Cinema, fitas & curtas

Radio & Grafonolas

Top disco do Miguelinho

Política, asfixias & liberdades

Justiça & Direito

Media, jornais & pasquins

Fora de portas, estrangeirices & resto do mundo

Mulheres, amor & sexo

Humor, sorrisos & gargalhadas

Tintos, brancos & verdes

Restaurantes, tascas & petiscos

Cartoons, BD e artes várias

Fotografia & olhares

Pais & Filhos


arquivos

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

pesquisar

Pesquisar no Blog